Você pode passar a sua vida sem Jesus, mas vai ser terrível morrer sem Ele!!!

Você pode passar a sua vida sem Jesus, mas vai ser terrível morrer sem Ele!!!

Paulo Junior:

Loading...

terça-feira, 17 de maio de 2011

Aniversário de Israel - 63 anos, desde 14/05/1948 - e a breve volta do Senhor Jesus!!!

---------- Mensagem encaminhada ----------
De: eduardo.emerson

Oi, a Paz do Senhor.

Embora devamos ter cautela com a questão da data da volta de Jesus, infelizmente há quem marque datas como um tal grupo por aí que anda divulgando a volta de Jesus para o dia 21 de maio de 2011, creio que a volta de Jesus está próxima, e próxima mesmo dessa geração atual.
Nada escapa aos propósitos de Deus, e tudo tem que ser cumprido, por isso acho até que esses que marcam datas que não se concretizam levam ao surgimento dos escarnecedores dos últimos dias, pois há até grupos ateus preparando uma grande festa para o dia seguinte, 22 de maio de 2011.

Jesus disse que se o sal se tornar insípido para nada mais presta, senão ser lançado por terra e ser pisado pelos homens. Entendo que, mesmo com o tal "crescimento" gospel, a sociedade não tem sido impactada e melhorada, mas está piorando, ou seja, as igrejas fazem muito barulho, mas tem pouco poder, sua palavra se tornou insípida e o pecado é tolerado em nome do "amor". Mas, amar não seria clamar contra o pecado que está levando as pessoas para o inferno? O verdadeiro amor só se alegra com a verdade, mesmo que ela não seja politicamente correta ou seja considerada preconceito.
Creio que isso é mais um sinal de que o mundo está pronto para aceitar o anticristo: "E um exército foi dado contra o sacrifício contínuo, por causa da transgressão; e lançou a verdade por terra, e o fez, e prosperou." (Daniel 8:12)

Essa semana Israel completa 63 anos como Estado independente em seu próprio território. O Pr Ciro escreveu uma interessante reflexão em seu blog: http://cirozibordi.blogspot.com/2011/05/israel-completa-63-anos-nesta-semana.html

(vale a pena ler abaixo)

Chamou especialmente minha atenção a menção ao texto de Romanos 11: 25 - "Porque não quero, irmãos, que ignoreis este segredo (para que não presumais de vós mesmos): que o endurecimento veio em parte sobre Israel, até que a plenitude dos gentios haja entrado."

Lembrei-me de outras passagens que juntadas podem nos dar uma luz de discernimento sobre o tempo que estamos vivendo:

"E cairão ao fio da espada, e para todas as nações serão levados cativos; e Jerusalém será pisada pelos gentios, até que os tempos dos gentios se completem.
E haverá sinais no sol e na lua e nas estrelas; e na terra angústia das nações, em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas.
Homens desmaiando de terror, na expectação das coisas que sobrevirão ao mundo (2012?); porquanto as virtudes do céu serão abaladas.
E então verão vir o Filho do homem numa nuvem, com poder e grande glória.
Ora, quando estas coisas começarem a acontecer, olhai para cima e levantai as vossas cabeças, porque a vossa redenção está próxima.
E disse-lhes uma parábola: Olhai para a figueira, e para todas as árvores;
Quando já têm rebentado, vós sabeis por vós mesmos, vendo-as, que perto está já o verão.
Assim também vós, quando virdes acontecer estas coisas, sabei que o reino de Deus está perto.
Em verdade vos digo que não passará esta geração até que tudo aconteça."
Lucas 21: 24 - 32

Os dias da nossa vida (geração?) chegam a setenta anos, e se alguns, pela sua robustez, chegam a oitenta anos (no mais tardar), o orgulho deles é canseira e enfado, pois cedo se corta e vamos voando.
Salmos 90: 10

Ainda interessante, que quando Pedro faz referência aos escarnecedores dos últimos dias ele cita outro versículo do mesmo Salmo 90:

"Porque mil anos são aos teus olhos como o dia de ontem que passou, e como a vigília da noite."
Salmos 90: 4

"Sabendo primeiro isto, que nos últimos dias virão escarnecedores, andando segundo as suas próprias concupiscências,
E dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? porque desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação.
Eles voluntariamente ignoram isto, que pela palavra de Deus já desde a antiguidade existiram os céus, e a terra, que foi tirada da água e no meio da água subsiste.
Pelas quais coisas pereceu o mundo de então, coberto com as águas do dilúvio,
Mas os céus e a terra que agora existem pela mesma palavra se reservam como tesouro, e se guardam para o fogo, até o dia do juízo, e da perdição dos homens ímpios.
Mas, amados, não ignoreis uma coisa, que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia.
O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânimo para conosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se.
Mas o dia do Senhor virá como o ladrão de noite; no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão.
Havendo, pois, de perecer todas estas coisas, que pessoas vos convém ser em santo trato, e piedade,
Aguardando, e apressando-vos para a vinda do dia de Deus, em que os céus, em fogo se desfarão, e os elementos, ardendo, se fundirão?
Mas nós, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e nova terra, em que habita a justiça."
II Pedro 3: 3 - 13

Além disso tudo, esses parecem ser dias semelhantes aos de Noé e Ló:

"E, como aconteceu nos dias de Noé, assim será também nos dias do Filho do homem.
Comiam, bebiam, casavam, e davam-se em casamento (comercialização e banalização de algo sério?), até ao dia em que Noé entrou na arca, e veio o dilúvio, e os consumiu a todos.
Como também da mesma maneira aconteceu nos dias de Ló: Comiam, bebiam, compravam, vendiam, plantavam e edificavam (excessiva preocupação com o mercado financeiro?);
Mas no dia em que Ló saiu de Sodoma choveu do céu fogo e enxofre, e os consumiu a todos.
Assim será no dia em que o Filho do homem se há de manifestar."
Lucas 17: 26 - 30

"Pela fé Noé, divinamente avisado das coisas que ainda não se viam, temeu e, para salvação da sua família, preparou a arca, pela qual condenou o mundo, e foi feito herdeiro da justiça que é segundo a fé."
Hebreus 11: 7

"E não perdoou ao mundo antigo, mas guardou a Noé, pregoeiro da justiça, com mais sete pessoas, ao trazer o dilúvio sobre o mundo dos ímpios;
E condenou à destruição as cidades de Sodoma e Gomorra, reduzindo-as a cinza, e pondo-as para exemplo aos que vivessem impiamente; (exemplo que já está sendo esquecido e precisa ser relembrado?)
E livrou o justo Ló, enfadado da vida dissoluta dos homens abomináveis
(Porque este justo, habitando entre eles, afligia todos os dias a sua alma justa, vendo e ouvindo sobre as suas obras injustas);
Assim, sabe o Senhor livrar da tentação os piedosos, e reservar os injustos para o dia do juízo, para serem castigados;"
II Pedro 2: 5 - 9

Creio que tudo isso deveria ser suficiente para discenirmos o tempo que estamos vivendo.

Que Deus nos ajude a não desfalecermos, mas permanecermos firmes na fé e em vigilância e oração.

Deus abençoe.

Emerson.

http://cirozibordi.blogspot.com/2011/05/israel-completa-63-anos-nesta-semana.html

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Estado de Israel completa 63 anos


Logo após o anúncio do estabelecimento do Estado de Israel, em 14 de maio de 1948, os exércitos de Egito, Jordânia, Síria, Líbano e Iraque invadiram aquele país, dando início à Guerra da Independência.

Recém-formadas e pobremente equipadas, as Forças de Defesa de Israel (FDI) conquistaram uma expressiva vitória, após quinze meses de combate. Ao vencer sua primeira guerra, Israel concentrou os seus esforços na construção do seu Estado. Foram, então, eleitos David Ben Gurion (primeiro-ministro) e Jaim Neizmann (presidente).


Desde o ano 70 d.C. os israelenses estavam sem território próprio e sofriam terríveis perseguições
. Na Idade Média, foram queimados aos milhares em praça pública pela Igreja Romana, sob o domínio do inquisitor Torquemada. Durante a II Guerra Mundial (1939-1945), mais de seis milhões deles foram brutalmente assassinados, no Holocausto.

Infelizmente, há desalmados (inclusive no meio evangélico) tentando minimizar o Holocausto, o que é um absurdo. Há muitas imagens sobre aquela tragédia sem precedentes. Vi, na quinta-feira, num documentário da National Geographic, uma filmagem que não sai da minha mente. Homens, mulheres, jovens, adolescentes, crianças e até criancinhas de colo, todos despidos, entrando em um enorme buraco para seres fuzilados.


Graças a Deus, a partir de 1948 (apenas três anos após o término da II Guerra), Israel passou a colecionar muitas vitórias. E hoje é uma grande potência mundial. Sua tecnologia e seu modelo de administração são exportados para todo o mundo.


A existência de Israel é um fenômeno singular, racionalmente incompreensível, uma prova da existência de Deus
. Séculos vêm e vão, povos florescem, alcançam seu apogeu, envelhecem e desaparecem. Mas Israel, ao longo de quase seis mil anos, não foi atingido pela lei da mortalidade dos povos.


É verdade que Israel não foi fiel ao Senhor, trazendo sobre si duras consequências (Rm 11). Entretanto, a Palavra de Deus diz que "o endurecimento veio em parte sobre Israel, até que a plenitude dos gentios haja entrado" (Rm 11.25). A julgar pelo florescimento dessa nação, nesses 63 anos, o tempo da plenitude gentílica está chegando.


E tudo isso evoca a última oração da Bíblia: "Ora vem, Senhor Jesus" (Ap 22.20).


Ciro Sanches Zibordi