Você pode passar a sua vida sem Jesus, mas vai ser terrível morrer sem Ele!!!

Você pode passar a sua vida sem Jesus, mas vai ser terrível morrer sem Ele!!!

Paulo Junior:

Loading...

sábado, 31 de dezembro de 2011

JOÃO 15:12 Leia, reflita, e se possível aplique na sua vida. Você acha que Deus iria se confiar a um tolo?

---------- Mensagem encaminhada ----------
De: JOÃO 15:12 Leia, reflita, e se possível aplique na sua vida

JOÃO 15:12 Leia, reflita, e se possível aplique na sua vida


Tolos

Posted: 16 Aug 2011 01:38 PM PDT

Você acha que Deus iria se confiar a um tolo?

Enquanto estava em Jerusalém, na festa da Páscoa, muitos viram os sinais miraculosos que ele estava realizando e creram em seu nome.
Mas Jesus não se confiava a eles, pois conhecia a todos.
Não precisava que ninguém lhe desse testemunho a respeito do homem, pois ele bem sabia o que havia no homem. (João 2:23-25)

Um tolo é aquele que lê ou escuta a palavra de Deus, como em Lucas 14:26-33 ou Marcos 10:17-30, e não consegue entender que aquilo são as "palavras da vida eterna".

Na Bíblia, um tolo é aquele que segue suas próprias vontades, aquele que diz em seu Coração que "não há Deus" (Salmos 14:1). Um tolo prefere acreditar no evangelho de Billy Graham, Valdomiro Santiago, Silas Malafaia, Edir Macedo, Rick Warren, Testemunhas de Jeová, Espiritismo, etc, etc... do que na verdade que é a palavra de Deus e em qual podemos obter a vida eterna. Um tolo é aquele que se deixa acreditar em um falso evangelho, aquele evangelho disfarçado de palavra de Deus, que engana até os escolhidos. E isso só acontece porque você não faz como os bereanos em Atos 17:11, vai lá e pega a bíblia e confere com as escrituras para ver se o que te falam é mesmo verdade. Um tolo é aquele que é enganado por um falso evangelho. Porque ele é Tolo o bastante pra acreditar em uma mentira.

Um tolo é aquele que acredita que pode obter a vida eterna sem se arrepender verdadeiramente. Diz que não importa o que eu faça, Jesus morreu na cruz e perdoou meus pecados. Mas será mesmo que é assim que funciona? Ele morreu por mim na Cruz então agora eu posso fazer o que bem entender que estou salvo?

Prestem Atenção em Romanos 6:1-8 e 2 Corintios 5:14-17:

Que diremos então? Continuaremos pecando para que a graça aumente?
De maneira nenhuma! Nós, os que morremos para o pecado, como podemos continuar vivendo nele?
Ou vocês não sabem que todos nós, que fomos batizados em Cristo Jesus, fomos batizados em sua morte?
Portanto, fomos sepultados com ele na morte por meio do batismo, a fim de que, assim como Cristo foi ressuscitado dos mortos mediante a glória do Pai, também nós vivamos uma vida nova.
Se dessa forma fomos unidos a ele na semelhança da sua morte, certamente o seremos também na semelhança da sua ressurreição.
Pois sabemos que o nosso velho homem foi crucificado com ele, para que o corpo do pecado seja destruído, e não mais sejamos escravos do pecado;
pois quem morreu, foi justificado do pecado.
Ora, se morremos com Cristo, cremos que também com ele viveremos. (Romanos 6:1-8)



Pois o amor de Cristo nos constrange, porque estamos convencidos de que um morreu por todos; logo, todos morreram.
E ele morreu por todos para que aqueles que vivem já não vivam mais para si mesmos, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou.
De modo que, de agora em diante, a ninguém mais consideramos do ponto de vista humano. Ainda que antes tenhamos considerado a Cristo dessa forma, agora já não o consideramos assim.
Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas! (2 Corintios 5:14-17)

Um tolo acredita que não precisa ser digno de receber a vida eterna como a palavra de Deus diz em Mateus 10:37-39.

Isso significa que Jesus Cristo morreu sim pelos nossos pecados, mas nem todos vão se beneficiar disto, apenas os que se fizerem dignos da vida eterna pelá fé em Jesus Cristo. E sem Fé em Jesus Cristo ninguém consegue cumprir os propósitos da palavra de Deus, e viver como Cristo viveu.

Apenas quem está entregue a fazer a vontade de Deus saberá se o que ele ouve vem de Deus, ou da pessoa.

 Se alguém decidir fazer a vontade de Deus, descobrirá se o meu ensino vem de Deus ou se falo por mim mesmo.
Aquele que fala por si mesmo busca a sua própria glória, mas aquele que busca a glória de quem o enviou, este é verdadeiro; não há nada de falso a seu respeito. (Jõao 7:17-18)

Um Evangelho é verdadeiro e o outro é falso; então uma pessoa será abençoada e a outra amaldiçoada.

Admiro-me de que vocês estejam abandonando tão rapidamente aquele que os chamou pela graça de Cristo, para seguirem outro evangelho
que, na realidade, não é o evangelho. O que ocorre é que algumas pessoas os estão perturbando, querendo perverter o evangelho de Cristo.
Mas ainda que nós ou um anjo do céu pregue um evangelho diferente daquele que lhes pregamos, que seja amaldiçoado!
Como já dissemos, agora repito: Se alguém lhes anuncia um evangelho diferente daquele que já receberam, que seja amaldiçoado! (Gálatas 1:6-9)

E muito do que está sendo pregado por ai, nas "Igrejas" é um evangelho falso, com 80% de verdade, ou menos. Até o veneno de rato é feito com 80% de farinha de milho, e só 20% de veneno. Então não sejam Tolos.

Duas mortes são necessárias para a salvação. A morte de Cristo na Cruz pelos nosso pecados. E a nossa morte para este mundo regido por Satanás, para ganhar a vida de Cristo em nossas vidas. Temos que reconhecer que Jesus o morreu por mim na Cruz, então eu merecia morrer. E assim entrego minha vida, morro para essa vida, por Jesus.

 Trazemos sempre em nosso corpo o morrer de Jesus, para que a vida de Jesus também seja revelada em nosso corpo (2 Corintios 4:10)

 Deus tornou pecado por nós aquele que não tinha pecado, para que nele nos tornássemos justiça de Deus. (2 Corintios 5:21)

Deus nos deu seu único filho como um resgate pelos nosso pecados. Nosso resgate é dar nossa vida, assim como ele fez, para sermos dignos de Cristo. Assim se comprova a sua fé. Isso requer um sacrifício da nossa vida tão real quanto foi o sacrifício de Jesus por nossos pecados (Romanos 6:2-5, já compartilhado acima).

Jesus é o cordeiro de Deus, que redimiu de uma vez por todas os nossos pecados. Como Paulo disse em 1 Corintios 6:17 "Aquele que se une ao Senhor é um Espírito com ele".

Se realmente cremos nele, não como aqueles em João 2:23-25 lá no inicio do artigo, que dizem crer mas Jesus não se confia a eles, pois conhece seus corações. Aqui estou falando de realmente crer, ser um Espírito com Deus, estes são selados com o Espírito Santo.

Nele, quando vocês ouviram e creram na palavra da verdade, o evangelho que os salvou, vocês foram selados com o Espírito Santo da promessa. (Efésios 1:13)

E sendo selados com o Espírito Santo é assim que Jesus pode viver em cada um de nós. E não teremos nenhuma comunhão com os incrédulos.

Não se ponham em jugo desigual com descrentes. Pois o que têm em comum a justiça e a maldade? Ou que comunhão pode ter a luz com as trevas?
Que harmonia entre Cristo e Belial? Que há de comum entre o crente e o descrente?
Que acordo há entre o templo de Deus e os ídolos? Pois somos santuário do Deus vivo. Como disse Deus: "Habitarei com eles e entre eles andarei; serei o seu Deus, e eles serão o meu povo".
Portanto, "saiam do meio deles e separem-se", diz o Senhor. "Não toquem em coisas impuras, e eu os receberei"
"e lhes serei Pai, e vocês serão meus filhos e minhas filhas", diz o Senhor Todo-poderoso. (2 Corintios 6:14-18)

Conseguem entender a Diferença dos Tolos para os que realmente crêem em Jesus Cristo? Que comunhão pode ter entre a luz e as trevas? Que harmonia entre Cristo e Belial?

Como posso me considerar um "crente" ou "cristão" se não estou selado com o Espírito Santo.

Você acredita em um só Deus? Parabéns...até os demonios acreditam (Tiago 2:19)

Se faça essa pergunta. Jesus confia seu Espírito para mim? ou sou como um daqueles que creram em João 2:23-25?

Amados, visto que temos essas promessas, purifiquemos-nos de tudo o que contamina o corpo e o espírito, aperfeiçoando a santidade no temor de Deus. (2 Corintios 7:1)
.

Videos sobre oraçao - Paul Washer.


sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Os limites de Satanás.

---------- Mensagem encaminhada ----------
De: Ricardo Ferreira <ricardo_autogian@hotmail.com>


Para você, que tamanho tem o diabo? É ele tão grande como Deus? Seja honesto consigo mesmo. Nos assuntos cotidianos da vida, no âmago do problema, quem lhe parece ter mais poder? Se você for como a maioria das pessoas que conheço — incluindo a maioria dos cristãos — você dirá com o intelecto, e até com o coração, que Deus é maior que o diabo. Mas as suas ações, e aquela sensação na boca do estômago, alinham-se com o seu intelecto e com o coração?

A maioria das pessoas que conheço dá ao diabo muito mais crédito do que lhe é devido. Realmente elas não entendem o relacionamento que há entre Deus e o diabo. Elas clamam: "Não sou páreo para o diabo. Ele é grande demais para mim. É fortíssimo. É por demais poderoso! Ele é muito . . . muito . . . muito . . . muito ..."

Claro, isso é verdade se você não é crente no Senhor Jesus Cristo. Se ainda vive em seus pecados e nunca experimentou o perdão de Jesus em sua vida, então está combatendo um inimigo maior do que você.

Se, porém, você é crente no Senhor Jesus Cristo, eis o que minha Bíblia diz acerca de sua situação: "Maior é o que está em vós do que o que está no mundo" (1 João 4:4). Quando aplica¬mos em nós essa verdade, podemos dizer confiantes: Aquele que está em mim (Jesus Cristo) é maior do que aquele que está no mundo (o diabo).

Seu Inimigo é Limitado

Deus e o diabo não se acham em planos iguais tentando disputar pela força o domínio sobre sua alma. Muitas pessoas imaginam que Deus está de um lado e o diabo do outro, enquanto elas mesmas estão em algum ponto no meio, sendo puxadas em uma direção ou na outra. De modo geral elas retratam o campo de esportes como plano. Mas esse não é, absolutamente, o caso.

Deus é onipresente. Ele está em toda parte ao mesmo tempo, enquanto o diabo é limitado no tempo e no espaço. 

Deus também é onipotente; ele faz tudo o que desejar fazer. O diabo, porém, não é todo-poderoso. Ele deve operar segundo as regras estabelecidas para ele por Alguém que tem todas as coisas sob seu controle. O diabo só pode operar dentro dos parâmetros que o corpo de Cristo lhe dá.

É de suma importância que você entenda esse ponto. O diabo só tem oportunidade de operar onde você lhe permita que ele o faça. Por isso o apóstolo Paulo disse: "e não deis lugar ao diabo" (Efésios 4:27). Em outras palavras: "Não ofereça ao diabo nenhum espaço em sua vida. Não pendure uma placa "aluga-se" em nenhuma área de sua vida." Se você o fizer, ele se apossará desse território.

Quando você tem em sua vida o poder de Deus, quando Jesus está governando e reinando no trono do seu coração, então aquele que está em você é maior do que aquele que está no mundo. Há, na realidade, pelo menos sete coisas que o diabo não pode fazer.

O diabo não pode invadir o sangue de Jesus.

Há alguns anos recebi um telefonema de alguém pedindo ajuda para outra pessoa. Um homem se havia trancado no quarto dum hotel e depois mandou dizer que se mataria, a não ser que Larry Lea fosse lá conversar com ele pessoalmente. Concordei, pois, em ir vê-lo, e o pastor Sonny Conatser foi comigo.

Ao nos aproximarmos do quarto onde supúnhamos que o homem devia estar, batemos na porta. Não houve resposta. Finalmente verificamos a fechadura da porta: ela estava aberta, de modo que entramos com toda cautela. Não havia ninguém no quarto.

Fui ao banheiro, ainda com todo o cuidado, e nesse momento toda sorte de imagens me passou pela mente. Que iria eu encontrar atrás daquela porta?

Ao entrar no banheiro, verifiquei que a cortina do chuveiro estava fechada sobre a banheira. Quando me aproximei para abri-la, ouvi a porta atrás de mim bater ruidosamente.

Virei-me e dei de cara com um homem que se parecia exatamente com aquele que eu havia imaginado, alguém por nome "Dirty Harry" (Harry Sujo). O homem estava em pé a uma distância de apenas 60 centímetros, naquele pequeno banheiro; media aproximadamente 1,90 m de altura. Usava barba, e tinha na mão esquerda uma embalagem de seis latas de cerveja. Podia ver-se pela aparência de seus olhos que ele estava "alto" com algo mais do que álcool.

Imediatamente o homem abriu a camisa e sacou um revólver magnum 357, e passou a apontá-lo em minha direção. Lançou-me um olhar furioso e disse:

— Hoje nenhum de nós vai deixar vivo este quarto.

E continuou a repetir esta ameaça, como se fosse uma idéia fixa.

É desnecessário dizer que naquele tipo de situação a gente descobre rapidamente qual o tipo de fé que se tem. 

Instintivamente comecei a apelar para o sangue de Jesus, a reivindicar o poder do sangue de Jesus naquela situação, e a apropriar-me do sangue de Jesus sobre minha vida, sobre a de Sonny e sobre a deste homem. Mesmo enquanto o homem vociferava e delirava incoerentemente, declarando-me que eu não sairia vivo dali, comecei a falar à meia-voz: "O sangue de Jesus tem poder e está sobre mim. O sangue de Jesus quebrou o poder do diabo. O sangue de Jesus me protege. O sangue de Jesus cobre Sonny."

Por que usei essas palavras? Porque a coisa número 1 que o diabo não pode fazer é invadir o sangue de Jesus Cristo. O sangue de Jesus já rompeu o poder do diabo, e esse sangue é uma força, um poder que está disponível neste Universo a todo filho de Deus que pede livramento e salvação de toda situação, circunstância ou pecado.

Este homem ignorava o que eu estava fazendo ou dizendo. Ele não tinha a mínima idéia do que estava ocorrendo. Mas, de repente, parou de falar e fixou os olhos em mim, ainda me apontando a arma, como se esperasse minha reação.

Pensei: ó Deus, como seria bom se a Tua Palavra estivesse em minha boca nesse precioso momento. Eu não tinha idéia do que deveria dizer. Porém acreditava que o Espírito Santo estava em mim e falaria por meu intermédio. 

Eu disse algo que até hoje não sei o que foi. Minha boca parecia proferir palavras sem o envolvimento de minha mente. Fosse o que fosse que eu havia dito, o que vi de imediato foi o homem abaixar o revólver e perguntar-me:

— Bem, que é que você quer que eu faça? Olhei para ele e disse:

— A primeira coisa que eu quero que você faça é deitar-se naquela cama —. Não tenho a mínima idéia de por quê eu disse tal coisa. E repeti:

— Deite-se na cama!

Ele saiu do banheiro, encaminhou-se para a cama e deitou-se, ainda segurando a arma. Pensei: E agora, que faço? Disse-lhe:

— Vou orar por você neste momento —. Então comecei a orar:

— Em nome de Jesus, amarro os poderes do suicídio; amarro os poderes da morte; amarro os poderes do homicídio, amarro os poderes da destruição.

Ao dizer essas palavras, sua mão soltou a arma. Olhei para Sonny e disse-lhe:

— Pegue-a!

Sonny não perdeu tempo para fazê-lo. O homem, porém, não movia um músculo sequer, simplesmente continuou ali deitado.

Depois guiei esse homem na oração do pecador, e naquela mesma hora ele aceitou a Jesus Cristo como seu Salvador e Senhor pessoal. Aquilo que teve início como uma hora de morte, tornou-se uma hora de vida. Aquilo que começou como um momento em que os demônios gargalhavam, passou a ser uma hora de regozijo entre os anjos.

Como foi que isto aconteceu? Estou firmemente convencido de que aconteceu porque o sangue de Jesus foi aplicado naquele momento.

Lembra-se da primeira Páscoa, conforme está registrada no livro de Êxodo, quando o anjo da morte foi enviado por Deus a toda a terra do Egito a fim de destruir o primogênito de todo ser vivo? (Veja Êxodo 14.) O único lugar em que o anjo da morte não poderia entrar era nos lares onde o sangue havia sido aplicado nas ombreiras das portas. Hoje contamos com esse tipo de proteção: O diabo não pode penetrar onde o sangue de Jesus é aplicado.
Todos os dias aplico o sangue de Jesus. Digo:

— O sangue de Jesus está sobre todo o meu ser. O sangue de Jesus está sobre minha esposa e sobre meus filhos. O sangue de Jesus está sobre o meu lar. O sangue de Jesus está sobre o meu trabalho. O sangue de Jesus está sobre a minha igreja.

Deixo que as palavras de Apocalipse 12:11 soem em meus ouvidos e em meu coração: "Eles o venceram (ao acusador, que é o próprio diabo) pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do seu testemunho." Louvado seja Deus pelo sangue do Cordeiro e por seu poder em nossa vida!

O diabo não pode causar-lhe dano se você vestir toda a armadura de Deus diariamente, e reivindicar a autoridade que você tem em Jesus Cristo.

A Bíblia diz-nos com toda a clareza em Efésios 6:10-11: "No demais, irmãos meus, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder." Ela diz que quando nos revestimos de toda a armadura de Deus, estamos em posição de "ficar firmes contra as ciladas do diabo".

Você jamais pensaria em sair nu para o trabalho ou para ir à igreja. Nem deveríamos pensar em deixar nossos lares pela manhã sem nos revestirmos de nossas vestes espirituais: cingindo-nos com a verdade; a couraça da justiça cobrindo-nos o coração; calçando os pés com a preparação do evangelho da paz; tendo sobre a cabeça o capacete da salvação; o escudo da fé e a espada do espírito em nossas mãos. Plenamente revestidos desta armadura, podemos erguer-nos em oração contra os dominadores deste mundo tenebroso. (Veja Efésios 6:10-18.)

Somente quando estamos assim vestidos com a armadura de Deus é que nos encontramos em posição de reivindicar Lucas 10:19 para a nossa vida: "Eu vos dei autoridade para pisar serpentes e escorpiões, e toda a força do inimigo, e nada vos fará dano algum."

Essa é a promessa de Deus. Creio, porém, que ela é a promessa de Deus somente para os que decidem ter essa autoridade e poder em suas vidas. Após nos revestirmos da armadura de Deus, podemos declarar: "A injustiça não me governará; as mentiras não me governarão; o medo não me governará; a dúvida não me governará; as imaginações más não me governarão; a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida não me governarão."

Então, quando os dardos inflamados chegarem até nós, declaramos com a palavra de nossa fé em Deus que proferiremos bênçãos ao invés de maldições, palavras de fé ao invés de palavras de dúvida, afirmações a respeito de Jesus ao invés de ceticismo. Declaramos, em todas as circunstâncias que "todas as coisas concorrem para o bem daqueles que amam a Deus" (Romanos 8:28).

O diabo não pode ler a sua mente.

Dissemos que Deus é onipresente e onipotente — que ele está em toda parte e pode fazer qualquer coisa. Devemos reconhecer também que Deus é onisciente. Ele sabe todas as coisas. O diabo, porém, é limitado naquilo que sabe. Ele só sabe o que você diz. Satanás não pode ler a sua mente. Mas ele conhece suas palavras. Assim, cuidado com o que você diz. Creio ser esse o significado de Hebreus 13:15: "Portanto, ofereçamos sempre por meio dela a Deus sacrifício de louvor, que é o fruto de lábios que confessam o seu nome."
Que é que devemos proclamar? Louvar a Deus pelo que Ele está fazendo em nossas vidas. Dar graças ao seu nome pelo que Ele tem feito por nós. Quando? Sempre, continuamente — o que significa todo o tempo.

Há um bom motivo para isto. Não se trata de sermos cristãos despreocupados, dando voltas a esmo todo o tempo, com um ar vidrado nos olhos e um sorriso imbecil no rosto. Deus não nos diz isto para que evitemos um confronto com a realidade da vida. Ele no-lo diz para que possamos enfrentar a vida de frente, com a face erguida, e sair vitoriosos.

Deus quer que andemos em contínuo louvor e em contínua atitude de gratidão porque Ele sabe, e o diabo também sabe, que o reino do espírito opera através de nossas palavras. A Bíblia diz que se com a boca você confessar a Jesus como Senhor, e em seu coração crer que Deus o ressuscitou dentre os mortos, você será salvo. Porque com o coração se crê para a justiça e com a boca se confessa a respeito da salvação (veja Romanos 10:8-9). 

Em outras palavras, sua salvação e minha salvação baseiam-se num processo de dois passos: primeiro, cremos em nosso coração, e, segundo, com a boca confessamos aquilo que cremos no coração.

Não me refiro àquilo a que eu chamaria de "confessionismo" ocioso — a crença segundo a qual tudo o que você desejar, basta dizê-lo e o conseguirá. Refiro-me a uma confissão bíblica da Palavra de Deus.

Quando há fé em seu coração de que Jesus vencerá em determinada situação, de que Jesus será vitorioso, de que você está do lado de Jesus, e de que o diabo será derrotado; quando você proclamar essa fé na forma de louvor a Deus e de ações de graças pelo que ele já fez em sua vida, então os exércitos angelicais serão liberados para servir a você como herdeiro da salvação.

Por outro lado, se em seu coração você crer que Jesus não vencerá, que o diabo é mais forte, que nada que você faça importa; se você divulgar essa atitude na forma de dúvida, desestímulo ou medo, então as forças demoníacas estarão capacitadas a mudar-se para essa área de sua vida a fim de destruí-lo.

O que sai de sua boca não somente ativa a Deus a agir em sua arena, como também ativa o diabo a fazer o mesmo em sua arena. Esse é o motivo por que tantas vezes digo: "Ore muito antes de proferir as palavras!"

Quase ao mesmo tempo em que você está preparado para expressar inadvertidamente um juízo sobre uma determinada questão, ou expressar alguma dúvida ou desgosto, ou proferir alguma outra palavra que revele falta de fé, pare e pergunte a si próprio: Preciso mesmo dizer isso? Peça a Deus que lhe dê antes uma "palavra de testemunho" a respeito dele e a respeito do que Ele pode fazer na situação. Ele o fará! Então, a segunda parte de Apocalipse 12:11 será confirmada: "Eles o venceram pelo san¬gue do Cordeiro e pela palavra do seu testemunho."

O diabo não irá embora, a menos que você o expulse.

Os fariseus certa feita acusaram Jesus de expulsar demônios pelo nome e poder de Belzebu, príncipe dos demônios. (Veja Mateus 12, a começar com o versículo 25) Em outras palavras, eles diziam que o próprio Jesus estava possuído de demônio e que seus milagres eram feitos pelo poder de Satanás que operava em sua vida.

Jesus respondeu-lhes: "Todo reino dividido contra si mesmo acabará em ruína. ... E, se Satanás expulsa a Satanás, está dividido contra si mesmo." E prosseguiu: "Ou, como pode alguém entrar na casa do valente e roubar os seus bens, se primeiro não amarrá-lo, saqueando então a sua casa?" O ponto importante de sua resposta foi este: "Satanás não expulsa a Satanás."

Muito se tem dito nos últimos meses nas redes nacionais de comunicação sobre satanismo e o poder do diabo sobre a vida das pessoas. Mas tenho-me divertido um bocado com o fato de Deus usar os veículos seculares para despertar a igreja a dizer. "Hei, rapazes, a Bíblia é verdadeira."

Quando eu estava no seminário, tínhamos debates sobre se os demônios estavam ou não ativos nos Estados Unidos. Debatíamos se alguém teria o poder de expulsar demônios, se eles de fato existiam. Tudo era mantido no campo da teoria; ignorava-se totalmente o fato que, mesmo enquanto discutíamos a situação, os demônios da dúvida, os demônios da incredulidade, os demônios do ceticismo e os demônios da zombaria estavam impedindo o avanço de muitas pessoas que perambulavam pelos corredores da igreja.

Agora, porém, as pessoas já não perguntam se os demônios são reais — perguntam o que fazer com relação ao problema. Uma coisa é analisar a situação; outra muito diferente é saber como solucioná-la. Se nossa nação quiser sobreviver aos anos vindouros, creio ser necessário que um grupo de pessoas se levante dentro da igreja, pessoas que não somente sejam capazes de reconhecer a natureza demoníaca de muitas situações, mas que saibam o que fazer com os demônios quando elas os encontram. 

Enquanto nos preparamos para derrubar as fortalezas espirituais, jamais devemos esquecer que um demônio não destruirá a si mesmo ou, voluntariamente, abrirá mão de seu território. Cabe a nós — a você e a mim — combater o diabo. Cabe a nós expulsá-lo do território que atualmente ele ocupa. Cabe a nós resistir ao diabo. Lemos em 1 Pedro 5:8-9: "O vosso adversário, o diabo, anda em derredor, rugindo como leão, buscando a quem possa tragar. Resisti-lhe, firmes na fé!" (grifo acrescentado).

Um jovem de MacAlester, Oklahoma, recentemente foi entrevistado num dos programas da rede de televisão. À época de sua entrevista ele estava preso, aguardando sua execução. Quando adolescente havia adorado a Satanás, e o diabo o havia possuído a tal ponto que ele perdera todo o controle consciente sobre suas próprias ações. Ele havia assassinado brutalmente o pai e a mãe enquanto estava no estado de escravidão espiritual.

Porém, depois de ir para a prisão, este jovem nasceu de novo, foi liberto da influência demoníaca e ficou cheio do Espírito Santo. Na entrevista perguntaram-lhe sobre o satanismo, e enquanto estava sentado ali na prisão, aguardando a morte, sua advertência foi vigorosa. Ele insistiu em que nos despertássemos em nosso trato com os demônios a fim de reconhecermos que não podemos aconselhar ou psicoanalisar um demônio, porque ele nos mente todo o tempo.

Esse jovem sabia do que estava falando. Pode-se "dissuadir" uma pessoa de ser possuída pelo diabo. Porém, não se pode "convencer" um demônio a sair voluntariamente. Os demônios não deixam pacificamente uma fortaleza. Eles têm de ser expulsos. Assim, compete aos homens e às mulheres que se dizem filhos de Deus assumir autoridade sobre eles e amarrar o poder que eles têm — e essa tarefa inclui ambos, você e eu.

Nunca me esquecerei do dia em que entrei numa sala onde um grupo de pessoas discutia com um homem possesso. Finalmente, um dos homens agarrou o endemoninhado e gritou com ira: "Diga-me a verdade, seu demônio mentiroso!" Está aí uma coisa impossível! Como pode um mentiroso dizer a verdade? A melhor providência teria sido invocar o sangue de Jesus, proclamar as palavras de fé acerca da autoridade e poder de Jesus Cristo, e expulsar o demônio dessa pessoa, em nome de Jesus.

Satanás não pode impedir que a montanha de suas dificuldades se mova, se você semear a semente da fé e falar a essa montanha.

Devemos fixar em nossa mente, com toda clareza, que o diabo não pode impedir a realização de um milagre que Deus tenciona para nós. Ouço muitas pessoas dizer: "Bem, o diabo fez isto" ou "diabo fez aquilo". Elas dão crédito demais ao diabo.

A Bíblia diz: "Não vos enganeis: Deus não se deixa escarnecer. Tudo o que o homem semear, isso também ceifará" (Gálatas 6:7). Seja o que for que você tenha semeado, você colherá. Não há como fugir disso. O problema não é tanto o que diabo está fazendo, e, sim, que as pessoas não estão semeando as espécies certas de sementes. Uma erva daninha só crescerá onde não tenha sido semeada uma boa planta.

Jesus disse: "Se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá, e ele passará. Nada vos será impossível" (Mateus 17:20). O problema não reside exclusivamente no impedimento do diabo. Reside nas pessoas que não têm fé; que não semeiam a semente de sua fé no lugar certo, na hora certa, guiadas pelo Espírito Santo; que não dizem à sua montanha de problemas: "Vai-te daqui."

Jesus disse que a montanha mudará. Disse que nada será impossível a você. Mas sua mente é do tipo que diz que tudo é impossível — ou que nada é impossível? Será que sua mente diz: "Nada há que eu possa fazer para deter o diabo"? Ou você está plantando sementes de fé, crendo sinceramente que Deus está com você, e falando às suas dificuldades: "Saiam de minha vida, em nome de Jesus"?

O sexto capítulo de Gálatas diz mais: "O que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna. E não nos cansemos de fazer o bem, pois a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido" (Gálatas 6:8-9).

Isso me diz: "Semeia e continua semeando. Continua crendo; continua proferindo palavras de fé — até ao último segundo, quando teu milagre vier a acontecer."

Creio que geralmente há um intervalo de tempo entre o momento em que você lança a semente e o tempo de sua montanha mudar-se. Há um intervalo de tempo entre o plantio de qualquer semente e a colheita, e é durante esse tempo que sua fé será provada. Você não terá de ficar perguntando se a sua semente brotará e produzirá colheita. Não terá de ficar perguntando se realmente a sua montanha se mudará e se lançará no mar. Não terá de indagar quando será a estação própria. 

Entretanto, a Bíblia diz que se você não desfalecer — em outras palavras, se você não desistir — então a colheita certamente chegará, a montanha certa¬mente mudará de lugar e por certo a vitória será sua. Nada de palavras que tragam dúvida. O diabo nada pode fazer para impedir que a vitória aconteça.

O diabo não pode impedir que se cumpram na terra os propósitos supremos de Deus.

Quais são alguns dos propósitos de Deus que o diabo não pode deter, retardar ou obstruir? Primeiro, o diabo não pode impedir que a igreja prevaleça. Enquanto a igreja permanecer em oração e obediência diante do trono de Deus, não importa o que venha a atingi-la, não importa que luta ela enfrente, não importa que erros uma pessoa possa cometer (incluindo o pastor), a igreja prevalecerá. Um dos propósitos supremos de Deus é que a igreja seja triunfante.

Jesus disse: "Sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela" (Mateus 16:18). Que pedra é essa? É uma declaração de fé, de que Jesus é o Cristo, o Filho do Deus vivo. Uma igreja que declare que Jesus é o Cristo, o Filho do Deus vivo é, portanto, uma igreja vencedora.

Anos atrás, em Dallas, um grupo de irmãos de uma igreja local começou a experimentar uma grande ação de Deus entre seus membros. As pessoas eram curadas e salvas, e a igreja começou a crescer. Então o pastor da igreja recebeu um telefonema.

Quem estava na outra extremidade da linha, disse: "Agora, ouça — se você não parar com todo esse negócio de pregar que Jesus pode curar e libertar as pessoas, vamos chutá-lo para fora da cidade." Então o pastor disse consigo mesmo: "Bem, acho que o melhor é acalmar um bocadinho."

Foi o que ele fez, e o Espírito Santo ficou entristecido. A igreja começou a morrer, e finalmente deixou de existir.

Sabe o que aconteceu na mesma ocasião? O irmão Howard Conatser, pastor da igreja batista de Beverly Hills, saiu um domingo de manhã, e disse: "Gente, hoje vamos simplesmente adorar a Deus. Joguemos fora nosso boletim e deixemos que Jesus seja o Senhor da igreja." E começou a orar: "Nem mesmo sabemos como ter uma igreja; nem mesmo sabemos o que é a igreja, Senhor; mas aqui estamos e vamos entregar-nos a ti."

Sabe o que aconteceu? A glória de Deus caiu sobre aquele lugar e o povo começou a adorar. As pessoas ficaram na igreja por três ou quatro horas naquela noite, e ninguém ligava para o horário. A Sra. Barryman, esposa do presidente da junta diaconal, foi curada; Deus começou a convencer as pessoas de seus pecados; e vidas foram transformadas. Essa igreja passou de quatrocentos alunos na escola dominical para mais de quatro mil alunos quase da noite para o dia.

Por quê? Porque Deus está buscando uma coisa somente: um povo obediente que diga: "Queremos tão-somente o que tu queres, ó Deus." Isso é tudo. E quando Deus encontra tal pessoa, ou tal grupo de pessoas, é nesse lugar que ele faz conhecidos os seus propósitos.

Nada que o diabo faça é suficiente para impedir que o propósito de Deus se manifeste em poder e autoridade em um indivíduo ou corpo de crentes. O diabo não pode fazer absolutamente nada para impedir que a igreja de Deus prevaleça se ela permanecer em oração e obediência, e declarar que Jesus é o Cristo, o Filho do Deus vivo.

O segundo propósito de Deus que o diabo não pode deter é que Jesus, seu Filho, venha outra vez. Quando o Deus todo-poderoso olhar para o seu Filho e disser: "É hora, Filho", nada haverá que o diabo possa fazer que impeça a volta de Jesus. No micromilésimo de segundo que Deus quiser que Jesus venha, ele virá.

Creio que podemos apressar esse dia. Se fizermos nosso trabalho, e o fizermos bem feito, se tomarmos o bastão e corrermos com ele, creio que podemos acelerar Sua vinda. Jesus vem para uma noiva, uma igreja, que se apresente como rainha, plenamente vestida de majestade, beleza, santidade e pureza. Se nos aplicarmos à tarefa de nos prepararmos para ser esse tipo de noiva — e isso constitui nosso trabalho e nossa responsabilidade —, então creio que podemos apressar a volta do Senhor Jesus Cristo.

Por outro lado, se decidirmos que não somos a noiva de Cristo; se não nos prepararmos para estar diante dele em majestade, beleza, santidade e pureza; e se não tomarmos a nossa cruz e não realizarmos a sua obra, então retardaremos sua volta. Todavia, seja como for, a vinda do Senhor Jesus não é apressada ou atrasada por coisa alguma que Satanás faça ou deixe de fazer. Ele não é fator no horário de Deus.

Terceiro, o diabo não pode impedir que Jesus o lance às profundezas do abismo. Quando Jesus voltar e disser: "Satanás, vou trancá-lo num abismo sem fundo", nada há que Satanás possa fazer para impedir que isso aconteça. E o mesmo princípio é válido em sua vida. Quando Jesus expulsa a Satanás de uma área de sua vida, nada há que Satanás possa fazer, exceto sair.

Em verdade, Satanás não pode deter nenhum dos propósitos supremos de Deus em você, assim como não pode deter os propósitos supremos de Deus para a igreja, ou para o mundo, ou para ele próprio, Satanás. Se você é filho de Deus, então está imune à morte nesta vida enquanto não terminar seu propósito. Satanás não pode acabar com você prematuramente.

Tenho conversado com muitas pessoas que temem morrer antes de concluírem seu trabalho para o Senhor, e esse temor as tem amarrado. Digo-lhe, porém, com toda a autoridade do nome de Jesus, que você não deixará seu corpo físico onde reside neste momento para ir estar com o Senhor em seu corpo espiritual — antes que o propósito de Deus se complete em você aqui na Terra. "Fiel é o que vos chama, o qual também o fará" (1 Tessalonicenses 5:24). Que é que Deus fará? Ele fará que "vosso espírito, alma e corpo, sejam conservados íntegros e irrepreensíveis na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo (1 Tessalonicenses 5:23). Louvado seja Deus por sua fidelidade para conosco!

O diabo não pode confessar que Jesus Cristo veio em carne ou que Jesus Cristo é Senhor.

O diabo nunca louvará a Jesus. Ele não declarará que o Filho de Deus veio à terra na forma de homem. Não proclamará a ressurreição de Jesus. Não declarará que Jesus é o Cristo ou que Jesus é Senhor.

Verifica-se o mesmo com relação aos seres humanos que se acham sob a influência de demônios. Diz a Bíblia que "ninguém que fala pelo Espírito de Deus diz: Jesus é anátema! e ninguém pode dizer: Jesus é o Senhor! senão pelo Espírito Santo" (1 Coríntios 12:3). As Escrituras também dizem: "Todo espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus, mas todo espírito que não confessa a Jesus não é de Deus" (1 João 4:2,3).

Recentemente, em um de nossos cultos, um jovem clamava descontroladamente enquando fazíamos o convite para as pessoas receberem a Cristo. De imediato discernimos que ele estava cheio de um espírito de ira. Sua ira ia além de qualquer ira humana normal; era de inspiração demoníaca.

Enquanto ele clamava, ordenei ao espírito que estava no jovem que silenciasse em nome de Jesus. Ordenei-lhe que saísse dele. Dei imediatamente a seguir o terceiro passo. Disse ao jovem: "Agora quero que você comece a confessar que Jesus veio em carne, que Jesus é o Cristo, que Jesus é Senhor, que Jesus o está libertando e que Jesus é o Senhor de sua vida." Ele o fez, e o poder de Deus inundou seu ser. Naquela noite ele foi liberto da escravidão e gloriosamente salvo.

Muitas vezes ouvimos falar de "teste de tornassol" para isto ou para aquilo. O teste de tornassol, no seu aspecto científico, destina-se a mostrar se uma substância é alcalina ou ácida. Há, porém, um "teste de tornassol espiritual" que podemos empregar sempre para determinar se alguém é de Deus ou não. O teste é este: Confessa a pessoa que Jesus é o Filho de Deus vindo em carne, e que Jesus é Senhor?

Se pode sincera e honestamente confessar, com a plena convicção de seu espírito, que Jesus é Filho de Deus vindo em carne e que Jesus é Senhor, então ela é de Deus. Mas se se mostra hesitante, se começa a apresentar escusas ou a qualificar sua resposta, ou se se recusa a responder, então a confissão que fizer não procede de Deus. É simples.

Um demônio nem mesmo dirá as palavras "Jesus é Senhor", a menos que o faça em tom de zombaria. Os demônios não confessarão que Jesus é Filho de Deus vindo em carne. Não declararão que Jesus é Senhor.

Nós, porém, podemos. Cabe a nós declarar o senhorio de Jesus. Em assim fazendo, amarramos a incredulidade e pregamos o evangelho de modo verdadeiramente eficaz.

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

A Palavra de Deus já está se cumprindo no Oriente Médio diante dos nossos olhos.

---------- Mensagem encaminhada ----------
De: Antonio Calil <acaliln@globo.com>



Querida irmã e demais irmãos,

A Paz do Senhor Jesus,

 

Em razão dos últimos acontecimentos, uma pergunta está pairando no ar: Já terá começado a guerra no Oriente Médio profetizada em Ez 38 e 39, entre Israel e seus inimigos, e a humanidade ainda não percebeu? A resposta pode ser encontrada nas próximas linhas.

 

I – ISRAEL X TURQUIA

 

Sabemos que um dos grandes confrontos dessa guerra se dará entre Turquia e Israel, conforme profetizado em Ez 38:6, onde a Turquia é tratada como a Casa de Togarma.  

 

A crise entre os dois países se intensificou desde em 02 de setembro de 2011 quando a Turquia expulsou de sua capital o embaixador de Israel. Veja a notícia no link abaixo:

 

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2011/09/turquia-expulsa-embaixador-de-israel-em-ancara.html 

 

Dias depois, a Turquia já havia se preparado para iniciar a guerra no Oriente Médio tentando abrir uma brecha no Iraque com um ataque aos curdos. Observe a notícia abaixo de 15 de setembro de 2011 do Jornal americano World Tribune:

 

"Tensão no Oriente: Turquia pronta para o Front no Iraque

 

 

Enquanto as peças são movidas em todo o Leste Mediterrâneo, a Turquia pode estar se preparando para uma invasão iminente do Iraque contra o PKK (Partido dos Trabalhadores Curdos).

 

 

Autoridades turcas disseram que os militares e o governo têm trabalhado em planos para um ataque terrestre contra alvos rebeldes curdos no norte do Iraque.

 

 

A Turquia teria enviado forças especiais nas montanhas em Kandil, no Iraque, para procurar alvos do PKK. Eles disseram que as forças do PKK estavam sendo auxiliadas por veículos aéreos não tripulados fornecidos por Israel [...].

 

Autoridades disseram que o governo do primeiro-ministro turco Recep Erdogan foi informado de que uma invasão turca deve ser lançada durante o próximo mês antes que as condições de inverno severo comecem em Kandil. O governo tem autorização do parlamento para uma invasão, até 17 de outubro.

 

Fonte: World Tribune"

 

Irmãos leitores, como vimos acima, a Turquia planejou a guerra contra o PKK, mas não contava que Israel fosse se opor aos seus planos de ataque ao PKK. Na verdade, o Estado de Israel protege o PKK, razão pela qual considera que a Turquia não deveria abrir uma guerra no Oriente Médio contra o "indefeso PKK". Assim sendo, Israel se dispôs a ajudar o PKK na guerra contra a Turquia. Veja a notícia abaixo também de 15 de setembro de 2011 extraída do canal Press TV: 

 

"Israel ameaça ajudar o PKK

 

A recente deterioração nas relações entre Turquia e Israel, levou o Ministro dos Negócios Estrangeiros israelense, Avigdor Lieberman, a reuniões na Europa com os líderes do PKK, a fim de discutir formas de cooperação contra a Turquia.

 

 

O PKK, que representa os Trabalhadores do Curdistão, é um grupo que se dedica ao conflito armado contra o Estado turco para a autonomia do país a sudeste. 

 

O PKK está concentrado nas montanhas da região semi-autônoma do Curdistão do Iraque. Muitos na Turquia, há muito tempo, acusaram Israel de apoiar o grupo, mas esta é a primeira vez que um político israelense tem falado publicamente em tal maneira. 

 

A mídia curda-iraquiana apontam relatórios alegando reuniões de alto nível entre israelenses e líderes do PKK. O conflito de interesses entre a Turquia, Israel, as nações árabes e os curdos que vivem em todos esses países, tem causado muita hostilidade entre todas as partes envolvidas.

 

Fonte: PressTV"

 

Ocorre, irmãos leitores, que, em 19 de outubro de 2011, unidades turcas iniciaram a guerra contra o "frágil" PKK que, por sua vez, já no primeiro combate, derrotou os turcos, matando 26 soldados turcos sem sofrer nenhuma baixa. Parece que a parceria entre PKK e Israel já estaria funcionando. Confira a notícia da Revista Exame no link abaixo:

 

http://exame.abril.com.br/economia/mundo/noticias/rebeldes-curdos-matam-26-soldados-turcos

 

Irmãos, com esta primeira derrota em 19 de outubro, os turcos certamente ficaram muito enfurecidos e iniciaram uma forte represália contra o PKK, desencadeada nos dias que se seguiram a 19 de outubro.

Na verdade, a batalha já não seria entre a Turquia e o PKK somente, pois Israel já se encontrava envolvido desde o início deste conflito. Ocorre que o Senhor Deus já mudou a sorte de Israel e, em sua Palavra, garante que Israel não seria mais afrontado pelas nações, nem mais levaria o opróbrio dos povos:      

 

15 Não te permitirei, [Israel], ouvir mais a afronta das nações; e não levaras mais sobre ti o opróbrio dos povos, nem farás tropeçar mais a tua nação, diz o Senhor Deus. (Ez 36:15)

 

Logo, o Senhor interferindo pela primeira vez realizou algo inesperado, vocês se lembram? Sim, um forte terremoto na Turquia de 7,3 pontos na escala Richter, em 23 de outubro, apenas 04 dias depois do início dos confrontos. Observe o vídeo do site da Revista Veja no link abaixo. 

 

http://veja.abril.com.br/multimidia/video/quase-mil-mortos-em-terremoto-na-turquia

 

Amados, agora pasmem: Logo após o terremoto, a Turquia voltou atrás e diante da tragédia suplicou ajuda a Israel para os trabalhos de resgate. Novamente o Senhor faz cumprir a sua Palavra sobre Israel:

 

14 Assim diz o Senhor [a Israel]: A riqueza do Egito, e as mercadorias da Etiópia, e os sabeus, homens de alta estatura, passarão para ti, e serão teus; irão atrás de ti; em grilhões virão; e, prostrando-se diante de ti, far-te-ão as suas súplicas...(Is 45:14).

 

Desta forma, o Senhor mais uma vez exaltou o seu povo, fazendo que o seu inimigo, em pleno período de combate suplicasse o seu favor.  Observe o link abaixo:

 

http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/efe/2011/10/25/turquia-volta-atras-e-pede-ajuda-a-israel-para-trabalhos-de-resgate.jhtm

 

No entanto, a Turquia, de repente, encerrou os trabalhos de resgate em 01 de novembro de 2011, dispensando, portanto, a ajuda de Israel. Confira a notícia no link abaixo:

 

http://noticias.r7.com/internacional/noticias/turquia-encerra-trabalhos-de-busca-e-resgate-na-regiao-atingida-pelo-terremoto-20111101.html

 

Tudo indicava que as hostilidades, interrompidas pelo terremoto de 23 de outubro, voltariam contra o PKK e Israel. No entanto, o Senhor manda avisar a todas as nações que Ele, agora, guardará o seu povo de Israel:

 

10 Ouvi a palavra do SENHOR, ó nações, e anunciai-a nas ilhas longínquas, e dizei: Aquele que espalhou a Israel o congregará e o guardará, como o pastor ao seu rebanho. (Jr 31:10)

 

O Senhor não deu tempo para a Turquia se reorganizar - mesmo tendo cessado os trabalhos de resgate – pois uma semana depois, logo em 09 de novembro de 2011, o Senhor interferiu pela segunda vez, agora, com um novo terremoto de 5,6 graus na escala Richter, agravando ainda mais a situação na Turquia, acabando por destruir diversos imóveis e vilarejos com número incerto de mortos, mobilizando o país para novas ações de resgate diante da nova desgraça. Confira a notícia sobre o novo terremoto no link abaixo:

 

http://acritica.uol.com.br/noticias/Equipes-socorro-trabalham-terremoto-Turquia_0_588541232.html

 

Sim, o mesmo Senhor declara em Sua Palavra que ouvirá Israel (Judá + José), revelando, assim que chegou o tempo de Deus para Israel:

 

6 E fortalecerei a casa de Judá, e salvarei a casa de José, e fá-los-ei voltar, porque me compadeci deles; e serão como se eu não os tivera rejeitado, porque eu sou o SENHOR seu Deus, e os ouvirei. (Zc 10:6)

 

E foi o que aconteceu, pois tendo a Turquia já milhares de pessoas desabrigadas, em função dos dois terremotos, as quais passaram a habitar em tendas, o Senhor interferiu pela terceira vez, enviando a neve intermitente um dia após o segundo terremoto, em 10 de novembro de 2011, chegando as temperaturas a 8 graus negativos, congelando qualquer capacidade de reação da  Turquia, impondo-lhe uma contundente derrota, conforme notícia no link abaixo:

 

http://br.noticias.yahoo.com/sobe-32-n%C3%BAmero-mortos-%C3%BAltimo-terremoto-turquia-100804352.html

 
Como a obra do Senhor é completa, vale ressaltar que os dois terremotos na Turquia se deram praticamente na fronteira com o Irã, outro inimigo, contra o qual Israel lutará na guerra profetizada por Ezequiel (O Irã são os persas de Ez 38:5). Assim sendo, o Senhor Jesus transmitiu um verdadeiro aviso aos dois futuros adversários de Israel na guerra de Ez 38 e 39, bem como aos demais (Rússia, Líbia, Etiópia), para que saibam de antemão que o Leão da Tribo de Judá pelejará com grande e estrondoso poderio pelo seu povo nessa guerra que está às portas.

 

II – AS ARMAS  A SEREM UTILIZADAS NA GUERRA DE EZEQUIEL CAPS. 38 e 39

 

As armas do Senhor nesta guerra se encontram reveladas em Ez 38:18-23, a saber, um grande terremoto (verso 19) que deitará abaixo os montes, desfazendo os precipícios, assim como uma chuva inundante (verso 22), além de outros instrumentos do Senhor Jesus como peste,  sangue e grandes pedras de saraiva (verso 22). Observe:

 

"18 Naquele dia, porém, quando vier Gogue contra a terra de Israel, diz o Senhor Deus, a minha indignação subirá às minhas narinas.

 

19 Pois no meu zelo, no ardor da minha ira falei: Certamente naquele dia haverá um grande tremor na terra de Israel;

 

20 de tal sorte que tremerão diante da minha face os peixes do mar, as aves do céu, os animais do campo, e todos os répteis que se arrastam sobre a terra, bem como todos os homens que estão sobre a face da terra; e os montes serão deitados abaixo, e os precipícios se desfarão, e todos os muros desabarão por terra.

 

21 E chamarei contra ele a espada sobre todos os meus montes, diz o Senhor Deus; a espada de cada um se voltará contra seu irmão.

 

22 Contenderei com ele também por meio da peste e do sangue; farei chover sobre ele e as suas tropas, e sobre os muitos povos que estão com ele, uma chuva inundante, grandes pedras de saraiva, fogo e enxofre.

 

23 Assim eu me engrandecerei e me santificarei, e me darei a conhecer aos olhos de muitas nações; e saberão que eu sou o Senhor." (Ez 38:18-23)

 

Vale ressaltar que terremotos e chuvas inundantes, como consta na profecia acima, tendem a não deixar radiação no ambiente, ao contrário das armas nucleares. No cenário do pós-guerra, a radiação nuclear poderia contaminar as pessoas que permanecerem nas áreas atingidas, dizimando-as através de gravíssimas e mortais enfermidades.

 

As Escrituras revelam que o conflito se dará prioritariamente na terra de Israel (versos 18 e 19), mais precisamente nos montes de Israel (verso 21), apesar de sua repercussão mundial.  No entanto, vale ressaltar que, no pós-guerra do conflito de Ez 38 e 39, o povo de Israel irá frequentar bastante as áreas onde se deu a guerra, seja recolhendo as armas de seus inimigos para usá-las como combustível pelos sete anos de grande tribulação (Ez 39:9-10), seja sepultando os cadáveres dos seus inimigos, estendidos nos montes de Israel, após o conflito (Ez 39:11-13). Ora, se a guerra fosse essencialmente nuclear, como poderiam os habitantes de Israel transitar pelas áreas de combate após a guerra? Certamente seriam contaminados gravemente. Logo, a guerra será decidida pelos instrumentos do Senhor, previstos na profecia: fenômenos climáticos e não nucleares. O que ocorreu em menos de 20 dias, de 23 de outubro a 10 de novembro de 2011, com três interferências do Santo de Israel, Jesus Cristo, é apenas uma amostra do que se dará contra os inimigos de Israel na guerra profetizada.

 

III – ISRAEL X IRÃ

 

Irmãos, sabemos que esta guerra de Ez 38 e 39 é muito importante para o desencadeamento dos eventos finais, haja vista que, na assinatura do respectivo acordo de paz, a ser patrocinado pelo Anticristo, conforme Dn 9:27, se dará o início da grande tribulação, o que, em suma, significa que o arrebatamento está às portas.

 

E realmente está. Além das hostilidades declaradas entre Israel e a Casa de Togarma (Turquia) de Ez 38:6 observadas no item I deste estudo, também estão ocorrendo declarações diárias de guerra entre Israel e os persas (Irã) de Ez 38:5.

 

Ocorre que os fatos indicam que o tempo está se esgotando e a guerra poderá se iniciar dentro de algumas semanas, provavelmente até o início de 2012. Vejam que Israel, a partir deste início de novembro de 2011, já fala abertamente em atacar o Irã, e assim dar início à Terceira Guerra Mundial, pois já havíamos comentado em outro estudo que, de acordo com Ez 39:6, Deus também envolveria "os que habitam seguros nas ilhas" no conflito, dando-lhe um caráter mundial, já que estas "ilhas" a que se refere o Senhor representam os demais continentes do planeta envolvidos pelos oceanos na visão dAquele que do alto tudo contempla.  Confira as declarações de Israel sobre atacar o Irã dando início a este conflito profetizado há mais de 2.500 anos:          

 

02/11/2011:

 
Israel testou míssil de longo alcance para ser utilizado na guerra contra o Irã, aumentando as especulações sobre um ataque iminente de Israel contra o Irã. Confira no link abaixo:

http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2011/11/israel-testa-missil-de-longo-alcance.html

 

03/11/2011:

 

Irã eleva o tom e diz estar preparado para eventual ataque de Israel. Em pesquisa realizada em Israel, maioria da população aprova o início da guerra contra o Irã. Confira no link abaixo:

http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2011/11/ira-diz-que-esta-preparado-para-eventual-ataque-de-israel.html

 

04/11/2011

 
Presidente de Israel sugere que Israel está perto de ação militar contra o Irã. Observe no link abaixo:

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2011/11/peres-sugere-que-israel-esta-perto-de-acao-militar-contra-o-ira.html

 

05/11/2011

 
Aumenta a possibilidade de um ataque de Israel ao Irã. Verifique abaixo:

http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM1686448-7823-AMEACA+DE+UM+ATAQUE+ISRAELENSE+AO+IRA+GANHA+FORCA,00.html

 

06/11/2011

 
Novamente o presidente de Israel prevê que o ataque contra o Irã é mais provável que uma ação diplomática.

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2011/11/peres-ataque-contra-ira-e-mais-provavel-que-acao-diplomatica.html

 

E os ataques verbais de parte a parte não param. No entanto, o que tem intrigado as pessoas, inclusive a mídia, é que os líderes de Israel, apesar de fazerem referência a  outros países que o poderiam apoiar, têm reconhecido publicamente que, nesta guerra contra vários países, Israel deverá lutar sozinho sem ajuda de nenhum país, nem sequer dos EUA. Confira a declaração do Ministro da Defesa de Israel dada em 03 de novembro de 2011 no link abaixo:

 

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2011/11/possibilidade-de-ataque-ao-ira-e-debatida-em-israel.html    

 

Como os irmãos puderam verificar, o ministro da Defesa de Israel afirma perante o Parlamento que: "Pode ser criada uma situação no Oriente Médio na qual Israel tenha de defender seus interesses vitais de forma independente, sem ter que se apoiar necessariamente em forças regionais ou extrarregionais", dando a entender que, nesta guerra, Israel terá de lutar sozinho contra todos os seus inimigos, cumprindo a Palavra de Deus em Ez 38:23.

 

23 Assim eu me engrandecerei e me santificarei, e me darei a conhecer aos olhos de muitas nações; e saberão que eu sou o Senhor.

 

Na verdade, o Senhor quer pelejar junto com Israel, sem nenhuma ou com mínima interferência de outro país. Foi assim em toda a Bíblia. Em Juízes 7:2, depois de Israel ter se apresentado com 32.000 homens para lutar contra os midianitas, o Senhor assim disse a Gideão:

 

2 Disse o Senhor a Gideão: O povo que está contigo é demais para eu entregar os midianitas em sua mão; não seja caso que Israel se glorie contra mim, dizendo: Foi a minha própria mão que me livrou. (Jz 7:2)

 

O Senhor não queria que Israel pensasse que venceu com suas próprias forças, de tal modo que escolheu apenas 300 homens (menos que 1% do total inicial de 32.000 homens) para batalhar contra todo o exército dos midianitas conforme  Jz 7:7: 

 

7 Disse ainda o Senhor a Gideão: Com estes trezentos homens que lamberam a água vos livrarei, e entregarei os midianitas na tua mão; mas, quanto ao resto do povo, volte cada um ao seu lugar. (Jz 7:7)

 

E não faltam exemplos nas Escrituras, Davi com uma funda e cinco pedras derrotou o gigante todo equipado e, em seguida, os filisteus; Moisés e o povo de Israel escravo, sem armas, saíram do Egito e atravessaram o Mar Vermelho, ao passo que Faraó com seu exército foi sepultado no mesmo mar. Assim é o Senhor, e assim será Ele em breve glorificado no Oriente Médio.     

 

Desta forma, temos a segurança de que o mesmo Espírito que falou em Ez 38 e 39, que está se cumprindo diante de nossos olhos, é o mesmo que profetizou o arrebatamento (I Ts 4:16-17; I Co 15:51-52; Ap 3:10-11, etc). No acordo de paz dessa guerra, dá-se início à Grande Tribulação nesta Terra (Dn 9:27 e Ez 39:9). Ao mesmo tempo, os céus estarão celebrando as Bodas do Cordeiro, Jesus e os arrebatados, regozijo indescritível (Ap 19:7-9).    

 

Israel já está assumindo o glorioso papel que lhe está reservado pela Palavra Profética para os tempos finais. Por seu turno, cada cristão, que deseja ser nomeado para tomar parte do Reino Eterno de Jesus a ser estabelecido em breve, tem de, sem demora, assumir o seu testemunho, porfiando por entrar pela porta estreita (Lc 13:24), guardando a Palavra do Senhor, para evitar a grande tribulação que se aproxima. Confira as Palavras de Jesus em Ap 3:10-11:

 

"10 Porquanto guardaste a palavra da minha perseverança, também eu te guardarei da hora da provação que há de vir sobre o mundo inteiro, para pôr à prova os que habitam sobre a terra.

11 Venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa."

 

IV – O REVELADOR COMERCIAL DA "JOHNNIE WALKER"  

 

Mas há barreiras a vencer até o hino da vitória. O poder das trevas não está parado. Vai procurar lançar suas últimas ciladas no intento de impedir que alguns cristãos cheguem ao gozo eterno. As trevas "apostam suas fichas", neste final de ano, como de costume, na idolatria do São Nicolau que, no Brasil é conhecido por Papai Noel, associado ao "pinheiro de natal", idolatria importada das profundezas das trevas, gerada por Semíramis de Babel, dentre outras tantas aberrações correlatas.

 

Se os irmãos leitores quiserem saber mais sobre o Natal, leiam o excelente artigo "Os Feriados de Origem Pagã e Como Foram Adotados no Mundo Ocidental" acessível no link abaixo:

 

http://www.espada.eti.br/n1796.asp

 

Afinal, Satanás conhece bem as Escrituras – tentou até usá-las contra o seu próprio Senhor, ao tentá-lo (Mt 4:6) – sabe que os que tolerarem à Jezabel romana e suas idolatrias natalinas - herança de Baal - ficarão para a grande tribulação conforme assegurado pelo próprio Jesus (Ap 2:20-22). A antiga serpente sabe que o Senhor não elegeria para sua Noiva quem flertasse com outro deus, sabe que o Senhor não negocia a exclusividade de sua adoração, por isso Satanás não se importa que os cristãos cultuem ao Senhor, desde que venham a coxear entre dois caminhos, como os israelitas na época de Elias (I Rs 18:21). A fórmula das trevas é antiga: Pode celebrar a Cristo, desde que o faça na presença dos amuletos de Baal tais como a árvore e guirlandas natalinas. Para completar a apostasia, bastaria introduzir a heresia do São Nicolau - ou Papai Noel como ele é conhecido no Brasil.

 

É por essa razão que o Senhor está advertindo em Ap 18:4-5, ao se referir à Babilônia romana, com a qual lamentavelmente alguns cristãos têm flertado de muito perto:

 

"4 Ouvi outra voz do céu dizer: Sai dela, povo meu, para que não sejas participante dos seus pecados, e para que não incorras nas suas pragas.

5 Porque os seus pecados se acumularam até o céu, e Deus se lembrou das iniqüidades dela."

 

A seguir, será visto que o próprio Baal já se levantou para ser adorado neste Natal: É o que mostra o recém-lançado e revelador comercial da "Johnnie Walker". Nele se diz explicitamente que o gigante (Baal) não está mais adormecido. Para que os irmãos entendam o significado do comercial, diz a lenda que o irmão de Baal, "Motu", o enviou às profundezas e, no tempo certo, ele, Baal, despertará. Nos EUA, inclusive existe uma estátua de Baal levantando da terra.  

 

Reparem que, no referido comercial, há um momento que a cabeça de Baal se confunde com o sol, confirmando ser ele o deus-sol de Jezabel. Outro ponto fundamental do comercial reside no fato de que o corpo de Baal se apresenta, em todo o comercial, sempre coberto por árvores, as quais representam seu principal símbolo, desde a época de Ninrode de Babel (Gn 10:8-10). Observem que, mesmo de pé, as árvores não caem de seu corpo. Desde aquele período pós-diluviano, inclusive na época do profeta Elias, acreditavam os pagãos (e ainda acreditam) que a árvore de natal cultuada em 25 de dezembro representa Ninrode reencarnado em Tamuz (Baal)! Assim esta abominação é entronizada em muitos lares, inclusive cristãos.  Observem que, no fim da propaganda, é passado claramente o seu aviso: "O gigante não está mais adormecido".  Confira o comercial no link abaixo.

 

http://www.youtube.com/watch?v=IY3FoYwAu5U

 

Interessante que os mentores do comercial:

 

- devem saber que está chegando o tempo de Baal, ao dizerem que ele não está mais adormecido. De fato, o Espírito Santo será em breve removido junto com os fiéis arrebatados, deixando o caminho livre para Baal e seu Anticristo deixarem as pessoas maravilhadas, tanto como mostrado no comercial, como previsto em Ap 13;3: "...Toda a terra se maravilhou, seguindo a besta";

 

- devem saber da data de sua celebração. De fato, pois o comercial começou a ser veiculado, agora, próximo ao Natal;

 

- devem saber sobre o seu símbolo principal: as árvores natalinas. De fato, elas cobrem seu corpo durante todo o comercial;

 

- devem saber que se trata do deus-sol. De fato, no meio do comercial ocorre a superposição do sol com a cabeça do gigante.

 

A mensagem é tão clara que até muitos dos não crentes sabem o significado do comercial sobre Baal ou o deus-sol. Fica óbvio que, aqueles que levantarem um altar para Baal, através da "árvore de natal", certamente conhecerão sua verdadeira identidade durante a grande tribulação nesta Terra, pois como o comercial garante: "Ele não está mais adormecido".

 

Irmãos amados, ele já despertou, mas sabemos que só poderá entrar em ação depois que o Senhor Jesus retirar a igreja fiel desta Terra, pois "Deus não deixa perecer aquele que é fiel". Esta mensagem se encontra no louvor desta mensagem: "Apocalipse", em clipe oficial, na voz da cantora Damares: uma inspirada mensagem interpretada pela serva de Deus. Basta acessar o link abaixo e acompanhem a letra do louvor, que também é exibida no clipe:

 

http://www.youtube.com/watch?v=oXA6Wx6dTGE&NR=1           

 

Que Deus os abençoe

 

De seu irmão em Cristo,

 

Antonio Calil

 

 

 

 

     

  

 




--
SEREI ARREBATADO EM TEMPO MUITO BREVE!! Conto com tua companhia para esse evento!!!

http://jesusofinaldetudo.blogspot.com/

http://jesusofinaldetudo.wordpress.com/

"E sabemos que já o Filho de Deus é vindo, e nos deu entendimento para conhecermos o que é verdadeiro; e no que é verdadeiro estamos, isto é, em seu Filho Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna" ( 1 Jo 5:20 ).

"Porque, se anuncio o Evangelho, não tenho de que me gloriar, pois me é imposta essa obrigação; e ai de mim, se não anunciar o Evangelho!"  1 Cor 9:16

Não repassem mensagens com conteúdo que desagrade a Deus (pornografias, idolatrias, etc...), vai chegar o dia em que você lamentará por ter feito isso.

"ISRAEL É O PONTEIRO NO RELÓGIO MUNDIAL DE DEUS".