Você pode passar a sua vida sem Jesus, mas vai ser terrível morrer sem Ele!!!

Você pode passar a sua vida sem Jesus, mas vai ser terrível morrer sem Ele!!!

Paulo Junior:

Loading...

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

O ÚLTIMO FOLHETO. Impossível conter as lágrimas...



Todos os domingos à tarde, depois do culto da manhã na igreja, o pastor e seu filho de 11 anos saíam pela cidade e entregavam folhetos evangelísticos.

Numa tarde de domingo, quando chegou a hora do pastor e seu filho saírem pelas ruas com os folhetos, fazia muito frio lá fora e também chovia muito. O menino se agasalhou e disse:

-'Ok, papai, estou pronto. '

E seu pai perguntou:

-'Pronto para quê?':

-'Pai, está na hora de juntarmos os nossos folhetos e sairmos. '

Seu pai respondeu:

-'Filho, está muito frio lá fora e também está chovendo muito. '

O menino olhou para o pai surpreso e perguntou:

-'Mas, pai, as pessoas não vão para o inferno até mesmo em dias de chuva?'

Seu pai respondeu:

-'Filho, eu não vou sair nesse frio. '

Triste, o menino perguntou:

-'Pai, eu posso ir? Por favor!'

Seu pai hesitou por um momento e depois disse:

-'Filho, você pode ir. Aqui estão os folhetos. Tome cuidado, filho. '

-'Obrigado, pai!'

Então ele saiu no meio daquela chuva. Este menino de onze anos caminhou pelas ruas da cidade de porta em porta entregando folhetos evangelísticos a todos que via.

Depois de caminhar por duas horas na chuva, ele estava todo molhado, mas faltava o último folheto. Ele parou na esquina e procurou por alguém para entregar o folheto, mas as ruas estavam totalmente desertas. Então ele se virou em direção à primeira casa que viu e caminhou pela calçada até a porta e tocou a campainha. Ele tocou a campainha, mas ninguém respondeu. Ele tocou de novo, mais uma vez, mas ninguém abriu a porta. Ele esperou, mas não houve resposta.

Finalmente, este soldadinho de 11 anos se virou para ir embora, mas algo o deteve. Mais uma vez, ele se virou para a porta, tocou a campainha e bateu na porta bem forte. Ele esperou, alguma coisa o fazia ficar ali na varanda. Ele tocou de novo e desta vez a porta se abriu bem devagar. De pé na porta estava uma senhora idosa com um olhar muito triste. Ela perguntou gentilmente:

-'O que eu posso fazer por você, meu filho?'

Com olhos radiantes e um sorriso que iluminou o mundo dela, este pequeno menino disse:

-'Senhora, me perdoe se eu estou perturbando, mas eu só gostaria de dizer que JESUS A AMA MUITO e eu vim aqui para lhe entregar o meu último folheto que lhe dirá tudo sobre JESUS e seu grande AMOR. '

Então ele entregou o seu último folheto e se virou para ir embora. Ela o chamou e disse:

-'Obrigada, meu filho!!! E que Deus te abençoe!!!'

Bem, na manhã do seguinte domingo na igreja, o papai Pastor estava no púlpito. Quando o culto começou ele perguntou:

- 'Alguém tem um testemunho ou algo a dizer?'

Lentamente, na última fila da igreja, uma senhora idosa se pôs de pé. Conforme ela começou a falar, um olhar glorioso transparecia em seu rosto.

- 'Ninguém me conhece nesta igreja. Eu nunca estive aqui. Vocês sabem antes do domingo passado eu não era cristã. Meu marido faleceu a algum tempo deixando-me totalmente sozinha neste mundo. No domingo passado, sendo um dia particularmente frio e chuvoso, eu tinha decidido no meu coração que eu chegaria ao fim da linha, eu não tinha mais esperança ou vontade de viver.

Então eu peguei uma corda e uma cadeira e subi as escadas para o sótão da minha casa. Eu amarrei a corda numa madeira no telhado, subi na cadeira e coloquei a outra ponta da corda em volta do meu pescoço. De pé naquela cadeira, tão só e de coração partido, eu estava a ponto de saltar, quando, de repente, o toque da campainha me assustou. Eu pensei:

-'Vou esperar um minuto e quem quer que seja irá embora.'

Eu esperei e esperei, mas a campainha era insistente; depois a pessoa que estava tocando também começou a bater bem forte. Eu pensei:

-'Quem neste mundo pode ser? Ninguém toca a campainha da minha casa ou vem me visitar. '

Eu afrouxei a corda do meu pescoço e segui em direção à porta, enquanto a campainha soava cada vez mais alta.

Quando eu abri a porta e vi quem era, eu mal pude acreditar, pois na minha varanda estava o menino mais radiante e angelical que já vi em minha vida. O seu SORRISO, ah, eu nunca poderia descrevê-lo a vocês! As palavras que saíam da sua boca fizeram com que o meu coração, que estava morto há muito tempo, SALTASSE PARA A VIDA quando ele exclamou com voz de querubim:

-'Senhora, eu só vim aqui para dizer QUE JESUS A AMA MUITO. '

Então ele me entregou este folheto que eu agora tenho em minhas mãos.

Conforme aquele anjinho desaparecia no frio e na chuva, eu fechei a porta e atenciosamente li cada palavra deste folheto.

Então eu subi para o sótão para pegar a minha corda e a cadeira. Eu não iria precisar mais delas. Vocês veem - eu agora sou uma FILHA FELIZ DO REI!!!

Já que o endereço da sua igreja estava no verso deste folheto, eu vim aqui pessoalmente para dizer OBRIGADO ao anjinho de Deus que no momento certo livrou a minha alma de uma eternidade no inferno.

Não havia quem não tivesse lágrimas nos olhos na igreja. E quando gritos de louvor e honra ao REI ecoaram por todo o edifício, o papai Pastor desceu do púlpito e foi em direção a primeira fila onde o seu anjinho estava sentado. Ele tomou o seu filho nos braços e chorou copiosamente.

Provavelmente nenhuma igreja teve um momento tão glorioso como este e provavelmente este universo nunca viu um pai tão transbordante de amor e honra por causa do seu filho...

Exceto um. Este Pai também permitiu que o Seu Filho viesse a um mundo frio e tenebroso. Ele recebeu o Seu Filho de volta com gozo indescritível, todo o céu gritou louvores e honra ao Rei, o Pai assentou o Seu Filho num trono acima de todo principado e potestade e lhe deu um nome que é acima de todo nome.

Bem aventurados são os olhos que veem esta mensagem. Não deixe que ela se perca, leia-a de novo e passe-a adiante.

Lembre-se: a mensagem de Deus pode fazer a diferença na vida de alguém próximo a você.

Por isso...

- Me perdoe se estou perturbando, mas eu gostaria de dizer que JESUS TE AMA MUITO e vim aqui para lhe entregar o meu último folheto.


Exemplo de vida cristã. Impossível conter as lágrimas.

Foto de Andressa Duarte
Quem acredita que a igreja cresce na horizontal, em quantidade, devido ao evangelismo de massa nos meios de comunicação, pode estar com certa razão, porém quando falamos de crescimento vertical, aquele que faz a igreja crescer em qualidade (qualidade no serviço, na adoração e no ensino) temos que nos reportar para longe das telinhas, para longe dos televangelistas e olhar para dentro das igrejas.

Quem pensa que Deus usa, via de regra, gente diplomada e erudita, gente portadora de grande carisma e notoriedade pode estar pensando na contramão. Paulo escreveu "Ora, vede, irmãos, a vossa vocação, que não são muitos os sábios segundo a carne, nem muitos os poderosos. nem muitos os nobres que são chamados...e Deus escolheu as coisas fracas do mundo para confundir as fortes" I Coríntios 1:26-27.

A igreja é formada por milhares e milhares de pessoas anônimas, gente simples que não quer fama, não quer dinheiro, quer apenas falar de Jesus, falar do que Ele já fez por elas. A igreja vem crescendo e vai continuar crescendo muito, principalmente na vertical, devido às esses pequeninos que Deus escolheu para representá-lo na terra.

O desprazer das apostasias, dos falsos profetas, das falsas doutrinas é apenas uma fração, denominada joio, que está dentro da igreja, mas não pertence ao Reino dos Céus, e que não pode ser retirada agora. Importante mesmo são pessoas, à exemplo desta criança, Andressa Duarte, a quem Deus capacita todos os dias no meio do seu povo para testemunhar da salvação e da graça, com graça.

Exemplo de vida cristã: Está entre nós!
Assista este vídeo:


Qual o melhor candidato? Jesus Cristo, sem dúvida!

É tempo de eleições!
Não há como deixar de nos envolvemos (pelo menos um pouquinho) na política de nosso país nesta época tão agitada, em busca de algumas mudanças.
Nós estamos vivendo um tempo de grande envolvimento político. Até mesmo as crianças discutem política, e falam da crise que o mundo atravessa. E quando chegam as eleições, os candidatos utilizam crianças, jovens e idosos como instrumentos de propaganda dos seus planos de governo. Todos eles se apresentam como os verdadeiros defensores incontestáveis do progresso e do bem-estar social. Todos apresentam suas "soluções" milagrosas.
Também, em tempos de eleições, os partidos, desde a extrema esquerda até a extrema direita, têm soluções econômicas, pois o desemprego acabará e a violência também; a educação vai melhorar e todos serão beneficiados; os salários subirão e o poder aquisitivo do povo subirá, e, enfim, as pessoas poderão viver melhor.
Já dizia um certo humorista: "Me engana, que eu gosto".
E quanto à saúde, tudo será resolvido, pois o que os governos anteriores não fizeram, os candidatos atuais, se eleitos, farão. O ensino vai ser o melhor de todos os tempos - todo mundo terá escola gratuita de primeiro mundo.
E a criminalidade? Ah, ela será simplesmente erradicada através de uma ação vigilante dos homens da lei. Bala perdida? Isto nunca mais vai acontecer! A segurança individual e coletiva terá prioridade e os criminosos serão severamente punidos.
Mas depois das eleições... Ah! Isto é outra história. Depois das eleições as coisas pouco mudam (se é que mudam). Cadê as verbas? Ah, elas vão para as mordomias dos políticos.
E, ao sentir-se iludido e decepcionado pela falta de cumprimento das promessas feitas pelos políticos, o cidadão comum se desinteressa completamente pelas soluções, e a vida continua a mesma de sempre com os problemas da vidinha em sociedade (briga entre vizinhos, lixo pelas ruas, entupimento de esgotos, um cano furado aqui e acolá...).
É verdade que alguns governantes se esforçam um pouco na busca de soluções para os vários problemas que afligem a população; mas, infelizmente, a cada dia que passa está mais difícil viver. A conturbação é geral; as agitações, as drogas que infestam todas as cidades, a violência e o ódio aumentam nas relações entre os seres humanos.
Mas, em meio a tantas desilusões, será que existe ALGUÉM que realmente pode dar respostas aos nossos verdadeiros anseios e necessidades?
Agora vem o melhor desta mensagem. Vamos lhe apresentar o melhor candidato. Suas características e propostas são as seguintes:
- HONESTIDADE - Trata-se do homem que tem sido através dos anos o símbolo da honestidade. Ele jamais traiu a confiança daqueles que o têm eleito como seu representante. Ele nunca falhou no cumprimento de suas promessas. Os seus seguidores são felizes, pois ele sabe como transformá-los em pessoas de sucesso na vida.
- AÇÃO SOCIAL - No seu plano de ação social está prevista a recuperação dos criminosos. Ele mesmo deu o exemplo quando injustamente agredido demonstrou amor pelos seus algozes. Ele crê que o amor poderá transformar as vidas das pessoas. Para solucionar a violência e o ódio nas relações humanas, ele diz: "Pagai o mal com o bem, e assim cumprireis os meus mandamentos"
- QUESTÕES ECONÔMICAS - Para os problemas econômicos eis o seu conselho: "Buscai em primeiro lugar o Reino de Deus e sua justiça, e todas as outras coisas vos serão acrescentadas".
- PROBLEMAS PSICOLÓGICOS - Quanto às questões de ordem psicológica, como angústia, depressão, desespero e outros males, ele diz: "Vinde a mim todos os que estais cansados e oprimidos e eu vos aliviarei".
- SEGURANÇA - Neste mundo teremos segurança seguindo este conselho: "Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele e ele tudo fará".
- FOME - Quanto à questão da fome, ele diz: "Eu sou o pão vivo que desceu do céu; se alguém comer deste pão viverá para sempre".
- VIDA ETERNA - Somente este candidato promete algo que ninguém mais pode dar: "Quem crê em mim tem a vida eterna".
Quem é este candidato que tem um projeto tremendo para revolucionar não somente o nosso país, mas o mundo todo, através do amor e do perdão? Seu nome: JESUS CRISTO!
Se você está à procura de alguém em quem possa confiar plenamente; se precisa encontrar a pessoa certa para dirigir a sua vida pessoal e familiar; então lhe apresentamos aquele que através dos séculos tem respondido a todas as perguntas do coração humano e a ninguém tem desapontado.
Isto aqui nada tem de "cartomante", é coisa seríssima: Se sua vida tem sido marcada por desilusão, conflitos, angústia, medo, insegurança, pecados e vícios; saiba e creia que JESUS morreu na cruz por seus pecados, e ressuscitou ao terceiro dia (ELE É O DEUS VIVO), eleja-o depressa como dirigente exclusivo de sua vida. Ele é o seu candidato. Ele quer lhe dar uma nova vida, uma nova natureza, e lhe garante algo que o dinheiro e político algum pode dar:
"Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou".
Não pense duas vezes. O melhor candidato é JESUS!

domingo, 29 de agosto de 2010

Judeus aguardam o Messias para breve. Alerta global contra os Judeus.

Assistam os vídeos, está em espanhol mas dá para entender.
Este é o povo formado por Deus, é a menina dos olhos de Deus.
Os judeus aguardam o messias para breve, pena que nem todos conhecem a Bíblia, então saberiam o quanto isto significa que estamos próximos do fim de todas as coisas neste mundo horrível.
Os vídeos parecem ser do ano 5768/5769, ano judaico, se eles criam que estava próximo naquele ano, imaginem agora que terá início o ano 5771?
Deus fará novos céus e nova terra, onde habitará a justiça para sempre.

http://www.youtube.com/watch?v=t87v6xfCUNc



http://www.youtube.com/watch?v=S9-8X3dKqOg&feature=related



http://www.youtube.com/watch?v=0pfrs4RrvQ4&NR=1



Vou colar abaixo as palavras da minha querida irmã Ethel, porque gostei muito do que ela escreveu, a seguir assistam ao vídeo, que vale a pena, isto para os que amam Israel e aguardam a volta do Senhor Jesus. ISRAEL É O PONTEIRO NO RELÓGIO MUNDIAL DE DEUS!!! Eu também chorei de emoção quando li a mensagem abaixo que a Ethel me enviou e o vídeo é maravilhoso.

de ETHEL
data 23 de agosto de 2010 11:27
assunto Chorei de emoção...e pensei em você, Aurita!

Menina, (e demais irmãos a quem estou enviando cópia)...

Hoje abri um e-mail de minha amiga Elisa B... (EUA), com o link abaixo para um vídeo do YouTube... Não tenho tempo de traduzir antes da viagem... Quem sabe o Luis possa fazê-lo.

http://www.YouTube.com/watch?v=eATJ4PRXEJk&feature=player_embedded


Um rabino judeu, referência em Israel, morto em 2006, aos 108 anos de idade, passou o último ano de sua vida sonhando e tendo visões com o Messias. Ele deixou um documento com o nome do Messias e pediu que só fosse publicado um ano depois da morte dele.
No documento, ele conta que o Messias lhe disse que virá após a morte de Ariel Sharon, e que virá em breve.
E advinhe o nome que ele deixou escrito... Isso mesmo : YESHUA !

A grande mídia escondeu essas informações (como já era de se esperar, claro!)
Vc pode encontrá-la em "Israel Today". O filho do rabino confirmou a autenticidade do documento e que o pai relatava as visões. Mas ele e os seguidores do rabino se declaram confusos (óbvio, por essa eles não esperavam!...)

Parece que a nossa "abençoada esperança", como diz Paulo, está mesmo bem próxima de se realizar!

Abraços a vc e ao Jo ! Até a minha volta do Chile (ou a volta dEle do céu, o que ocorrer primeiro...rsrsrs)

Ethel.



UM RABINO FALOU COM JESUS??? Aguardemos, ele disse que após a morte de Ariel Sharon o messias virá. Quem conhece as Escrituras sabe que os judeus vão primeiramente aceitar o erro e aceitarão o anticristo, mas será por pouco tempo, porque então reconhecerão quem ele é e se voltarão para o Senhor Jesus verdadeiramente.

http://www.youtube.com/watch?v=nl-EKhSkGBU&NR=1



JESUS ESTÁ VOLTANDO EM BREVE, se preparem, porque a maioria vai lamentar amargamente nos próximos anos por não terem dado ouvidos.

O engano da salvação pelas obras.

O Engano da Salvação Pelas Obras
"Não anulo a graça de Deus; pois, se a justiça é mediante a lei, segue-se que morreu Cristo em vão" (Gálatas 2.21).
Quando comparamos o Cristianismo Bíblico com as religiões do mundo, utilizando as Escrituras para nos guiar, vemos que a lacuna entre eles é intransponível. Na verdade, somos forçados a concluir que realmente há apenas duas religiões no mundo: o Cristianismo Bíblico de um lado, e todas as outras religiões, de outro. (Refiro-me ao cristianismo bíblico como uma "religião" apenas para propósitos comparativos: uma religião é um sistema de crenças elaboradas pelo homem, enquanto que o Cristianismo Bíblico é o que Deus revelou à humanidade).
Essas duas "religiões" são diferenciadas principalmente por aquilo que ensinam a respeito da salvação – como uma pessoa pode chegar ao Céu, ao Paraíso, ao Valhalla, ao Nirvana ou à morada de Deus, ou seja lá o que as pessoas crêem sobre a vida após a morte. Cada uma pode ser classificada em uma destas categorias: (1) o que o ser humano tem de realizar ou (2) o que Deus consumou (através de Jesus). Em palavras mais simples: a religião do "Fazer" ou a do "Feito". Estou me referindo ao fato de que: (1) ou há coisas que devemos fazer (realizações humanas) ou (2) não há nada que possamos fazer porque tudo já foi feito (consumação divina) para ganharmos a entrada no céu.
Apenas o Cristianismo bíblico está na categoria de consumação divina. Todas as outras religiões do mundo devem ser classificadas sob o rótulo de realizações humanas. Consideremos primeiro algumas das religiões mais importantes, como o hinduísmo, o budismo, o islamismo, o judaísmo e determinadas denominações ou seitas que professam ser cristãs.
O hinduísmo é um sistema de obras que envolve a prática de yoga, cuja finalidade jamais foi melhorar a saúde de alguém (contrariamente ao que muitos ouviram falar).

O hinduísmo tem cerca de 330 milhões de deuses que precisam ser apaziguados por meio de algum tipo de ritual. Dois anos atrás, fiz uma visita a um enorme templo hindu nas vizinhanças de Chicago. O estacionamento estava repleto de carros luxuosos. O revestimento era de pedras importadas da Itália. Não foram poupados recursos financeiros na construção. Do lado de dentro, médicos, advogados e engenheiros, dentre outros (de acordo com meu guia turístico), estavam servindo refeições aos ídolos: a Hanuman, o deus-macaco, e a Ganesha, o deus-elefante.
O hinduísmo é um sistema de obras – coisas que a pessoa precisa fazer para atingir o moksha, que é o paraíso hindu. Ele envolve a prática de yoga, cuja finalidade, contrariamente ao que muitos ouviram falar, jamais foi melhorar a saúde de alguém. Em vez disso, é um meio de morrer para seu próprio corpo na esperança de se livrar do âmbito físico. Isso supostamente une a pessoa a Brahman, a suprema deidade do hinduísmo. A reencarnação, um sistema que supostamente capacita a pessoa a construir seu caminho para o céu através de muitos nascimentos, mortes e renascimentos, é outro dos ensinamentos dessa religião.
O budismo também se baseia primeiramente em obras. Buda cria que a chave para se alcançar o Nirvana, que é alegadamente o estado de perfeição e de felicidade, é através de um entendimento das Quatro Nobres Verdades, e através da prática do Nobre Caminho Óctuplo.
Em essência, as Quatro Nobres Verdades declaram que nós suportamos o sofrimento por causa de nossos desejos ou de nossos anelos. Essas "Verdades" afirmam que o sofrimento cessará quando pararmos de tentar satisfazer aqueles desejos. De acordo com o budismo, podemos atingir isso seguindo o Nobre Caminho Óctuplo, o qual possui os elementos da "visão correta, intenção correta, fala correta, ação correta, sustento correto, esforço correto, cuidado correto, e concentração correta". Tudo isso é feito por meio dos esforços humanos, isto é, "por se fazerem as coisas corretas" a fim de se atingir o Nirvana.
No islamismo, o paraíso é obtido quando Alá pesa as obras boas e os feitos maus em uma balança no Dia do Julgamento. O Alcorão declara: "Pois as coisas que são boas removem as que são más" (Sura 11:114). É um processo quantitativo. As boas obras devem ultrapassar ou obscurecer os feitos maus. Também se lê no Alcorão: "A balança daquele dia será verdadeira: Aqueles cuja balança [de boas obras] tiver bastante peso prosperarão: Aqueles cuja balança for leve terão suas almas na perdição" (Sura 7:8,9).
Eis aqui um exemplo interessante daquilo que um muçulmano enfrenta para chegar ao paraíso: no dia 3 de abril de 1991, a revista egípcia Akher Saa registrou um debate acalorado entre quatro mulheres jornalistas e o sheik Dr. Abdu-Almonim Al-Nimr, que ocupa uma posição elevada na Universidade Islâmica Al-Azhar (no Cairo, Egito, a mais prestigiosa instituição islâmica sunita). Uma das jornalistas perguntou-lhe: "No islamismo, as mulheres são obrigadas a usar o jihab [um véu ou uma cobertura para a cabeça]? Se eu não usar o jihab, irei para o inferno a despeito de minhas outras boas obras? Estou falando sobre a mulher decente que não usa o jihab".
O Alcorão declara: "Pois as coisas que são boas removem as que são más" (Sura 11:114). É um processo quantitativo. As boas obrasdevem ultrapassar ou obscurecer os feitos maus.

O Dr. Al-Nimr respondeu: "As ordenanças no islamismo são muitas, minha filha, e Alá nos faz prestar contas por cada uma delas. Isso significa que, se você agir de acordo com aquela ordenança, ganha um ponto. Se você negligenciar uma ordenança, perde um ponto. Se você orar, ganha um ponto; se você não jejuar, perde um ponto; e assim por diante". E ele continuou: "Eu não inventei uma nova teoria. (...) Para cada homem há um livro no qual todas as suas boas obras e os seus feitos maus são registrados, até mesmo como tratamos nossos filhos".
A jornalista disse: "Isso significa que, se eu não usar o jihab, não irei para o fogo do inferno sem que se leve em consideração o restante de minhas boas obras". O Dr Al-Nimr replicou: "Minha filha, ninguém sabe quem irá para o fogo do inferno. (...) Eu posso ser o primeiro a ir para lá. O califa Abu-Bakr Al-Sadik disse: "Não tenho a menor confiança nos esquemas de Alá, mesmo que um de meus pés esteja dentro do paraíso, quem poderá determinar qual obra é aceitável e qual não é?". Você faz tudo o que pode, e a prestação de contas é com Alá. Peça a ele que a aceite".
No judaísmo, o céu é alcançado por aquele que guarda a Lei e seus cerimoniais. Obviamente, isso não é consistente com o que o Tanakh [Antigo Testamento] ensina, mas essa tem sido a prática do judaísmo por milênios. Como disse Jesus: "E em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homens" (Mateus 15.9).
Suas palavras também se aplicam a uma série de denominações e cultos "cristãos" que enfatizam as obras como sendo necessárias para a salvação. Os Testemunhas de Jeová, os Mórmons, os Adventistas do Sétimo Dia, os adeptos da Igreja de Cristo, os Católicos Romanos, os membros das igrejas Ortodoxas Oriental e Russa, muitos Luteranos, e inúmeros outros. Todos incluem algo que precisa ser realizado ou que é necessário para a salvação, seja o batismo, os sacramentos, ou a filiação a uma determinada organização e a observância de seus requisitos.
Aqui está um exemplo extraído dos primeiros 30 anos de minha própria vida como católico romano. Eu vivia por um sistema religioso de leis, muitas das quais os católicos são obrigados a guardar. O começo é o batismo. Se uma pessoa não é batizada, a Igreja diz que ela não pode entrar no céu. A Igreja também diz que, embora o batismo seja exigido, ele não é nenhuma garantia. Existem muitas outras regras que um católico tem que observar.
Há obrigações que um católico deve satisfazer com respeito tanto às crenças quanto às obras.

Tenho um livro em meu escritório chamado Código da Lei Canônica. Ele contém 1.752 leis, muitas das quais afetam o destino eterno de uma pessoa. Os pecados reconhecidos pela Igreja Católica Romana são classificados como mortais ou veniais. Um pecado mortal é aquele que amaldiçoa uma pessoa, condenando-a ao inferno, se essa pessoa morrer sem tê-lo confessado e sem ter sido absolvida dele por um sacerdote. Um pecado venial não precisa ser confessado a um sacerdote, mas, confessado ou não, todo pecado acrescenta tempo de punição à pessoa. O pecado venial deve ser expiado aqui na terra através do sofrimento e das boas obras ou então ser purgado nas chamas do purgatório após a morte da pessoa.
Há obrigações que um católico deve satisfazer com respeito tanto às crenças quanto às obras. Por exemplo, a pessoa precisa crer que Maria foi concebida sem pecado (um evento chamado de Imaculada Conceição). Se um católico não crer nisso, ele comete um pecado mortal, que carrega a penalidade da perdição eterna. O dia da Imaculada Conceição é dia santo de guarda, dia em que todos os católicos devem assistir à missa. A pessoa que não fizer assim pode estar cometendo um pecado mortal.
Todos os sistemas de crenças que mencionei, e também muitos outros, consistem em fazer ou não fazer determinadas coisas para alcançar o "céu". Todos são baseados nas realizações humanas. Mas, e o Cristianismo Bíblico? É diferente? Como?
Muitos sistemas de crenças consistem em fazer ou não fazer determinadas coisas para alcançar o "céu". Todos são baseados nas realizações humanas.

Efésios 2.8-9 deixa claro: "Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie". Isso é bem direto. Nossa salvação não tem nada a ver com nossas realizações.
O versículo 8 nos diz que é pela graça que somos salvos. A graça é um favor imerecido. Se qualquer mérito estiver envolvido, não pode ser graça. A graça é um presente de Deus. Portanto, se for pela graça, não pode ser pelas obras. Isso parece bastante óbvio. Alguém trabalha duramente por um mês e seu patrão chega até ele, com seu cheque de pagamento na mão, e diz: "Muito bem, José, aqui está o seu presente!" Não! José trabalhou por aquilo que está sendo pago. Não há nenhum presente envolvido.
No que se refere a um trabalhador, Romanos 4.4 nos diz que seu salário é o pagamento por aquilo que seu empregador lhe deve, e que seu cheque de pagamento não tem nada a ver com a graça nem com um presente. Um trabalhador que fez um bom trabalho pode se gabar ou sentir orgulho por aquilo que realizou. Todavia, tudo isso é contrário à graça ou a um presente. A graça não dá lugar para nenhuma sensação de mérito próprio, e um presente liquida qualquer sensação de algo que foi merecido ou que foi entregue em pagamento por serviço prestado.
O ensinamento de Paulo aos efésios é reafirmado na Epístola a Tito:
"Quando, porém, se manifestou a benignidade de Deus, nosso Salvador, e o seu amor para com todos, não por obras de justiça praticadas por nós, mas segundo sua misericórdia, ele nos salvou mediante o lavar regenerador e renovador do Espírito Santo, que ele derramou sobre nós ricamente, por meio de Jesus Cristo, nosso Salvador, a fim de que, justificados por graça, nos tornemos seus herdeiros, segundo a esperança da vida eterna" (Tito 3.4).
Podemos perceber que isso é consistente com Efésios 2.8-9. Não é por meio de nossas obras que somos salvos – não é por meio de obras de justiça que fizemos – somos salvos por meio da misericórdia dEle.
Você pode muito bem imaginar que, como católico romano, condicionado por uma vida de regras e rituais da Igreja, tive grande dificuldade para crer que a fé era a única base por meio da qual eu poderia entrar no céu. Isso não fazia sentido para mim.
"Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus" (Efésios 2.8)

Bem, não apenas faz sentido, mas é a única maneira por meio da qual uma pessoa pode ser salva. Isso é algo miraculosamente sensato!
Primeiro, o que impede uma pessoa de ir para o céu ou de desfrutar da vida eterna com Deus? Sabemos que a resposta é "o pecado". Segue abaixo uma pequena amostra de versículos que se aplicam: "Pois todos pecaram e carecem da glória de Deus" (Romanos 3.23); "Porque o salário do pecado é a morte" (Romanos 6.23); "Mas as vossas iniqüidades fazem separação entre vós e o vosso Deus" (Isaías 59.2); "A alma que pecar, essa morrerá" (Ezequiel 18.20); "E o pecado, uma vez consumado, gera a morte" (Tiago 1.15).
Em Gênesis 2, Deus explica a Adão as conseqüências da desobediência a Ele. Adão foi admoestado a não comer de um determinado fruto no Jardim do Éden. Esse foi um mandamento relacionado com a obediência e o amor – e não que Deus estivesse retendo algo de Adão, como sugeriu a Serpente. Lembramos que Jesus disse: "Se alguém me ama, guardará a minha palavra", ou seja, guardará os Seus ensinamentos (João 14.23). Nosso amor por Deus é demonstrado por nossa obediência.
Qual foi a penalidade estabelecida por Deus para a desobediência? Gênesis 2.17 diz: "Porque, no dia em que dela comeres, certamente morrerás". Adão e Eva amaram a si mesmos mais do que a Deus porque não "guardaram a palavra dEle". Eles Lhe desobedeceram e a conseqüência foi a morte. "Porque, no dia em que comessem do fruto, certamente morreriam". Nas Escrituras, a morte sempre envolve a separação, e, no julgamento de Deus sobre eles, duas aplicações são encontradas: (1) a morte física (a degeneração do corpo, levando finalmente à sua separação da alma e do espírito), e (2) a separação eterna de Deus.
Adão e Eva não morreram instantaneamente, mas o processo de morte começou naquele momento para eles e para toda a criação. Entretanto, seu relacionamento espiritual com Deus mudou imediatamente e para sempre. O julgamento de Deus pelo pecado é eterno: separação de Deus para sempre. É uma penalidade infinita. E Deus, que é perfeito em todos os Seus atributos, inclusive em justiça, tinha que efetuar a punição. Deus não podia permitir que eles saíssem em segredo e simplesmente tivessem uma nova oportunidade. Isso teria significado que Ele não era perfeitamente fiel à Sua Palavra. A penalidade tinha que ser paga.
Adão e Eva não morreram instantaneamente quando desobedeceram, mas o processo de morte começou naquele momento para eles e para toda a criação. Entretanto, seu relacionamento espiritual com Deus mudou imediatamente e para sempre. O julgamento de Deus pelo pecado é eterno: separação de Deus para sempre. Então, o que Adão e Eva poderiam fazer?

Então, o que Adão e Eva poderiam fazer? Nada, exceto morrer física e espiritualmente, que é ficar separado de Deus para sempre. E, o que o restante da humanidade pode fazer, visto que todos pecaram? Nada. Bem, alguém pode perguntar: E o que acontece se nós fizermos todo tipo de boas obras que possam suplantar nossos pecados, ou se formos sempre à igreja, ou se formos batizados, fizermos obras religiosas, recebermos os sacramentos e assim por diante? Nenhuma dessas coisas pode nos ajudar. Por quê? Porque elas não pagam a penalidade. Então, o que podemos fazer? Não há nada que possamos fazer, exceto pagarmos nós mesmos a penalidade, sendo separados de Deus para sempre.
Nossa situação seria absolutamente sem esperanças; entretanto, Deus possui alguns outros atributos além de ser perfeitamente justo. Ele também é perfeito em amor e em misericórdia! "Porque Deus amou o mundo de tal maneira" que enviou Seu Filho unigênito para pagar a penalidade em nosso lugar (João 3.16).
E isso é exatamente o que Jesus fez na Cruz. É incompreensível para nós que, durante aquelas três horas de trevas – quando bradou: "Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?" (Mateus 27.46) – Ele tomou sobre Si os pecados do mundo e sofreu a ira de Seu Pai em nosso lugar. Na Cruz, Ele "[provou] a morte por todo homem" (Hebreus 2.9), ou seja, Ele experimentou e pagou a penalidade infinita pelos pecados de todos nós.
Quando aquele feito divino terminou, Jesus clamou, "Está consumado!" (João 19.30), significando que a penalidade havia sido paga totalmente. Foi uma realização divina porque era algo que apenas Deus poderia fazer! Deus tornou-Se homem e morreu fisicamente porque a morte física fazia parte da penalidade. Todavia, como Deus-Homem, Ele pôde experimentar completamente a penalidade que cada pecador experimentaria, a saber, ser espiritualmente separado de Deus para sempre.
A justiça de Deus exige pagamento. Ou pagamos a penalidade nós mesmos, ou nos voltamos para Jesus pela fé e recebemos os benefícios de Sua expiação sacrificial. O que lemos em Romanos 6.23? "Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor". A Bíblia não poderia ser mais clara em afirmar que a salvação é exclusivamente "o dom gratuito de Deus", e que apenas podemos apropriar-nos desse presente por meio da fé.
Qualquer tentativa de merecer a salvação por meio de nossas obras não é apenas fútil – é impossível! "Pois qualquer que guarda toda a lei, mas tropeça em um só ponto, se torna culpado de todos" (Tiago 2.10). E, ainda pior, tentar merecer a salvação é uma negação da infinita penalidade imposta por Deus, uma rejeição do "dom inefável" de Deus, e um repúdio ao que Cristo realizou por nós.
Isso é algo em que a maioria dos evangélicos costumava crer. Já não é mais o caso, uma vez que a apostasia ganha espaço nos Últimos Dias. Recentemente, um levantamento de um instituto de pesquisas (feito com mais de 40 mil americanos) verificou que 57% daqueles que diziam ser evangélicos não criam que Jesus é o único caminho para o céu. Como Jesus é o único que proporciona a consumação divina, tudo o que resta é o engano fútil das realizações humanas para se alcançar a salvação. (T. A. McMahon - TBC - http://www.chamada.com.br)
Publicado anteriormente na revista Chamada da Meia-Noite, agosto de 2010.

Como orar?


É tão comum as pessoas dizerem que não sabem orar, ou oram pouco, ou não sabem dizer palavras bonitas de se ouvir. Resolvi escrever para orientar você com base na nossa espada que é a Bíblia para que a partir de hoje você ore como tanto queria aprender.

Ana Mãe de Samuel orou para o Senhor o conceder ele como filho:"Meu coração exulta no Senhor; a minha força está exaltada por causa do Senhor; a minha boca se ri dos meus inimigos, pois me alegro na tua salvação.Não há ninguém santo como o Senhor; não há outro além de ti; não há rocha como o nosso Deus. Não faleis mais palavras tão altivas, nem a arrogância saia da vossa boca; porque o Senhor é o Deus da sabedoria e julga os atos humanos." 1Samuel 2:1-3

Eliezer orou ao Senhor para que lhe desse um sinal sobre a noiva que preparaste para o filho do senhor dele:"Ó Senhor, Deus de meu senhor Abraão, peço-te que me dês bom êxito hoje e trates com bondade o meu senhor Abraão. Estou aqui em pé, junto á fonte e as filhas dos homens desta cidade estão saindo para tirar água.Faz que a moça a quem eu disser: Abaixa o teu cântaro para que eu beba; e ela responder: bebe, e também darei de beber aos teus camelos; seja aquela que designaste para o teu servo Isaque." Genesis 24:12-14

Isaías Orou ao Senhor:"Senhor, eu te suplico, lembra-te de como eu tenho procedido para contigo com fidelidade e integridade de coração, e de como tenho feito o que é correto diante de ti." 2 Reis 20:3 Eliseu orou ao Senhor:"Ó Senhor, abre os seus olhos para que o vejam. O Senhor lhes abriu os olhos." 2Reis 6:20

"Então vocês clamarão a Mim, virão ORAR A MIM, e EU OS OUVIREI. Vocês Me procurarão e Me acharão quando Me procurarem de todo o coração". Jeremias 29:12, 13

"OREM CONTINUAMENTE. Dêem graças em toda as circunstâncias, pois esta é a vontade de Deus para vocês em Cristo Jesus". I Tessalonicenses 5:17-18

"Mas quando você orar, vá para seu quarto, feche a porta e ore a seu Pai, que... o recompensará". Mateus 6:6"Pois onde se reunirem dois ou três em Meu nome, ali eu estou no meio deles". Mateus 18:20.

"SE VOCÊS PERMANECEREM EM MIM, e as minhas palavras permanecerem em vocês, pedirão o que quiserem e lhes será concedido" João 15:7

"Ora, àquele que é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos, ou pensamos, conforme o seu poder que opera em nós, a ele seja a glória, na igreja e em Cristo Jesus, por todas as gerações, para todo o sempre. Amém!" Efésios 3:20-21

Paulo orou ao Senhor"E, para que não me exaltasse pela excelência das revelações, foi-me dado um espinho na carne, a saber, um mensageiro de Satanás para me esbofetear, a fim de não me exaltar. Acerca do qual três vezes orei ao Senhor para que se desviasse de mim. E disse-me: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo." 2 Coríntios 12 7:9

Jesus Cristo nos exortou a vigiar e orar"Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca". Marcos 14:38

"Sucedeu, pois, que, acabando Salomão de fazer ao SENHOR esta oração e esta súplica, estando de joelhos e com as mãos estendidas para os céus, se levantou de diante do altar do SENHOR". 1 Reis 8:54

Quando estamos orando estamos falando com Deus, fortalecendo a nossa fé para vencer as investidas de Satanás. Através da oração e fé alcançaram vitórias "Os quais, pela fé, venceram reinos, praticaram a justiça, alcançaram promessas, fecharam as bocas dos leões". Hebreus 11:33

Daniel orou ao Senhor

10 Daniel, pois, quando soube que o edito estava assinado, entrou em sua casa (ora havia no seu quarto janelas abertas do lado de Jerusalém), e três vezes no dia se punha de joelhos, e orava, e dava graças diante do seu Deus, como também antes costumava fazer.
Daniel 6:10 e Deus respondeu em 22 "O meu Deus enviou o seu anjo, e fechou a boca dos leões, para que não me fizessem dano, porque foi achada em mim inocência diante dele; e também contra ti, ó rei, não tenho cometido delito algum". Daniel 6:22

"E orou ao SENHOR, e disse: Ah! SENHOR! Não foi esta minha palavra, estando ainda na minha terra? Por isso é que me preveni, fugindo para Társis, pois sabia que és Deus compassivo e misericordioso, longânimo e grande em benignidade, e que te arrependes do mal."Jonas 4:2

"Mas Pedro, fazendo sair a todos, pôs-se de joelhos e orou: e, voltando-se para o corpo, disse: Tabita, levanta-te. E ela abriu os olhos, e, vendo a Pedro, assentou-se." Atos dos Apostolos 9:40

Orar a Deus é um momento íntimo que precisamos ter e buscar fazê-lo todos os dias e todos os momentos em que se der vontade de falar com o Senhor.
Com a oração movemos montanhas, dificuldades, e todo empecilho que possa nos parecer impossivel desde que feita com sinceridade, honestidade e fidelidade para com Deus.
Não ore só por você, ore por tudo o que te incomoda, tudo o que você não está satisfeito, pois tudo aquilo que está fora do seu alcance Deus está vendo, e para Ele tudo é possível, mas ore para que a vontade dEle seja feita, e que se essa vontade não for de encontro a tua, peça para que Deus conforte seu coração para aceitar a vontade dEle.

No amor de Cristo
DEVEMOS ORAR NÃO ATÉ DEUS NOS OUVIR, MAS ATÉ QUE POSSAMOS OUVI-LO.
"Mas os que esperam no Senhor renovarão as suas forças, subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; caminharão, e não se fatigarão." (Isaías 40:31)
SILVESTRE MATÃO SP

Não zombe do inferno. Você está vivo ainda, então leia isto e clame a Jesus Cristo agora, porque seu minuto seguinte pode ser no inferno.


ESCOLHA AGORA, NESTE MINUTO, ONDE QUER PASSAR A ETERNIDADE... CÉU OU INFERNO? É uma decisão pessoal, mas Jesus está batendo na tua porta agora, clame por sua salvação.


Vivemos numa sociedade humanista onde não existe essa coisa de certo absoluto nem errado absoluto, por isso os "espertalhões" subestimam o conceito de um inferno literal como um lugar de julgamento eterno.
Mas vejamos o que Deus diz a respeito disso.

- O inferno é um lugar literal. Jesus disse que "havia certo homem rico... havia também certo mendigo, chamado Lázaro" (Luc 16.19,20). Note bem que Jesus disse "havia". Isso não é uma parábola, pois Jesus deu nome aos bois. A estória relata a experiência real de dois mendigos: um mendigava nesta vida; e o outro, na próxima.

- O ensino de Jesus a respeito do inferno confirma a diferença extrema da eternidade para o justo e para o ímpio. Isso não é uma condenação da riqueza; é uma condenação de qualquer pessoa que rejeita Jesus.

- O inferno é um lugar de tormento eterno. O ímpio vai para o inferno quando morre e fica num estado consciente de tormento eterno.

- O inferno é um lugar sem misericórdia. O rico gritou no inferno, dizendo: "tem misericórdia de mim! E manda a Lázaro que molhe em água a ponta do dedo e me refresque a língua; porque estou atormentado nesta chama" (Luc 16.24).

- O inferno é um lugar sem escape. Jesus disse: "E além de tudo, está posto um grande abismo entre nós e vós, de sorte que os que querem passar daqui para vós outros não podem, nem os de lá passar para nós" (Luc 16.26). Amigo, quando você chegar ao inferno, as orações de um milhão de santos não poderão salvá-lo.

- No inferno as pessoas terão consciência dos que estão na terra. O rico gritava: "porque tenho cinco irmãos; para que Lázaro dê testemunho, a fim de não virem também para este lugar de tormento" (Luc 16.28).

- Satanás, os anjos caídos, os demônios e todos os ímpios serão colocados no inferno eterno pela mão de Deus como julgamento, por rejeitarem a Jesus como o Filho de Deus.

- Não confundir o inferno com o lago de fogo. Nesta vida os ímpios morrem e vão para o inferno onde ficam aguardando até que sejam trazidos ao Grande Trono Branco para o julgamento final perante Deus e sentenciados ao lago de fogo.

- O inferno é um lugar onde há grande dor física. O primeiro clamor urgente termina com as palavras: "...porque estou atormentado nesta chama..." Não podemos imaginar exatamente o que isto quer dizer. Todos nós temos sentido a dor em alguma medida. Sabemos que a dor pode fazer esquecer num instante todas as belezas e alvos que temos na vida. Mas a pior dor que possamos sentir não é nada comparada à dor no inferno. A mais intensa dor que sintamos aqui na terra não é comparável à dor no inferno. Nunca o ser humano experimentou tal sofrimento, nem o imaginou. Mas Deus vai além e comenta sobre pessoas reais e como eles sentirão essa dor. Jesus não está sendo macabro; está nos dizendo a verdade. Uma reação das pessoas a tal dor é o "choro". Não podemos olhar e ficar indiferentes ao choro, é algo que nos comove. Outra reação de quem está sofrendo no inferno é "gemer". Este é um choro mais comovedor ainda, cheio de dramatismo e urgência pela libertação. Enquanto o choro atrai a nossa simpatia, o gemido choca e nos afasta, atemoriza e ofende. O gemido deles é o grito de almas que merecem compaixão, mas não a recebem. É o grito de almas procurando escape, buscando sair de feridas sem conserto ou cura, eternamente feridas. O gemido é um som tão grotesco que nem o suportamos.

Outra reação de quem está sofrendo no inferno é o "ranger de dentes". Por quê? Talvez ranjam os dentes por ira ou frustração. Nada poderá aliviar a sua situação e eles o sabem. Este ranger pode ser uma defesa ou para variar o choro e os gemidos. Poderia ser uma pausa - sem parar de sofrer - para quem está cansado de chorar. Parece que não aguenta chorar mais; porém, tem que continuar.
No inferno é choro que não pára, fogo por tudo quanto é canto, gemidos, dor até onde podem aguentar sem deixar de existir, e ranger de dentes. Há, ainda, "o verme que nunca morre". O fogo nunca se acaba (não consome), só atormenta e nunca morre. Já os vermes dão a idéia de carne em decomposição, se bem que aqui fala-se de almas. Algo está podre, e bem podre, no inferno.
Estando vivos ainda, os que ali moram sentem como que comidos vivos. O verme não acaba de comer a decomposição espiritual e por isso nunca morre. Um castigo romano era atar alguém a um cadáver em decomposição e ver como os vermes, saindo do corpo morto, passavam a consumir o corpo ainda em vida. Tal como para o fogo, a verdade do verme é que nunca acaba de consumir o que tem pela frente.
Mas o inferno tem outros dois aspectos, pouco considerados, que chamam a nossa curiosidade e assustam. Na terra nós temos duas propriedades físicas garantidas. Elas nos ajudam a nos manter física, mental e emocionalmente estáveis. São a luz e as superfícies sólidas. Infelizmente, estas duas comodidades não existem no inferno. O inferno é um lugar de trevas.

Imaginemos uma pessoa que acaba de entrar no inferno... Pode ser um vizinho nosso, um parente ou um amigo que trabalha conosco. Depois que a primeira sensação de dor física o ataca, ela passa seus primeiros momentos chorando, gemendo e rangendo os dentes. Pouco a pouco vai se acostumando à dor. Não que agora não a sinta mais, mas a sua capacidade tem sido alargada para aguentar mais. A dor não é tolerável, mas também não lhe tira a existência. Ainda que sinta dor, pode pensar; e logo olha ao seu redor. Mas, quanto mais olha... mais vê trevas e escuridão. Em sua vida passada aprendeu que depois de olhar por um tempo na escuridão seus olhos iam se acostumando e podia ver algo de luz. Isso lhe mostrava o que estava ao seu redor. Ele então pisca e fixa bem a atenção dos seus olhos tentando ver algo, mas acha somente trevas. São trevas que parecem grudar nele, como lhe apertando, lhe oprimindo. Vendo que as trevas não vão embora, ele tenta tocar algo, sentir algo sólido a sua volta... Procura paredes, rochas, árvores, cadeiras; estica suas pernas tentado estar quieto sobre algo sólido. Nada! Procura sentir o chão, e nada...

O inferno é um "abismo", sem fundo. O novo morador, porém, não aprende rápido. Pouco a pouco vai crescendo o pânico, chuta com as pernas e move os braços procurando algo. Mas não acha nada. Depois de muitas tentativas, pára, cansado, suspenso na escuridão. Mas não está quieto. Está sempre caindo no abismo sem fundo. Ali vai, sozinho, numa queda sem fim, inseguro pela ausência de superfícies. Incapaz de tocar um objeto sólido que transmita estabilidade. Chora... geme... range os dentes de ira. Olha para si e se acha tão cansado que não move mais uma parte de si...
Seus gemidos fazem eco na escuridão, e logo se volvem débeis por tantos rugidos que há no inferno.

Enquanto o tempo parece nunca passar, de novo faz o que fez o homem rico. Ele tenta pensar. Lembra da terra, tenta achar esperança, mas a dor nem deixa que ele se concentre. Na terra, quando as coisas iam mal ele sempre achava uma saída. Se sentia dor, tomava um calmante, Tendo fome, comia. Se tinha sede, bebia. Se perdia um amor, sempre podia achar outro amor. Procura, então, achar na mente uma base para elaborar um plano que faça renascer a esperança no seu coração. Logo, pensa: "Jesus é um Deus de amor, Ele vai me tirar daqui". Começa então a gritar, com urgência: "Jesus, Jesus! Ajuda-me, me tira daqui!" Espera, respirando fundo. O som de sua voz perdeu-se nas trevas e não se ouve mais. De novo, ele tenta: "Jesus, Jesus! eu creio! me salva disto!" De novo, as trevas calam a sua voz.

Este pecador não é o único: todos os que estão no inferno acreditam agora, mas não serão salvos. Sendo milhões e milhões de pessoas, sentem-se cada um sozinho, como sendo o único habitante do inferno... Lembra-se então dos apelos, dos conselhos, tenta esquecer a dor, mas o pensamento lhe diz: Isto é para sempre!!!
Jesus usou a palavra "sempre" para falar tanto do Céu como do Inferno. "Para sempre", pensa o condenado, e sente de novo a dor. "Para sempre", fala como não acreditando. A idéia de "para sempre" se alarga, fica profunda. Uma horrível verdade aparece na sua cabeça: "quando eu tiver passado dez mil séculos de tempo aqui, ainda não terei nem um segundo a menos de castigo, nem um segundo a menos para passar aqui". Horrorizado, aprende que no inferno não existe o fator tempo e que suas lembranças estão sempre lhe dando pesadelos.

Tal como o rico pedia um pingo de água, assim também o novo morador do inferno tenta se entreter com esta simples ambição. Estando vivo, aprendeu que até as piores coisas podem ser suportadas se há algum alívio temporal. Mas vê que no inferno...
"a fumaça de seu tormento sobe pelos séculos dos séculos, e não tem descanso algum, nem de dia nem de noite" (Apoc 14:11).

Sem descanso dia e noite, pense nisso.
A idéia de que alguém possa passar toda a eternidade sofrendo de tal forma nos impressiona fortemente... Parece que viola a sensibilidade do mais severo juiz que possa existir em nosso interior. Simplesmente não podemos suportar o fato de só dedicar mais tempo a pensar nisto.

É, amigo, mas nossos pensamentos sobre o inferno nunca serão tão cruéis como a realidade dele mesmo. Devemos entender esta verdade bíblica e ter certeza de que ela nos afeta. Talvez, olhando de perto para ela, mudemos nossa forma de ver o pecado e levemos mais a sério nossa vida cristã.
adailcampelo@hotmail.com

Sinceridade não basta.

Eu posso ser sincero, mas posso estar errado. Isto é verdadeiro e não podemos de forma alguma contrariar esta afirmação.

Quando o "Zé" foi atravessar a estrada de ferro, acreditou sinceramente que não houvesse um trem por perto. Caso contrário, não teria perdido a sua vida naquele instante, esmagado pelo trem.

Numa determinada cidadezinha do interior, um médico receitou sulfato de bário para um paciente. Ao aviar a receita, o farmacêutico, por engano, trocou-o por sulfito de bário. A diferença entre os dois nomes é de apenas uma letra. O primeiro é utilizado para fins medicinais, e o segundo é um veneno mortal. O pobre paciente tomou o remédio trocado - e morreu. Evidentemente o farmacêutico usou de sinceridade ao aviar a receita, pensando ter dado o remédio certo. Mas em casos de vida ou morte, não é suficiente apenas ser sincero. É preciso ter certeza!

Veja bem, amigo, por mais sincero que você seja, se estiver acreditando numa coisa errada, isto não lhe salvará. E é muito pior crer numa coisa errada do que tomar um veneno mortal. Para este, felizmente, pode ser encontrado um antídoto.

Dizem por aí certo ditado enganoso: "Não importa em que você creia, desde que seja sincero". Isto, provavelmente, parte do pressuposto de que todas as religiões são boas - desde que seguidas com sinceridade - e todas têm como destino o Céu. Mas a coisa não é bem assim!

Se você conhece um pouquinho de Bíblia, sabe que o apóstolo Paulo, além de zeloso, era muito sincero quando perseguia os cristãos. Mas ele precisava de um novo coração, um novo nascimento espiritual. Por mais zelo que tivesse, e por mais sincero que fosse, se não mudasse de vida, se não tivesse tido um encontro com Jesus, teria perdido a sua alma no fim.

As cinco virgens néscias eram muito sinceras quando foram assistir a um casamento. Elas até imploraram ao Noivo: "Senhor, senhor, abre-nos a porta!" A resposta que elas ouviram de dentro foi: "Em verdade vos digo que não vos conheço" (Mateus 25.1-13).

Os profetas de Baal estavam sendo totalmente sinceros quando clamaram a seus deuses para consumir o sacrifício com fogo - tão sinceros, inclusive, que chegaram a cortar-se com facas e lancetas, até o sangue escorrer, mas não obtiveram qualquer resposta de seus deuses (1Reis cap. 18).

Também os idólatras são muito sinceros quando adoram as suas imagens de gesso, pau e pedra. Os faquires hindus que fazem longas peregrinações, ou se deitam por anos em camas de pregos; e todos os que tomam banhos nas águas "sagradas" do rio Ganges, também são sinceros. Os muçulmanos que param todos os seus afazeres cinco vezes ao dia e caem de joelhos onde quer que estejam e fazem suas rezas a Alá; também eles são muito sinceros, mas sem o Salvador Jesus Cristo estão todos perdidos.

Agora, um aviso aos "evangélicos de carteirinhas". Jesus deixa bem claro:

"Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus" (Mateus 7.21).

Muitos acreditam que têm um lugar reservado no Céu porque nesta vida estão profetizando no nome do Senhor, expulsando demônios em Seu nome, e fazendo "grandes" obras com sinais e "maravilhas" que não existem na Bíblia. Mas Jesus dirá naquele dia àqueles que têm suas "unçãos" estranhas e estão engordando cada dia mais: "Nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade!" (Mateus 7.23).

Seja sempre sincero, mas esteja com o certo e verdadeiro - O JESUS DAS ESCRITURAS.
E não seja mais um religioso, seja um crente em Jesus.
adailcampelo@hotmail.com

sábado, 28 de agosto de 2010

Visão, Salvação.

Deus seja louvado, somente a Ele, toda honra, toda glória, e todo louvor, para hoje e sempre. Amém!



"... unjas os teus olhos com colírio, para que vejas"

.
A nossa fé em Deus subsiste pela unção do Espírito Santo, e temos a certeza que ainda há homens que falam a verdade bíblica sem medo algum; e jamais será uma afronta, mas uma obrigação, lançarmos luz sobre as trevas;


Infelizmente, as trevas têm coberto grande parte da classe pastoral ou dos que estão a frente do rebanho de Deus, pois, estão tendo seus olhos untados pela ganância e pela sofreguidão e cobiça do poder.


E é neste sentido que, nos é necessário, conforme exortação do apóstolo Paulo, "fala o que convém à sã doutrina" [Tito 2].


O que tem trago "morte" a uma grande parcela dos que se dizem ser de Deus, é a TV, em seus muitos patéticos programas evangelísticos, e melhor ainda, em ser religioso, achando que, por ser um frequentador assíduo de uma denominação, estará isento da ira vindoura...


Alguns, ainda, no disparate, acreditam na salvação através de sua denominação (ou instituição religiosa com nome de igreja), porque, nestes locais encontramos por certo diversas doutrinas, como a da aparência, porque, todo caminho do "homem é reto aos seus olhos, mas o SENHOR sonda os corações" [Provérbios 21.2];


Como o engodo de achar que salvação está ligada as boas obras e caridade, acreditando que, para entrar no Reino de Deus, basta ajudar aos necessitados; a Palavra de Deus nos recomenda sim, amar ao próximo, é dever ajudá-los com nossas dádivas, no entanto, não podemos considerar isto como critério a salvação;


Assim, não é frequentar denominação (ou instituição religiosa com nome de igreja) ou fazer boas obras, que chegar-se-á a salvação, pois, a graça de Deus é que nos salvou, um favor não merecido; foi Cristo crucificado em nosso lugar, que nos trouxe salvação. Aleluia!! Por isso, toda honra e toda glória e todo louvor a Ele.


" Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie" [Efésios 2];


Favorável a preservação ou restauração da saúde espiritual, é entender que toda a humanidade é gerada em Adão, e, pois, por conseguinte, "todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus" [Romanos 3.23]; mas, o SENHOR por Sua infinita misericórdia, nos afirma que para restabelecer a comunhão com Deus [João 17.22], necessitamos renascer de novo, a exemplo de Nicodemos [João 3], precisamos ser gerados da Água (Palavra) e do Espírito (Deus).


É necessária e urgente a rejeição de qualquer doutrina alheia a Palavra de Deus, e ouvindo, aceitar o evangelho de Cristo, arrependendo-se;


Crer na mensagem anunciada, a salvação na pessoa de Jesus, é morrer com Cristo, e ser sepultado, biblicamente falando, batizado na morte de Cristo, o verdadeiro e único batismo para a salvação ["Um só Senhor, uma só fé, um só batismo;" – Efésios 4.5], para ser possível cumprir a lei de Deus: "a alma que pecar, essa morrerá".


Portanto, o novo homem é justificado não por obras (participar e frequentar denominações, guardar o sábado, fazer caridade, ser da descendência de Abraão, guardar doutrina criada pela denominação ou dízimos, por tipos de roupas e costumes, e mais uma infinidade de imposições humanas como obras religiosas), mas, porque ao ser gerado por Deus em Jesus Cristo, o novo homem tornar-se-á participante do corpo e do sangue de Cristo [João 6.54-56], sendo assim, criado em verdadeira justiça e santidade [Efésios 4.24], compartilhando da natureza divina.


Fraternalmente, irmão James.

Religião é um barco furado.


"Espere aí, que negócio é esse? O que é que esse crente quer dizer com isso?"
A religião, meu amigo, tem levado muitas pessoas não para o céu mas para o inferno. Não importa se você está achando esta palavra muito dura; a realidade é que isto é a pura verdade, senão vejamos os fatos:
Sempre ouvimos de muitas pessoas a afirmação de que "o homem precisa de uma religião" ou "toda religião é boa, desde que se fale em Deus", e coisas desse tipo. A maioria dos homens e mulheres vive, direta ou indiretamente, presa a uma religião e procura sempre acomodar-se na mesma como tábua ou "barca da salvação".
Pelo que vemos, todo mundo tem religião. A verdade é que o homem é religioso por natureza. Mas também devemos acrescentar outra verdade: o diabo também é religioso, e mantém as pessoas escravizadas à religiosidade e ao pecado. Certamente você deve conhecer pessoas que vivem com o "terço" na mão, os lábios balbuciando, constantemente na igreja rezando, e com a língua maior que um trem. Religiosidade sempre leva à hipocrisia.
Mas o que diz a Bíblia sobre religião? Bom, primeiramente temos que saber que a Bíblia (que é a Palavra de Deus) não tem "plano de religião" para o ser humano. Jesus nos diz que Ele é "o caminho, a verdade, e a vida" (João 14.6). Ele poderia ter dito: "Eu sou a religião", mas não disse isto.
Jesus também nos diz: "Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância" (João 10.10). Ele poderia ter dito: "Eu vim para tenham religião", mas também não disse isto.
A palavra "religião" no Novo Testamento, originariamente escrito em grego, é treskeia, conforme citação em Tiago 1.27 e Atos 26.5. E olhe que Tiago estava combatendo o falso aspecto externo de "cultos", em detrimento de uma adoração verdadeira a Deus. E por força da versão da Vulgata, usou-se a palavra religio em latim, e em português - religião.
Quando fazemos uma pesquisa apurada e histórica sobre "Religião", a mesma está associada ao MEDO, à INSEGURANÇA, e às SUPERSTIÇÕES.
Por isso, podemos afirmar que RELIGIÃO não expressa o conteúdo da fé cristã. Por essa e por outras razões, é que demos o título desta mensagem "RELIGIÃO É UM BARCO FURADO". Por isso, não entre nessa furada!
Milhões de pessoas no nosso país "têm religião", mas não têm a experiência pessoal da salvação (elas até nos dizem que nós não podemos afirmar que somos salvos, e usam sempre a conhecida expressão - "se Deus quiser"). A religião tem sido uma embromação ou embrulhação. As pessoas se escondem na "religião" e vão vivendo a "vidinha" de qualquer jeito, sem nenhum compromisso com Deus.
Milhões de pessoas no nosso país "têm religião", mas não têm Jesus Cristo como Salvador pessoal, numa singular experiência de salvação, ou encontro com Deus.
Agora perguntamos a você, amigo: o que fará a sua "religião" na hora de sua morte? Sua religião é daquelas que dizem: "quando eu morrer não sei para onde irei"? Ou sua "religião" é daquelas que dizem: "eu não posso afirmar que estou salvo"?
Se a sua situação é essa, você apenas está confirmando que "religião é um barco furado". Ou seja, você está se afundando cada vez mais e não sabe onde se segurar. Você precisa de alguém para lhe socorrer, para lhe salvar do naufrágio moral e espiritual, e esse alguém é JESUS. Ele ama você e quer lhe fazer salvo, seguro e feliz.
Note bem este detalhe: jamais falamos de religião ou de igreja às pessoas que nos ouvem, mas somente de JESUS (o Jesus da Bíblia). Saiba que quando Ele esteve pessoalmente aqui nesta terra, os que mais combateram e resistiram a Ele foram exatamente os religiosos (fariseus, saduceus, herodianos, essênios, etc.). JESUS não está querendo fazer-nos religiosos, mas OBEDIENTES, CONTENTES, SATISFEITOS, RAÇA ELEITA, SEPARADOS PARA DEUS.
E ainda há vaga para muita gente.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Quando Jesus voltará? Aos que se frustram achando que a vinda de Jesus está demorando.


http://www.prophecyinthenews.com/

Um telespectador, Jerry, pergunta sobre uma possível frustração dos ouvintes que seguem o programa Prophecy in the News há vários anos, pela não efetivação da vinda do Senhor até agora. Ele fala de um sentimento de "Até quando, Senhor? O quanto mais é necessário que as coisas piorem para que a segunda vinda aconteça?".
E pergunta se os próprios apresentadores do programa não estariam também frustrados.
Gary diz que a maneira de combater eventual frustração tem sido, para ele e J.R., acompanhar o desenvolvimento da situação em Israel. Estamos vendo os inimigos de Israel se agrupando para atacá-lo, exatamente como predito.
Quanto a uma deterioração na situação atual, ele mostra o quanto as pessoas do mundo estão assustadas com as condições atuais e com o que vem pela frente: catástrofes, mudanças climáticas que ameaçam a produção de alimentos, fomes, guerras... A própria NASA está advertindo para as conseqüências gravíssimas que poderão decorrer das tempestades solares, que podem nos levar a uma vida com pouco ou nenhum suprimento de eletricidade (ou seja, uma vida primitiva)... Há uma longa lista de motivos de preocupação.
Gary vê em tudo isto as profecias do Senhor que falam sobre as "dores de parto".
Menciona também a afirmação de que, quando disserem: "Há paz e segurança, então lhes sobrevirá repentina destruição". Isto tanto se refere ao mundo como a Israel (inclusive, foi o exato slogan de campanha de Netanyahu há anos atrás).
Ressalta ainda que a vinda do Senhor será súbita, pois Paulo diz aos Tessalonicenses que o Dia do Senhor (os sete anos de tribulação) virão como o ladrão de noite, e faz uso também da expressão de Jesus: dores de parto.
Não há aviso imediato da chegada do dia do Senhor, mesmo vendo-se os sinais que estamos testemunhando.A palavra repentina, em grego tem o conteúdo de "súbita, sem nenhum tipo de aviso".
Observando Israel e os demais sinais dos tempos, Gary diz sentir-se confortado e estar seguro de que muito em breve ouviremos a voz do Senhor chamando-nos para cima.

sábado, 14 de agosto de 2010

Os Judeus na história da humanidade. Israel é o ponteiro no relógio mundial de Deus!

Que quer dizer:
"ISRAEL É O PONTEIRO NO RELÓGIO MUNDIAL DE DEUS"?

O texto abaixo explica um pouco a frase acima, que eu gosto de usar. Notem que o texto abaixo tem pesquisa até 2006. De 2006 para 2010 Israel já se salientou muito mais nas notícias mundiais. E existem muito mais Judeus famosos na história mundial, o irmão Adail citou apenas alguns deles. Esse é o povo formado por Deus. Israel é a menina dos olhos de Deus. Olhem para Israel, porque os próximos acontecimentos mundiais estarão todos em conexão com esse povo.

OS JUDEUS NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE
Recentemente, procurando despertar a curiosidade de um amigo para os mistérios das profecias bíblicas, aproximei-me dele e perguntei-lhe:

- Quem é o apresentador de televisão e empresário mais popular do país?
- O Silvio Santos – respondeu meu amigo imediatamente.
- E a mais popular loja de venda de eletrodomésticos e móveis?
- As Casas Bahia.
- E o cineasta mais famoso do mundo? Todos seus filmes são cheios de efeitos especiais e histórias cativantes?
- Steven Spielberg.
- E o homem considerado o maior cientista do mundo?
- Albert Einstein.
- E o mágico mais famoso do mundo, bastante conhecido na década de 90, e que veio, inclusive, ao Brasil?
- David Copperfield – respondeu meu amigo, depois de pensar um pouco.
- E quem é o super-herói mais popular de todos os tempos?
- Com certeza é o Superman.
- Sim. Gerações passam, outras chegam, mas esse herói nunca perde o carisma. Os analistas acham muito esquisito tanta gente gostar de um super-herói que usa um uniforme ridículo, parecendo um papagaio enfeitado. Continuando. Cite outros heróis populares...
- Homem-Aranha, Hulk, Batman, X-Men, Quarteto Fantástico, etc. O que você pretende com essas perguntas?
- Você imagina o que eles têm em comum?
- A fama. Estou certo?
- Não.Há algo mais. Algo que tem deixado os estudiosos perplexos. Todos esses personagens que acabamos de citar são judeus. Por exemplo, o criador e dono das Casas Bahia, Samuel Klein, é um judeu que fugiu do Holocausto.
- O que?
- Sim, judeus, descendentes diretos de Jacó, filho de Isaque, filho de Abraão. Em outras palavras, os irmãos de sangue de Jesus.
- Incrível! Mas como entram na história o Superman, o Batman, o Homem-Aranha e os outros super-heróis?
- Dois judeus (Jerry Siegel e Joe Suster) criaram o Super-Homem; um judeu, Bob Kane, criou o Batman; Stan Lee, o mais famoso autor do mundo dos quadrinhos também é judeu, e é o criador do Homem-Aranha, Hulk, X-Men, Quarteto Fantástico, Demolidor, etc. E tem mais: O Capitão América (tão conhecido como os outros heróis) foi criado por dois judeus, Joe Simon e Jack Kirby.
- Quer dizer que o Superman é “primo” do Hulk, do Homem-Aranha, etc.? Que coisa esquisita! Qual a explicação para isso? Esses autores judeus são gênios?
- Não, há algo mais por trás. Recentemente a revista VEJA publicou uma reportagem sobre o mistério da genialidade judaica, e citou que, dentre 700 prêmios Nobel, 140 foram dados para os judeus. Como se sabe, o prêmio Nobel é o mais famoso prêmio dado aos cientistas do mundo todo, todos os anos, premiando quem fez alguma descoberta importante nas áreas da medicina, física, química, e ainda na literatura, economia e em prol da paz mundial. Os judeus já ganharam 52 prêmios Nobel em Medicina, 45 em Física e 28 em Química. Considerando que os judeus são apenas 0,2% da população mundial, isso é impressionante.
- Rapaz, eu nunca tinha pensado nisso. E por que é que o mundo odeia tanto os judeus, por que eles são tão discriminados?
- Só há um lugar onde podemos encontrar as respostas: NAS PROFECIAS BÍBLICAS.
- Profecias? O que isso tem a ver?
- Quer aceitemos ou não, a Bíblia diz que um dia os judeus irão governar o mundo, como príncipes, no tempo em que Jesus Cristo estiver visivelmente reinando sobre a terra, a partir de Jerusalém. Os judeus, também conhecidos como filhos de Israel, tem sofrido mais do que os outros povos, no decorrer da História. A história de Israel durante quase toda a Era Cristã está recheada de massacres, perseguições e ódio. Basta citar o Holocausto na Segunda Guerra Mundial, quando Hitler ordenou a morte de 6.000.000 (seis milhões) de judeus nas câmaras de gás e campos de concentração.
- E tudo isso foi predito na Bíblia?
- Sim. Eu poderia citar centenas de versículos que contam, com até 3.000 anos de antecedência, toda a história dramática dos judeus. Até agora nenhuma palavra tem deixado de se cumprir.
- E o que as profecias falam sobre o destaque dos judeus na história do mundo?
- Preste atenção – abri a Bíblia e mostrei as mais conhecidas passagens sobre os judeus, as profecias mais claras, que tem se cumprido ao pé da letra.
- Impressionante! – Disse meu amigo, minutos depois – E o que vem pela frente?
Entreguei a ele vários textos, dizendo:
- Leia com cuidado e tire suas conclusões. Depois a gente conversa mais.

Pelo pouco que leu até aqui, o que você acha? Enquanto pesquisava sobre este tema, me surpreendi várias vezes. Deixe-me citar alguns poucos exemplos:
Eu estava lendo uma entrevista com Gary Gasparov, considerado o Rei do Xadrez, e ele mesmo afirmou que, apesar da fama, era discriminado por ser judeu. Estudando a história de Harry Houdini, considerado o Rei dos Mágicos, o homem que inventou a maioria dos truques envolvendo fugas impossíveis, descobri que também era judeu. Kevin Mitnik, considerado o Rei dos Hackers (= espécie de gênios em computador), e, por ter invadido vários sistemas do governo americano e do resto do mundo, passou cinco anos preso. Ele é judeu. Mais recentemente, a revista VEJA fez outra reportagem sobre hackers e mostrou o rosto de um adolescente de 18 anos (Ehud Tenebaum), que foi preso em Israel por ter invadido mais de 200 sistemas de segurança, inclusive, o Pentágono. O título da reportagem era: O REI DOS HACKERS. Ou seja, o título de rei dos Hackers passou de um judeu (Mitnik) para outro judeu (Tenebaum). Coincidências?

DEUS PROMETEU A ABRAÃO QUE SUA DESCENDÊNCIA SERIA TÃO NUMEROSA COMO A AREIA DO MAR - “Então o anjo do Senhor bradou a Abraão pela segunda vez desde o céu, e disse: Por mim mesmo jurei, diz o Senhor, porquanto fizeste isto, e não me negaste teu filho, o teu único filho, que deveras te abençoarei, e grandemente multiplicarei a tua descendência, como as estrelas do céu e como a areia que está na praia do mar; e a tua descendência possuirá a porta dos seus inimigos.” (Gênesis 22.17). O Mar, na linguagem profética simboliza as nações, e a areia é Israel. Assim como a areia regula o mar, Israel (isto é, o povo judeu) tem regulado o destino das nações.

A BÊNÇÃO E A MALDIÇÃO - Em Israel havia (e há) dois montes: Gerizim (de onde Moisés pronunciou as BÊNÇÃOS) e Ebal (de onde eram pronunciadas as MALDIÇÕES). As profecias mostram que os judeus têm trazido bênçãos e maldições para a Humanidade. Por que isto? Porque eles são usados como instrumentos do juízo de Deus contra as nações. Não é fácil entender isso.

a) A maior bênção do mundo veio por meio do Judeu JESUS; uma das grandes maldições da humanidade veio por meio de um judeu (Karl Marx), que pregou o ATEÍSMO e trouxe o pensamento COMUNISTA, responsável pela morte de mais de 85 milhões de pessoas.

b) Um judeu é considerado o homem mais inteligente do mundo (Albert Einstein, que descobriu, inclusive, os segredos da Bomba Atômica); o judeu Teller descobriu os segredos da Bomba de Hidrogênio. Outro judeu, Robert Oppenheimer também é considerado um dos “pais da bomba atômica”. Considerando que a bomba atômica é a arma que faltava para que as profecias de destruição total fossem cumpridas, não é de admirar que os judeus tenham contribuído para isso, já que os profetas dizem que DEUS USARÁ ISRAEL COMO JUÍZO CONTRA AS NAÇÕES!

É INCONTESTÁVEL QUE OS JUDEUS TEM REGULADO O DESTINO DAS NAÇÕES – E TRAZIDO BÊNÇÃOS PARA A HUMANIDADE - MAIS BÊNÇAOS DO QUE MALDIÇÕES, DIGA-SE!

a) - O judeu Steven Spielberg é o maior cineasta do mundo, mestre dos efeitos especiais e dos filmes grandiosos; o judeu Albert Sabin inventou a vacina contra a poliomielite.

b) Arthur Solomon Loevenhart, um judeu, foi um dos responsáveis pelos medicamentos contra a sífilis; um judeu (Selman Abraham Waksman) descobriu a estreptomicina em 1944, valorosa no tratamento das tuberculoses.

c) Um judeu (Siegried Marcus) criou o motor a gasolina, e outro judeu descobriu a anestesia. Um judeu (Dr. Dittel) criou a cirurgia que faz a extração de cálculo renal.

d) Sigmund Freud, considerado o pai da Psicanálise, foi outro judeu que mudou (na verdade, revolucionou) o pensamento do mundo.

A LISTA É GRANDE

a) O MAIS FAMOSO MÁGICO DO MUNDO ERA JUDEU - Não existem dúvidas de que Harry Houdini é o mais famoso mágico da história. Sua habilidade em escapar de situações de extremo risco e de fazer o impossível o tornou uma lenda em sua época. Ainda hoje seus feitos são admirados e imitados por mágicos do mundo inteiro! Seu verdadeiro nome era Erik Weisz, mágico americano, de origem judaica, nascido na Hungria. Mestre do escape, famoso pela habilidade com que se livrava dos receptáculos que o encarceravam, como cofres, malas e ataúdes. Mais tarde, David Copperfield, outro judeu, se tornaria um mágico respeitado mundialmente. E ele também se especializou na arte de escapar das armadilhas mais incríveis. Será que isso não é uma profecia simbólica mostrando que é impossível prender Israel?

b) O profeta mais polêmico da Humanidade, Nostradamus, era judeu. JERRY LEWIS, um dos maiores comediantes do mundo, era judeu. HENRY KISSINGER, o maior estadista americano, conselheiro e assessor de vários presidentes americanos, é judeu. SILVIO SANTOS (ou SENOR ABRAVANEL), o apresentador de televisão mais conhecido do Brasil, é judeu.

c) Os judeus também têm uma habilidade especial na arte do riso. Apesar de ser um povo muito perseguido e humilhado, deram origem a centenas de humoristas, alguns dos mais famosos do mundo. Exemplos: Os Três Patetas e os Irmãos Marx inspiraram todos os humoristas da atualidade, especialmente aqueles que fazem humor envolvendo quedas no estilo vídeo-cassetada. Os trapalhões (nosso saudoso quarteto brasileiro) se inspiraram nos humoristas judeus.

d) BARBRA STREISAND (famosa cantora americana), WOODY ALLEN (cineasta americano), SEINFIELD (comediante americano), MEL BROOKS (comediante americano), NOAM CHOMSKY (escritor americano), IRVING BERLIN, STRAUSS, MENDELSSON, SERGE GAINSBOURG, ENSENBERG, HOWARD STERN, KUBRICK, etc. Todos judeus, que tem influenciado a história do mundo. Alguém declarou que “dos judeus vem grande parte do talento e da alegria do mundo”.

e) Mais judeus famosos: Isaac Asimov (escritor e filósofo americano sobre ciência e cosmologia); Benjamin D'israeli, Chaim Weizmann, Ben Gurion, Alfred Dreyfus, Clarice Lispector (escritora brasileira), Franz Kafka, escritor tcheco, José Goldemberg (político brasileiro), Kirk Douglas (ator americano), Leonard Bernstein (maestro), Maimonides, Menahem Begin, Marc Chagall (pintor), Olga Benário (Militante Comunista deportada pelo Governo Brasileiro para a Alemanha, onde morreu em um Campo de Concentração. Seu grande crime: ser judia), Os Rothschild (magnatas), Theodor Herzl (criador do movimento sionista), Arnaldo Niskier (O Primeiro Imortal Judeu da Academia Brasileira de Letras e seu Presidente), Marcel Proust (conhecido como escritor francês. Apontado por muitos como o maior - e mais influente - escritor do século XX), Leon Eliachar (Escritor brasileiro), Saul Bellow (prêmio Nobel em literatura), etc.

O MUNDO TENTA ENTENDER A GENIALIDADE JUDAICA

a) HÁ UMA EXPLICAÇÃO LÓGICA? Desde seu lançamento, em 1901, o Prêmio Nobel já foi conferido a 700 personalidades - 140 delas judaicas. É uma estatística que impressiona: os judeus são, hoje, um grupo de 16 milhões, num planeta habitado por 6 bilhões de pessoas. Mas são responsáveis por grande parte das grandes novidades cientificas do século.

Recentemente, a revista VEJA, Edição 1909 (15 de junho de 2005) trouxe uma matéria que tentava explicar a genialidade dos judeus – isso está sendo até tema de debates universitários! A reportagem afirmou que: “Testes realizados com asquenazes, como são conhecidos os judeus originários da Europa Central e Oriental, constataram que a porcentagem dos que tinham QI acima de 140 pontos era cinco vezes maior do que entre o restante da população européia.” Os especialistas afirmam que o analfabetismo é inexistente entre os judeus. Como um povo tão pequeno consegue gerar tantos super-homens intelectuais?

b) QUAL O SEGREDO DE TANTA GENIALIDADE? Você sabia que dentre os 20 melhores violinistas da História, 15 são judeus? Foi o que declarou a revista VEJA em 28 de outubro de 1998. Uma estatística recente divulgada numa revista Cristã (Noticias de Israel, Janeiro de 2006), afirma que: “Israel é líder mundial no número de cientistas e técnicos profissionalmente ativos. Para cada 10.000 habitantes há 145 desses profissionais altamente qualificados na ativa, enquanto nos Estados Unidos a proporção é de 85, no Japão mais de 70 e na Alemanha menos de 60.” Qual a explicação? A revista NEWSWEEK (revista semanal americana) de 9/11/1998 trouxe uma matéria de capa, onde mostrava Tel Aviv (uma das principais cidades israelenses) como UMA DAS DEZ CIDADES LIDERES EM ALTA TECNOLOGIA NO MUNDO. Israel tem se destacado principalmente na área da Informática (não é a toa que os maiores Hackers do mundo são judeus – até nisso eles são os melhores!).

c) LIDERANÇA ISRAELENSE EM VÁRIAS ÁREAS – Vejam um resumo daquilo que Israel tem feito de bom e que tem chamado a atenção do mundo – é fato que cientistas de vários paises costumam visitar Israel para se impressionarem com a criatividade israelense.

- Uma empresa israelense desenvolveu um exame de sangue que permite diagnosticar ataques cardíacos por telefone.
- Uma equipe de pesquisadores israelenses descobriu que as metástases cancerígenas desaparecem quando expostas a uma combinação de quimioterapia com estímulos elétricos.
- Em Israel foi desenvolvido o primeiro sistema de segurança de vôo para aviões cargueiros e de passageiros contra ataques com mísseis.
- Pesquisas israelenses provaram que muitas coisas que se escondem sob a superfície terrestre podem ser detectadas através de satélites no espaço.
- Em relação à população mundial, Israel tem o maior índice de pessoas com diploma universitário.
- Em Israel são produzidos e publicados muito mais trabalhos científicos que em qualquer outra nação, numa proporção de 109 por 10.000 cidadãos israelenses. Israel também detém o maior índice per capita de registro de patentes.
- Segundo representantes da indústria aeronáutica, Israel desenvolveu o mais seguro sistema de segurança de vôos. O governo americano usa assessoria israelense sobre como lidar com ameaças aéreas.
- Cientistas israelenses desenvolveram o primeiro sistema para detecção de câncer de mama isento de radiação e monitorado por computador.
- A firma israelense Given Imaging desenvolveu a primeira filmadora em forma de cápsula ingerível, que permite o exame do intestino delgado e o diagnóstico de câncer e de disfunções digestivas.
- Cientistas israelenses construíram um novo aparelho que melhora a circulação sanguínea no coração e pode salvar a vida de pacientes com insuficiência cardíaca congestiva. O novo aparelho está sincronizado com as funções mecânicas do coração através de um sofisticado sistema de sensores.
- Para tempos de aguda falta de água, engenheiros israelenses desenvolveram um revolucionário sistema de irrigação, que reduz ao mínimo a água necessária para o crescimento das plantas.
- Israel tem a maior porcentagem per capita de computadores pessoais.
- A tecnologia de chips para o processador Pentium MMX foi projetada pela Intel em Israel.
- O sistema de armazenamento de voz (Voice Mail) surgiu em Israel.
- Um novo tratamento anti-acne foi desenvolvido em Israel: a terapia de luz ClearLight produz luz azul de espectro reduzido isenta de raios ultra-violeta e leva as bactérias da acne a se autodestruirem sem causar danos à pele e aos tecidos adjacentes.
- O primeiro programa antivírus para computadores foi desenvolvido em 1979 em Israel. (Fonte: Revista Noticias de Israel, Janeiro de 2006).

d) E VEM MAIS POR AÍ – Imagine comprar perfumes pela Internet e ainda ter o privilégio de sentir o perfume através do computador? Ficção científica? Parece que não, pois dois cientistas israelenses criaram um processo de codificação onde torna possível a transmissão de odores pelos meios eletrônicos, ou seja, televisão, computador, etc. Em breve isso será muito popular. (Fonte: O Estado de São Paulo - 03/05/2000). Outra noticia recente anunciava que um inventor israelense desenvolveu um sistema para respiração embaixo d’água que retira o oxigênio diretamente da água do mar, eliminando a necessidade de tanques de ar comprimido. Isso foi divulgado no inicio de fevereiro de 2006 nos principais meios de comunicação do mundo.
Qual a razão dessa criatividade israelense?

A MELHOR RESPOSTA ESTÁ NAS PROFECIAS
a) Como um povo tão pequeno consegue gerar tantos super-homens intelectuais? A resposta (como sempre) está nas profecias bíblicas. Deus prometeu a Abraão, que iria engrandecer o seu nome; que os judeus seriam a cabeça das nações e não a cauda; que o mundo ficaria perplexo diante do povo de Israel; que um dia as pessoas das outras nações iriam reconhecer a grandeza dos judeus e que eles seriam até “adulados”. O profeta Zacarias disse:
“ASSIM DIZ O SENHOR DOS EXÉRCITOS: NAQUELE DIA SUCEDERÁ QUE DEZ HOMENS, DE NAÇÕES DE TODAS AS LÍNGUAS, PEGARÃO NA ORLA DAS VESTES DE UM JUDEU, DIZENDO: IREMOS CONVOSCO, PORQUE TEMOS OUVIDO QUE DEUS ESTÁ CONVOSCO.” (Zacarias 8.23). Isso ainda se cumprirá na sua totalidade, quando Jesus estiver reinando na terra, e quando a nação de Israel for oficialmente a rainha das nações.

b) Em Isaias 60, encontramos um vislumbre do futuro de Israel. Atente para as seguintes frases proféticas: “MAS VÓS SEREIS CHAMADOS SACERDOTES DO SENHOR, E VOS CHAMARÃO MINISTROS DE NOSSO DEUS; COMEREIS AS RIQUEZAS DAS NAÇÕES, E NA SUA GLÓRIA VOS GLORIAREIS. (...) E MAMARÁS O LEITE DAS NAÇÕES, E TE ALIMENTARÁS AO PEITO DOS REIS; ASSIM SABERÁS QUE EU SOU O SENHOR, O TEU SALVADOR, E O TEU REDENTOR, O PODEROSO DE JACÓ.” Se hoje os judeus (= que se encontram afastados de Deus) estão causando assombro por causa de sua inteligência e criatividade, imagine quando se voltarem para Deus, no futuro Reino do Messias Jesus!

CONCLUSÃO – Por incrível que pareça o Anti-Semitismo ( ódio e preconceito contra os judeus) tem aumentado no mundo. Se as pessoas soubessem o que Deus pensa sobre os judeus, pensariam mil vezes antes de discriminar um judeu. É perigoso odiar os judeus, pois o MAIOR JUDEU de todos os tempos declarou uma verdade que ninguém pode contestar:

“A SALVAÇÃO VEM DOS JUDEUS” – Palavras de
Jesus em João 4.22
Pesquisado/postado por Adail