Você pode passar a sua vida sem Jesus, mas vai ser terrível morrer sem Ele!!!

Você pode passar a sua vida sem Jesus, mas vai ser terrível morrer sem Ele!!!

Paulo Junior:

Loading...

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Como você adora a Deus ?? É de coração ??

---------- Mensagem encaminhada ----------
De: Ricardo Ferreira

Como adorar a Deus em vão – John Piper

Postado por Marcos Stockstill

Olhemos para Mateus 15.8: podemos "adorar" a Deus em vão. "Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim." Um ato de adoração é vão e fútil quando não vem do coração. Isso estava implícito nas palavras de Jesus à adúltera samaritana: "Os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque são estes que o Pai procura para seus adoradores" (Jo 4.23). Mas o que é essa experiência do espírito? O que acontece no coração quando a adoração não é em vão?

É mais do que um mero ato de força de vontade. Todos os atos exteriores de adoração são atos da vontade. Isso, porém, não os torna autênticos. A vontade pode estar presente (por todos os tipos de razão) sem que o coração esteja genuinamente envolvido (ou, como diz Jesus, "longe"). A atuação do coração na adoração é o despertar de sentimentos, emoções e afetos do coração. Lá onde os sentimentos por Deus estão mortos, a adoração está morta.

Os afetos que tornam autêntica a adoração Agora sejamos específicos. Quais são esses sentimentos ou afetos que tornam autênticos os atos exteriores de adoração? Para chegar à resposta recorreremos aos salmos e aos hinos  inspirados do Antigo Testamento. Um conjunto de afetos diferentes entrelaçados pode tomar conta do coração a qualquer momento. Portanto, a extensão e sequência da lista abaixo não têm a intenção de limitar as possibilidades de prazer no coração de alguém.

Talvez a primeira resposta do coração ao ver a santidade majestosa de Deus seja o silêncio perplexo. "Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus" (Sl 46.10). "O Senhor está em seu santo templo; cale-se diante Dele toda a terra" (Hc 2.20).

Do silêncio brota um sentimento de temor, reverência e maravilha diante da imensa grandeza de Deus. "Tema ao Senhor toda a terra, temam-no todos os habitantes do mundo" (Sl 33.8). E por sermos todos pecadores, em nossa reverência há um medo santo do poder justo de Deus. "Ao Senhor dos Exércitos, a Ele santificai; seja Ele o vosso temor, seja Ele o vosso espanto" (Is 8.13).

"Entrarei na tua casa e me prostrarei diante do teu santo templo, no teu temor" (Sl 5.7). Esse temor, porém, não é um terror paralisante, cheio de ressentimento contra a autoridade absoluta de Deus. Ele encontra alívio na contrição, no arrependimento e na tristeza por nossa distância de Deus. "Sacrifícios agradáveis a Deus são o espírito quebrantado; coração compungido e contrito, não o desprezarás, ó Deus" (Sl 51.17). "Assim diz o Alto, o Sublime, que habita a eternidade, o qual tem o nome de Santo: Habito no alto e santo lugar, mas habito também com o contrito e abatido de espírito, para vivificar o espírito dos abatidos e vivificar o coração dos contritos" (Is 57.15).

Misturado ao sentimento genuíno de contrição e tristeza pelo pecado aparece um anseio por Deus. "Como suspira a corça pelas correntes das águas, assim, por ti, ó Deus, suspira a minha alma. A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo" (Sl 42.1, 2). "Quem mais tenho eu no céu? Não há outro em quem eu me compraza na terra. Ainda que a minha carne e o meu coração desfaleçam, Deus é a fortaleza do meu coração e a minha herança para sempre" (Sl 73. 25,26). "Ó Deus, tu és o meu Deus forte; eu te busco ansiosamente; a minha alma tem sede de ti; meu corpo te almeja, como terra árida, exausta, sem água" (Sl 63.1).

Deus não fica indiferente ao anseio contrito da alma. Ele vem, retira a carga do pecado e enche nosso coração de alegria e gratidão. "Converteste o meu pranto em folguedos; tiraste o meu pano de saco e me cingiste de alegria, para que o meu espírito te cante louvores e não se cale. Senhor, Deus meu, graças te darei para sempre" (Sl 30.11, 12).

Nossa alegria, porém, não é resultado apenas da gratidão gerada pelo olhar em retrospectiva. Ela também vem do olhar esperançoso prospectivo: "Por que estás abatida, ó minha alma? Por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei, a Ele, meu auxílio e Deus meu" (Sl 42.5). "Aguardo o Senhor, a minha alma o aguarda; eu espero na sua palavra" (Sl 130.5).

No fim das contas, o coração não anseia por qualquer das dádivas de Deus, mas pelo próprio Deus. Vê-lo, conhecê-lo e estar em sua presença é o maior banquete da alma. Depois disso ela não quer mais nada. As palavras passam a ser insuficientes. Nós falamos de prazer, alegria, delícia, mas esses são apenas frágeis indicadores da experiência indizível.

"Uma coisa peço ao Senhor, e a buscarei: que eu possa morar na Casa do Senhor todos os dias da minha vida, para contemplar a beleza do Senhor e meditar no seu templo" (Sl 27.4). "Na tua presença há plenitude de alegria, na tua destra, delícias perpetuamente" (Sl 16.11). "Agrada-te do Senhor" (Sl 37.4).

Esses são alguns dos afetos do coração que podem evitar que a adoração seja "em vão". Adorar é uma maneira alegre de refletir de volta para Deus o brilho do seu valor. Não é um mero ato de vontade, pelo qual executamos ações externas. Sem a participação do coração não adoramos de verdade. O envolvimento do coração na adoração é o despertamento de sentimentos, emoções e afetos do coração.

Onde os sentimentos por Deus estão mortos, a adoração está morta. A adoração genuína precisa incluir sentimentos interiores que refletem o valor da glória de Deus. Se não fosse assim, a palavra hipócrita não teria sentido. Mas a hipocrisia existe — ter emoções exteriores (como cantar, orar, dar, recitar) que significam afetos do coração que não existem. "Este povo me honra com os seus lábios, mas o seu coração está longe de mim."

CIDADÃOS DOS CÉUS!


Cidadãos dos céus!

Posted: 28 Jun 2011 06:03 AM PDT

[Cl. 1: 5] "Por causa da esperança que vos está reservada nos céus, da qual já antes ouvistes pela palavra da verdade do evangelho,"

Há um texto bíblico em Efésios 1. 13,14 que corrobora plenamente com o versículo base de hoje: "Em quem também vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa. O qual é o penhor da nossa herança, para redenção da possessão adquirida, para louvor da sua glória." Essa é a viva esperança que é manifestada na vida daquele que creu em Cristo. É viver na certeza de que uma vez tendo sido lavado e remido pelo sangue de Cristo, através da Graça de Deus há reservado para esse crente uma herança nos céus. E o penhor (garantia) dessa herança é o Espírito Santo que habita no crente. Quando o pecador aceita a Jesus como único Senhor e Salvador pleno de sua vida o Espírito Santo o sela para a salvação. A partir desse momento ao receber o Dom (dádiva) do Espírito uma nova vida é instaurada na vida daquele que creu. E nesse contexto o servo de Deus passa a viver seguro na esperança da vida eterna com Deus. Vida esta que foi prometida por Jesus. (Jo 14.2) Ele sabe que está no mundo, mas não pertence ao mundo e como embaixador de Cristo na terra (II Co 5.20) o servo de Deus precisa representar bem o seu país (céu) diante de um mundo que vive cheio de pecados. A boa representação se dá quando o servo de Deus se torna uma testemunha viva de Cristo. (At. 1.8) Pois é anunciando a salvação de Deus aos perdidos que a Igreja de Cristo cumpre a sua missão. É desta forma que em todo o mundo muitas vidas serão alcançadas pela Graça de Cristo e se tornarão cidadãos dos céus que vivem na maravilhosa esperança de um dia morar nos céus.

Pr. Waldyr Silva do Carmo
IGREJA CASA DE ORAÇÃO CEHAB


Felicidade!!!???

---------- Mensagem encaminhada ----------
De: Jairo Larroza

Felicidade

Acredito que a nossa maior busca é pela felicidade. Mas, ninguém é cem por cento feliz (só em algumas novelas). Desde criança, aprendi que a felicidade seria encontrada em coisas fora mim mesmo. E fui por aí, conquistando coisas, pessoas, dinheiro, status... Um dia, fiquei com a sensação de ter sido enganado. Onde está o prêmio por minha busca? Felicidade é um conceito abstrato demais, fugaz, volátil, impreciso, subjetivo. Isso não é justo! Depois de cada decepção, começava tudo de novo: onde está a satisfação para a minha necessidade mais profunda?

Descobri que a Palavra de Deus, no lugar de "felicidade", apresenta outro conceito: "Alegria" (contentamento, júbilo, plenitude, gozo, Fruto do Espírito Santo produzido em meu viver). Felicidade não se encontra nos sonhados "finais", porque ela não existe como a imaginamos. O que a Bíblia nos apresenta é a alegria que só encontramos em Cristo Jesus. Precisei entregar minha alma, minha vida, meus caminhos totalmente nas mãos do Salvador. Alegria não é "estar tudo bem", porque "muito dinheiro no bolso, saúde pra dar e vender" um dia também acabam. Alegria é crer que, apesar de qualquer circunstância, Deus me ama e tem um lugar para mim em Seu Reino, agora e para sempre. E essa alegria não depende mesmo das circunstâncias, está alicerçada na fé. Muito além do que os sentidos naturais lhe ensinaram, experimente a grande aventura de conhecer a Deus e andar com Ele!

Pare de correr atrás da felicidade. Corra para Cristo! Onde você está, agora mesmo, peça a Ele que transforme sua vida, perdoe seus pecados e lhe dê a alegria de viver: Jesus.


Jairo Larroza 07abr2008seg02h23m

quarta-feira, 29 de junho de 2011

PAI, TÔ COM FOME! - linda historia...

Recebi essa mensagem de uma amiga muito amada, a Dione, e estou postando no blog por causa do comentário abaixo, pode servir para muitos corações. Repassei ontem já, mas hoje tem acréscimos.

---------- Mensagem encaminhada ----------
De: Waldyr Silva do Carmo


Olá amada,

A emoção foi muito forte diante desta mensagem. Como é bom a gente poder parar e pensar naquilo que pode ser feito e que não custa quase nada , mas que transforma e muda a história de uma pessoa. Muitos hoje só precisam de um pedacinho de pão. Só precisam de um olhar carinhoso, só precisam de amor. Em nome de Jesus, que tenhamos a coragem de sair de nossa capa religiosa vivermos as atitudes que Jesus viveu quando esteve entre nós. Obrigado por essa linda mensagem.

Que Deus continue usando poderosamente sua vida que tem feito diferença para muitos corações. 

Grande abraço,  Pr. Waldyr


From: DIONE - dimazan1@hotmail.com

 PAI, TÔ COM FOME!
 
Vale a pena ler!!!!

Ricardinho não aguentou o cheiro bom do pão e falou:

- Pai, tô com fome!!!

O pai, Agenor , sem ter um tostão no bolso, caminhando desde muito cedo em busca de um trabalho, olha com os olhos marejados para o filho e pede mais um pouco de paciência....

- Mas pai, desde ontem não comemos nada, eu tô com muita fome, pai!!!

Envergonhado, triste e humilhado em seu coração de pai, Agenor pede para o filho aguardar na calçada enquanto entra na padaria a sua frente...

Ao entrar dirige-se a um homem no balcão:

- Meu senhor, estou com meu filho de apenas 6 anos na porta, com muita fome, não tenho nenhum tostão, pois sai cedo para buscar um emprego e nada encontrei, eu lhe peço que em nome de Jesus me forneça um pão para que eu possa matar a fome desse menino, em troca posso varrer o chão de seu estabelecimento, lavar os pratos e copos, ou outro serviço que o senhor precisar!!!

Amaro , o dono da padaria estranha aquele homem de semblante calmo e sofrido, pedir comida em troca de trabalho e pede para que ele chame o filho...

Agenor pega o filho pela mão e apresenta-o a Amaro, que imediatamente pede que os dois sentem-se junto ao balcão, onde manda servir dois pratos de comida do famoso PF (Prato Feito) - arroz, feijão, bife e ovo...

Para Ricardinho era um sonho, comer após tantas horas na rua....

Para Agenor , uma dor a mais, já que comer aquela comida maravilhosa fazia-o lembrar-se da esposa e mais dois filhos que ficaram em casa apenas com um punhado de fubá...

Grossas lágrimas desciam dos seus olhos já na primeira garfada...

A satisfação de ver seu filho devorando aquele prato simples como se fosse um manjar dos deuses, e lembrança de sua pequena família em casa, foi demais para seu coração tão cansado de mais de 2 anos de desemprego, humilhações e necessidades...

Amaro se aproxima de Agenor e percebendo a sua emoção, brinca para relaxar:

- Ô Maria!!! Sua comida deve estar muito ruim... Olha o meu amigo está até chorando de tristeza desse bife, será que é sola de sapato?!?!

Imediatamente, Agenor sorri e diz que nunca comeu comida tão apetitosa, e que agradecia a Deus por ter esse prazer...

Amaro pede então que ele sossegue seu coração, que almoçasse em paz e depois conversariam sobre trabalho...

Mais confiante, Agenor enxuga as lágrimas e começa a almoçar, já que sua fome já estava nas costas...

Após o almoço, Amaro convida Agenor para uma conversa nos fundos da padaria, onde havia um pequeno escritório...

Agenor conta então que há mais de 2 anos havia perdido o emprego e desde então, sem uma especialidade profissional, sem estudos, ele estava vivendo de
pequenos 'biscates aqui e acolá', mas que há 2 meses não recebia nada...

Amaro resolve então contratar Agenor para serviços gerais na padaria, e penalizado, faz para o homem uma cesta básica com alimentos para pelo menos 15 dias...

Agenor com lágrimas nos olhos agradece a confiança daquele homem e marca para o dia seguinte seu início no trabalho...

Ao chegar em casa com toda aquela 'fartura', Agenor é um novo homem sentia esperanças, sentia que sua vida iria tomar novo impulso...

Deus estava lhe abrindo mais do que uma porta, era toda uma esperança de dias melhores...

No dia seguinte, às 5 da manhã, Agenor estava na porta da padaria ansioso para iniciar seu novo trabalho...

Amaro chega logo em seguida e sorri para aquele homem que nem ele sabia porque estava ajudando...

Tinham a mesma idade, 32 anos, e histórias diferentes, mas algo dentro dele

chamava-o para ajudar aquela pessoa...

E, ele não se enganou - durante um ano, Agenor foi o mais dedicado trabalhador daquele estabelecimento, sempre honesto e extremamente zeloso com seus deveres...

Um dia, Amaro chama Agenor para uma conversa e fala da escola que abriu vagas para a alfabetização de adultos um quarteirão acima da padaria, e que ele fazia questão que Agenor fosse estudar...

Agenor nunca esqueceu seu primeiro dia de aula: a mão trêmula nas primeiras letras e a emoção da primeira carta...

Doze anos se passam desde aquele primeiro dia de aula...

Vamos encontrar o Dr. Agenor Baptista de Medeiros , advogado, abrindo seu escritório para seu cliente, e depois outro, e depois mais outro...

Ao meio dia ele desce para um café na padaria do amigo Amaro, que fica impressionado em ver o 'antigo funcionário' tão elegante em seu primeiro terno...

Mais dez anos se passam, e agora o Dr. Agenor Baptista, já com uma clientela que mistura os mais necessitados que não podem pagar, e os mais abastados que o pagam muito bem, resolve criar uma Instituição que oferece aos desvalidos da sorte, que andam pelas ruas, pessoas desempregadas e carentes de todos os tipos, um prato de comida diariamente na hora do almoço...

Mais de 200 refeições são servidas diariamente naquele lugar que é administrado pelo seu filho , o agora nutricionista Ricardo Baptista...

Tudo mudou, tudo passou, mas a amizade daqueles dois homens, Amaro e Agenor impressionava a todos que conheciam um pouco da história de cada um...

Contam que aos 82 anos os dois faleceram no mesmo dia, quase que a mesma hora, morrendo placidamente com um sorriso de dever cumprido...

Ricardinho , o filho mandou gravar na frente da 'Casa do Caminho', que seu pai fundou com tanto carinho:

'Um dia eu tive fome, e você me alimentou. Um dia eu estava sem esperanças e você me deu um caminho. Um dia acordei sozinho, e você me deu Deus, e isso não tem preço. Que Deus habite em seu coração e alimente sua alma. E, que te sobre o pão da misericórdia para estender a quem precisar!!!'

Se acharem que vale a pena repassem, pois nunca é tarde para começar e sempre é cedo para parar!!!  

Embora não podemos voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim!!! E Deus está sempre pronto para perdoar os que se voltarem para Ele com um coração arrependido e sincero. A Salvação é agora, amanhã pode ser tarde demais. VOCÊ PODE PASSAR A SUA VIDA SEM JESUS, MAS VAI SER TERRÍVEL MORRER SEM ELE!!!

Repassando, com carinho...

Cidade das Sombras, um prelúdio à vida contemporânea.



Cidade das Sombras, um prelúdio à vida contemporânea

Ilustração da Caverna de Platão
Olá, amigo leitor! Aqui estamos nós.
Vou comentar hoje um filme muito bacana que assisti chamado "Cidade das Sombras". É história da população de uma cidade que vive num mundo escuro, iluminado apenas por luzes artificiais e que são alimentadas por um gerador. Acontece que este gerador apresenta defeitos, de maneira que, vez e outra, e cada vez mas freqüente, a energia acaba.

Realidade do Filme:
a) Surgem grupos religiosos apregoando e cantando músicas apocalípticas pelas ruas; b) Surgem os céticos que acreditam que nada de novo vai acontecer; c) Surgem os políticos que fazem promessas vazias e comem a comida, cada vez mais escassa, às escondidas do povo; d) Surgem os ingênuos que acreditam que os políticos podem resolver o problema; e) Surgem as forças de segurança que impedem qualquer pessoa de procurar uma saída.

O que eu achei muito interessante no filme, foram duas coisas:
a) Apenas dois adolescentes se perguntam porque estão ali, se tem saída dali, enfim, os demais sequer desconfiam de algo que exista d'além daquele universo (quem arrisca é punido); b) O filme é muito parecido com a idéia da Alegoria da Caverna de Platão;

Nossa realidade:
a) Cada vez que acontece um evento notório, surgem grupos apocalípticos lunáticos apregoando que o fim tem data marcada etc. b) Surgem os céticos que debocham de tudo e de todos e dizem que nada de mais está acontecendo, é mais do mesmo; c) Surgem os políticos prometendo coisas que o povo quer ouvir; d) Surge a massa que acredita piamente na capacidade dos políticos resolverem tudo para eles; e) E o pior (que por enquanto ainda não aconteceu) está no surgimento de forças de segurança que impedirão qualquer pessoa de procurar uma saída.

O que eu acho muito interessante na vida real são duas coisas:
a) Uma minoria se pergunta porque está aqui, se tem saída daqui, enfim, os demais preferem ignorar algo que exista d'além deste universo; b) Nossa realidade é muito parecida com a "Carvena de Platão", quando alguém tenta mostrar a luz, e poucos querem realmente acreditar nela.

Veja o trailer do filme, mas procure assistir inteiro:
http://www.youtube.com/watch?v=702_gBvc-74&feature=player_embedded



Obs. minha: o que ninguém quer ver é que este mundo vai terminar e Deus fará novos Céus e nova Terra, onde habitará a Justiça para sempre. Estamos vivenciando todos os sinais: JESUS ESTÁ VOLTANDO!!!

Complemente esta leitura em:
Subterrâneo ou Sobreterrâneo: Qual abrigo você escolheria?

Este Mundo Jaz no Maligno (Mormonismo).



Este Mundo Jaz no Maligno (Mormonismo)

Link to Este Mundo Jaz no Maligno

   Embora os conhecidos Mórmons sejam um povo aparentemente simpático e tenham um programa de beneficência social igual aos melhores do mundo, o mormonismo é uma das seitas mais perigosas de que se tem conhecimento: são verdadeiros lobos vestidos de cordeiros!
   Os missionários dos Mórmons (élderes) são bem treinados em seus métodos: quem é crente só de nome se torna presa fácil para seus argumentos.
   Entretanto, qualquer pessoa que realmente tiver nascido de novo não cairá em suas armadilhas doutrinárias, pois sua regra de fé e prática será sempre a Bíblia Sagrada.

   BREVE HISTÓRICO DO MORMONISMO
   O "profeta" dos Mórmons, Joseph Smith Júnior, nasceu em 23 de dezembro de 1805 em Sharon, Estado de Vermont, tendo sido criado na pobreza e superstição.
   Em 1820, aos quinze anos, já residente em Palmira, estado de Nova Iorque, participou de um grande movimento evangelístico na região e, ao orar num bosque (segundo ele), perguntando a Deus a qual Igreja devia pertencer, apareceram-lhe dois anjos resplandecentes e lhe disseram que todas as igrejas estavam desviadas e que ele não se unisse a nenhuma, pois o evangelho de Cristo em breve seria restaurado.
   A Segunda Visão de Smith: conforme relato do próprio Smith, apareceu-lhe o "anjo" Moroni, que, segundo fez crer, havia vivido naquela mesma região há uns 1400 anos.
   Ainda de acordo com o relato de Smith, Mórmon, um profeta e pai de Moroni, havia gravado a história do seu povo em placas de ouro: quando estavam a ponto de serem exterminados por seus inimigos, Moroni teria ocultado essas placas ao pé de um monte próximo do local, onde hoje é Palmyra.
   Nessa visão, Moroni teria indicado a Joseph Smith o lugar onde as placas teriam sido escondidas e lhe emprestado umas "pedras especiais" (um tipo de lentes chamadas, "Urim e Tumim"), com as quais Joseph Smith poderia decifrar e traduzir os dizeres dessas placas.
   Fundação da Igreja Mórmon: Joseph Smith logo encontrou quem o aceitasse como profeta e fundou uma Igreja com seis membros: esta, no conceito dele, era a única "igreja verdadeira" e somente nela se conseguiria a salvação da alma.
   Os crentes deviam edificar uma teocracia, isto é, teriam seu próprio governo civil onde Smith, o profeta, seria o presidente e teria a ajuda de doze apóstolos… os que não recebiam a mensagem eram chamados de "gentios".
   Uma série de "revelações" de Joseph Smith foi desenvolvendo a doutrina da Igreja e transformado-a em um politeísmo, conforme "Doutrinas e Convênios" (livro da seita).
   Perseguição À Igreja Mórmon: Devido à doutrina da poligamia, Smith e seus seguidores sofreram várias perseguições, razão pela qual eram levados a peregrinar de um a outro ponto da América, procurando onde estabelecer uma colônia e fundar o reino de Deus.
   Encontraram acolhida em Illinois, onde erigiram a cidade de Nauvoo.
   Ali, ao ser acusado de grosseira imoralidade e falsificação, Smith foi preso e uma turba enfurecida invadiu a cadeia e, a tiros, matou Smith e seu irmão, Hyrum.
   AS DOUTRINAS DO MORMONISMO
   Primeiramente é bom destacar que o Mormonismo NÃO É um grupo doutrinário que esteja dentro do corpo cristão: esta igreja prega um Deus diferente, um Jesus diferente e um céu e inferno diferentes.
   Ela ataca a integridade da Bíblia e proclama um outro evangelho.
   Suas doutrinas "eternas", "evangelho" e plano de salvação são dirigidos pelo deus desta terra através de um profeta "vidente e revelador", ao qual os membros devem demonstrar obediência total se quiserem ganhar a vida eterna.

   A Bíblia: Os Mórmons dizem crer na Bíblia até onde ela se haja conservado a tradução correta: afirmam que a "igreja apóstata" tem a corrompido gravemente, tirando muitas partes e acrescentando outras e, por conta disso, publicaram sua própria versão da Bíblia.
   Se confrontarmos a Bíblia atual com manuscritos antigos iremos ver que o Senhor Deus admiravelmente tem conservado Sua Palavra livre de tais alterações e corrupções.
   Os Mórmons dizem também que os profetas vivos (deles, é claro!) "valem mais que todas as Bíblias"…
   Deus: O Mormonismo ensina que há muitos deuses, porém os livros sagrados desta igreja se contradizem a respeito desta doutrina.
   No princípio ensinavam que havia um só Deus, seguindo a doutrina unitária que se encontra no livro de Mórmon  e na tradução que Joseph Smith fez da Bíblia.
   Mais tarde a igreja ensinava que havia três deuses, negando a unidade do Pai, do Filho e do Espírito.
   Depois seus ensinos se converteram num politeísmo radical no qual todos os fiéis chegam a ser deuses!
   Jesus Cristo: Dizem que Jesus Cristo foi o Filho de Deus-Adão e Maria - não foi gerado pelo Espírito Santo, mas por geração natural.
   Chegam ao absurdo de dizer que Jesus teve várias esposas, entre elas Marta e Maria, as irmãs de Lázaro, e Maria Madalena: teria sido desta maneira que pôde "ver sua linhagem" antes de sua crucificação…
   As bodas de Caná, segundo eles, eram do próprio Jesus e que Joseph Smith foi um de seus descendentes, a "linhagem prometida"…
   Pecado e Salvação: Ensinam que Adão teve de desobedecer a um dos mandamentos de Jeová para poder cumprir outro mais importante, o de povoar a terra.
   Pela desobediência de Eva ela foi condenada à mortalidade: para poder retê-la como esposa e povoar a terra, ele também teria de fazer-se mortal e, "sabiamente", desobedeceu também para que a raça humana pudesse nascer.
   Expiação: O Mormonismo ensina que Jesus Cristo expiou somente o pecado de seu Pai, Deus-Adão: isto fez possível a libertação da humanidade dos efeitos da queda, porém não era para remir o homem dos pecados individuais.
   Batismo pelos mortos: Ensinam que aqueles que morrem sem terem sido batizados na Igreja dos Mórmons, terão oportunidade de ouvir a pregação da verdade no mundo dos espíritos: muitos crerão, mas não terão ali oportunidade de se batizar para serem salvos e, portanto, os fiéis que ainda vivem devem batizar-se em lugar de cada defunto cuja conversão deseja.
   Teocracia: Os Mórmons, ainda por cima, ensinam que o sacerdócio de sua Igreja é o governo de Deus na terra: os que rejeitam serão condenados!
   REFUTAÇÕES
   O árbitro maior da fé cristã é a Bíblia Sagrada e não a teologia, seca e morta, nem as alegadas "visões" de homens… sejam eles quem forem!
   E é à luz dos ensinos bíblicos que as crenças do mormonismo devem ser refutadas, pois a regra de fé e prática do cristianismo sempre foi a Bíblia Sagrada, que fala de si mesma, entre outras qualidades, como:
   O Livro dos séculos (Salmos 119:89; 1 Pedro 1:25);
   Divinamente inspirada (Jeremias 36:2; 2 Timóteo 3:16; 2 Pedro 1:21);
   Poderosa em sua influência (Jeremias 5:14; Romanos 1:16; Efésios 6:17; Hebreus 4:12);
   Absolutamente digna de confiança (1 Reis 8:56; Mateus 5:18; Lucas 21:33);
   Pura (Salmos 19:8);
   Verdadeira (Salmos 119:142).
   Sobre Deus: Deus e Adão são pessoas distintas - Deus é o criador (Gênesis 1:26), enquanto Adão é apenas criatura de Deus (Gênesis 1:27);
   Deus não é homem (Números 23:19);
   Deus é Espírito (João 4:24).
   Contra o politeísmo veja Êxodo 20:1-3; Deuteronômio 6:4, 4:33-35,39; 1 Reis 8:60; Isaías 45:5-6,12,21; Joel 2:27, etc.
   Jesus Cristo: Jesus Cristo foi gerado por obra e graça do Espírito Santo (Lucas 1:35).
   Dizer que Jesus era casado e que as Bodas de Caná da Galileia foi a festa do seu próprio casamento, demonstram a completa ignorância quanto à exegese de João 2:2… muito mais que isto, constitui-se num abominável ultraje à pessoa do Salvador Jesus Cristo!
   Pecado e Salvação: A Bíblia não atribui nenhuma sabedoria à escolha de Adão, pelo contrário desobedeceu de maneira consciente conforme 1 Timóteo 2:14 e Romanos 5:12-19.
   Expiação: Se a pessoa negar a divindade de Cristo, nega também, logicamente, a doutrina cristã da expiação.
   A Bíblia ensina que Jesus Cristo levou o nosso pecado, e não somente os de Adão (1 João 2:2, 3:5, 4:10; Isaías 53:4-6,12; João 1:29; 1 Coríntios 15:3; Gálatas 1:4; Hebreus 1:3; 1 Pedro 2:24).
   Batismo pelos mortos: Não há nenhuma referência na Bíblia, nem na história eclesiástica, quanto ao batismo pelos mortos como uma prática da Igreja. Pelo contrário, em 1 Coríntios 15:29-30 Paulo faz uma represália!
   Teocracia: Já vimos que a salvação depende da fé em Cristo, não de ser membro de uma Igreja (Atos 16:31; Efésios 2:8).
   Os cristãos através dos séculos têm chegado a ser membros do reino de Deus, ao receberem o Rei em seus corações e fazê-lo Senhor de sua vida (Romanos 14:17).
   CONCLUSÃO
   "Amados, não creiais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo." (1 João 4:1)
   Na história do mormonismo se vê o perigo de seguir personalidade em vez de aderir-se à doutrina sadia: tal como a popularidade de Joseph Smith cegou seus seguidores para suas faltas e falsidade de mensagem, surgem problemas similares ainda hoje… existem muitos falsos doutrinadores com muita popularidade em nossos dias!
   O conselho de Deus continua sendo este para todos nós:
   "À lei e ao testemunho! Se eles não falarem segundo esta palavra, é porque não há luz neles." (Isaías 8:20)
Texto adaptado e baseado em informações colhidas principalmente de:
Sola Scriptura


Um relance do futuro. Jesus está batendo na sua porta agora, abra o seu coração para Ele, amanhã pode ser tarde demais.


UM RELANCE DO FUTURO
 "Quando disserem: Há paz e segurança, então lhes sobrevirá repentina destruição…
e de modo nenhum escaparão"
1Tessalonicenses 5:3
"O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar"
Mateus 24:35
Em 19 de julho de 1992, Paolo Borsellino, "o maior caçador de mafiosos de Palermo", foi assassinado juntamente com seus guarda-costas. O horrível crime foi condenado pelas autoridades, mas diante de vários atos semelhantes, uma sensação de impotência tomou conta dos responsáveis pela segurança pública da Itália.
Tal impotência diante da injustiça produz um perigoso vazio que algum dia pode ser preenchido por um "homem forte", seja ele desejado ou não. De fato, a Bíblia afirma que tal homem virá no tempo da tribulação, após o arrebatamento da Igreja. Quando aparecer, em todas as partes se dirá: "Paz e segurança". Mas não será uma paz genuína, pois Deus não estará presente. Ela será obtida mediante um acordo com a "besta", ou seja, uma grande autoridade mundial que sairá "do mar", símbolo das nações na Bíblia (Apocalipse 13:1). Como afirma o versículo de hoje, uma destruição repentina alcançará a humanidade, e "de modo nenhum escaparão". Essa será a resposta de Deus ao "homem forte".
Porém, graças a Deus, ainda podemos escapar desse juízo, porque Deus oferece a salvação para todos. O Senhor nos convida a voltarmos para Ele mesmo, confessar nossas culpas e crer no Salvador, Seu Filho Jesus Cristo. Quem aceita o convite, obtém perdão e paz com Deus, que derrama a vida eterna no coração de tal pessoa e a protege de Sua ira que se abaterá sobre os que O rejeitaram.
Extraído do devocionário Boa Semente 2011

A SINDROME DA MENTE ALÇAPÃO

---------- Mensagem encaminhada ----------
De: CLAVIO JACINTO

Quando éramos crianças gostávamos de caçar pássaros silvestres, fazíamos armadilhas e também me lembro muito bem da gaiola, que tinha anexo um alçapão, que servia de armadilha, os pássaros eram atraídos e caiam no alçapão, ficavam assim presos. Eram coisas de crianças, mas faz pouco tempo que me lembrei dos velhos tempos de criança e então uma luz brilhou na minha mente. Hoje na verdade muitas pessoas têm uma mente tipo alçapão, que após receber uma ideia, se fecha completamente, e não permite que outras ideias sejam aceitas. Vejamos alguns exemplos clássicos: os adeptos das seitas em geral. Uma vez que eles recebem a suposta verdade, não admitem qualquer possibilidade da verdade estar em outro lugar. A mente se fecha e aprisiona o erro, e não permite ver que a possibilidade da verdade está voando fora.
Mas não é somente isso, na verdade muitos cristãos sofrem dessa terrível síndrome da mente alçapão. Eu tenho experiências próprias. Vejamos por exemplo, um mais recente. Quando me desliguei de minha denominação e me filiei em uma outra denominação mais conservadora e que transmitia no corpo doutrinário minhas convicções, muitos ditos “crentes’ achavam que eu tinha me desviado ou saído da “igreja”; a mente alçapão desses “crentes” aprisionou a idéia de que uma denominação seria a única igreja verdadeira e que não há possibilidade de salvação em outros ministérios. Outro dia ouvi um desses obreiros que na frente do púlpito argumentavam com orgulho que nunca colocaram o pé em outra igreja, nunca entraram em um templo de outro ministério. A mente alçapão aprisiona a falsa e herética ideia de que visitar irmãos de outras denominações ou participar de um culto em outra igreja, é uma profanação sem medidas. Na verdade a mente alçapão é uma síndrome que infesta a comunidade evangélica geral, para os calvinistas extremos é inconcebível a salvação de um arminiano, para um pentecostal fanático é inconcebível a salvação de um tradicional, e vice versa!
Há os que se aprisionam nos templos, nas quatro paredes de uma denominação e se não bastasse isso, limitam a mente a conceber uma ideia única e na maior parte das vezes antibíblica.
Os que sofrem da mente alçapão, admitem coisas absurdas e insustentáveis como a “salvação só está na minha denominação” ou “jamais vou colocar meus pés num templo de outra denominação” ou “jamais vou participar de uma reunião fora da minha denominação”. Você vê isso em toda parte, essa síndrome é uma devastação na comunidade evangélica. Outro dia ouvi um insensato afirmar descabidamente que se a sua igreja não tiver boa nenhuma outra está! Mas o fato é que ele nunca conheceu outro ministério e não entende nada mais do que acontece em sua comunidade. Esse é o resultado da síndrome da mente alçapão.
No campo doutrinário ocorre isso, achamos que a ideia teológica que nos foi transmitida é a verdade absoluta e por isso não nos esforçamos para ir além e abrir a nossa mente para verificar a possibilidade de estarmos errados ou não. Não vamos além, a ideia e o ensino inculcado na nossa mente está aprisionada num campo extremamente hermético que é a nossa mente. Não abrimos a mente para a possibilidade, não raciocinamos além do circuito fechado daquilo que foi imposto a nossa mente. JESUS nos ensinou a raciocinar, e não a fechar a nossa mente, ele nos incentiva ao cálculo, ao exame, a verificação. Em Lucas 14:25 a 35 há um exemplo claro, em outra parte Jesus mandou os cristãos a examinarem as escrituras e ainda Paulo exortou: “Examinai-vos a vós mesmos, se permaneceis na fé; provai-vos a vós mesmos. Ou não sabeis quanto a vós mesmos, que Jesus Cristo está em vós? Se não é que já estais reprovados.” (2Co 13:5) e ainda “Examinai tudo. Retende o bem.” (1Ts 5:21).
Os bereanos em Atos 17:11, não tinham a síndrome da mente alçapão, eles estavam abertos a possibilidade de Paulo errar, examinavam as Escrituras para ver se realmente era assim. Há muitos conceitos, ideias e doutrinas que podem estar errados, temos de avaliar, estudar a possibilidade de estarmos errado em algum conceito ou opinião. A inflexibilidade com relação a opiniões pessoais tem sido um dos fatores mais favoráveis a divisões e pelejas na comunidade cristã.
Eu tenho observado e tenho enfrentado muito desse tipo de coisas, pessoas que estão aprisionadas em opiniões de pessoas, inflexíveis diante dos fatos bíblicos quando se apresenta como prova de seus erros, mas a mente hermética, que prende a opinião errada, não admite a entrada de evidências. Esse fenômeno tem sido comum até mesmo entre os ditos acadêmicos, fervorosos defensores da teoria da evolução, não admitem qualquer possibilidade da existência de um criador, a ideia de um DEUS não é permitida a sua entrada na mente de um ateu que aprisiona a sua mente, ou a doutrina da divindade de CRISTO é inconcebível para um Testemunha de Jeová que fechou a sua mente para a entrada dessa ideia, acontece que se uma ideia, uma teoria ou uma doutrina não entra na nossa mente, ela é impossível de ser avaliada, o que é inadmissível por preconceito programado, não terá efeito de verificação equilibrada na nossa mente.
Assim vimos como muitos ditos cristãos, estão apenas vivendo ideias aprisionadas, e fazem disso seu conjunto de verdade, os resultados desse condicionamento que eu chamo de auto-aprisionamento mental, é em muitos casos terrível do ponto de vista eterno. Aliás, todos os que sofrem da síndrome da mente alçapão tendem a ser intolerantes. Vimos esses vestígios em alguns reformadores, acabaram aprisionando ideias doutrinárias como verdades absolutas, e não admitiram a possibilidade de estarem errados. Acho que um antitrinitário, apenas para citar um exemplo, não deve ser vítima de intolerância de um trinitário, podemos discordar com respeito, aliás, respeitando a posição alheia, mesmo diante das evidências a nosso favor. Respeito sempre é o resultado de uma mente iluminada, intolerância sempre será o resultado de uma mente encarcerada. Estejamos atentos a esse fato e vamos abrir a nossa mente para todas as verdades descritas na Bíblia, ainda que em alguns casos ela pareça um pouco diferente do que aprendemos em nossa denominação.
DEUS ABENÇOE
Clávio Juvenal Jacinto

O PODER DA ORAÇÃO.


O poder da oração

Posted: 29 Jun 2011 04:34 AM PDT

[Cl. 1: 9] "Por esta razão, nós também, desde o dia em que o ouvimos, não cessamos de orar por vós, e de pedir que sejais cheios do conhecimento da sua vontade, em toda a sabedoria e inteligência espiritual;"

A oração é a alavanca na vida da Igreja. Ela move o coração de Deus a favor do seu povo! Ela quebranta e muda o coração daquele que ora. Através da oração o canal da comunicação com Deus é aberto e uma profunda intimidade é gerada com o Pai celestial. Há um texto em Tiago 5.16 que nos afirma que "a oração feita por um justo pode muito em seus efeitos." Essa realidade vem nos mostrar que Deus tem compromisso com aqueles que foram alcançados pela graça de Cristo. O justo citado no texto é aquele que foi Justificado através do sangue do Senhor Jesus. Esta vida está ligada à videira verdadeira que é Jesus; portanto, quando ela ora em obediência à palavra de Deus ela sabe como pedir, pois pede com sabedoria e o resultado final são grandes e copiosas bênçãos sendo derramadas. (Jo. 15.7) É maravilhoso viver estas certezas, pois aquele que é servo de Deus tem a sua disposição essa maravilhosa ferramenta que tem o poder de produzir grandes milagres na vida daquele que creu e através dele ser também um canal de bênçãos para muitas vidas. Lembro-me da história de uma mulher que estava passando fome com seus dois filhos que eram pequenos. Diante desse quadro terrível ela uma serva de Deus chamou os filhos para orarem ao Senhor para que Ele os abençoasse com o alimento. Quando estavam na varanda da casa orando e pedindo o alimento ao Senhor, passavam naquele momento alguns rapazes na rua e vendo-os de olhos fechados e orando, correram até a venda mais próxima compraram pães e jogaram no quintal dizendo entre si: "vamos jogar os pães pra ela achar que foi Deus quem mandou". Ao abrir os olhos a mãe viu os pães e louvou ao Senhor com os filhos pelo alimento que Deus tinha concedido. Os jovens acharam que estavam zombando da mulher, mas na verdade estavam sem saber sendo instrumentos de Deus para que o milagre acontecesse. É assim que Deus faz na vida daquele que crê! Ele responde de forma sobrenatural usando situações inusitadas para abençoar seus filhos. Como anda sua vida de oração? Você tem tido oportunidades de conversar com o Pai abrindo o coração no altar Daquele que te livrou da morte eterna? Creia na Palavra Daquele que salvou! Envolva-se com a oração e grandes milagres serão derramados à sua vida.

Pr. Waldyr Silva do Carmo
IGREJA CASA DE ORAÇÃO CEHAB



domingo, 26 de junho de 2011

VIVENDO NA PLENITUDE DA PALAVRA.

Vivendo na plenitude da Palavra

Posted: 25 Jun 2011 12:43 PM PDT

[Cl. 3: 16] "A palavra de Cristo habite em vós abundantemente, em toda a sabedoria, ensinando-vos e admoestando-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais, cantando ao Senhor com graça em vosso coração."

A Palavra de Deus é a única regra de fé e prática na vida do crente. É através dela que somos direcionados para o cumprimento pleno da vontade de Cristo em nossas vidas. Contudo, para o milagre ser operado na vida daquele que creu em Cristo é necessário haver envolvimento com essa Palavra. Um crente que não lê e medita diariamente na Bíblia se atrofia e se estagna espiritualmente. Ele passa a viver o Evangelho de Cristo apenas na superficialidade, pois não há conteúdo nesta vida. Quando o questionam quanto à razão de sua esperança, não tem respostas, pois não possui conhecimentos bíblicos. Se não há conhecimentos fica também vulnerável aos erros e aos enganos do inimigo. Há um texto bíblico que assim nos afirma: "E Jesus, respondendo, disse-lhes: Porventura não errais vós em razão de não saberdes as Escrituras nem o poder de Deus?" (Mc 12.24) – Vemos então que o querer de Deus é que seus filhos estejam conhecendo e vivendo de fato as maravilhas de Sua Palavra. Ela é viva e tem o poder de trazer edificação, exortação, consolação e outras bênçãos que irão gerar crescimento e amadurecimento na vida do servo de Deus. Assim como necessitamos do alimento para os nossos corpos físicos, a Palavra de Deus é o nosso alimento que supre nossas necessidades espirituais. É através dela que o crente é tocado e ministrado pelo Espírito de Deus. É através dela que mudanças serão geradas em seu coração, levando-o a tomadas de decisões que irão glorificar o nome do Senhor Jesus. Alimente desta Palavra! Medite nela dia e noite (Sl 1) Guarde-a em seu coração e uma vida de santidade será gerada de Deus em você. (Sl. 119.11) vivendo desta forma ela será a lâmpada que os seus pés precisam e luz para uma caminhada de grandes vitórias. (Sl 119.105) Viva na plenitude desta Palavra.

Pr. Waldyr Silva do Carmo
IGREJA CASA DE ORAÇÃO CEHAB

quarta-feira, 22 de junho de 2011

JESUS CRISTO - O SALVADOR DO HOMEM PERDIDO!!!

---------- Mensagem encaminhada ----------
De: IGREJA CASA DE ORAÇÃO CEHAB

Jesus Cristo o Salvador do homem perdido

Posted: 20 Jun 2011 05:19 PM PDT

[Cl. 2: 14] "Havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz."

A Bíblia nos afirma em Romanos 3.23 que "todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus;" Foi através dos nossos primeiros pais "Adão e Eva" que o pecado entrou no mundo. (Gn 3) Através do pecado a realidade perfeita da criação de Deus foi mudada. O homem se viu inimigo de Deus e toda a comunhão plena com o criador foi perdida. As conseqüências vieram para toda a humanidade e dentre tantas o homem teve de ser confrontado com a morte. Em Romanos 6.23, a Bíblia nos afirma: "Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor." Em débito com Deus o homem teve de enfrentar a realidade da morte em dois aspectos: 1. Morte física – todos estão fadados a morrerem um dia. 2. Morte espiritual – Uma vez morrendo no pecado o homem enfrenta além da morte física a morte espiritual que é constituída da realidade plena de ser condenado a viver a eternidade longe de Deus. Esse é o triste contexto daqueles que partem para a eternidade sem Cristo. Mas a palavra que lemos nos fala que alguém quitou a dívida do pecado de todos os homens. É isso mesmo, havia um escrito de dívida contra o homem evidenciado pela Lei. Ela revelava e apresentava a condenação de todos os homens diante do pecado. Em Hebreus 9.22 lemos: "E quase todas as coisas, segundo a lei, se purificam com sangue; e sem derramamento de sangue não há remissão." Jesus se tornou homem e habitou entre nós para derramar o seu próprio sangue para fôssemos livres da pena do pecado. Ao ser sacrificado na Cruz, Ele teve seu sangue derramado e sobre si levou os pecados de todos os homens. Ele se fez réu em lugar do homem pecador para que pudesse livrá-lo da morte eterna. Todo o escrito de dívida que constava na Lei e que era contrário a todos os homens foi quitado por Jesus Cristo na cruz do calvário. Entendemos então que um plano de salvação foi elaborado e impetrado pelo próprio Deus a favor do homem perdido. Contudo, para tomar posse da vitória e ter consolidado a libertação completa é necessário aceitar o sacrifício de Cristo. É através da Fé e crendo que Jesus morreu e ressuscitou que o homem que se encontra preso ao pecado obtém a sua libertação. Jesus é a verdade que liberta o homem condenado pelo pecado. (João 8.32) – Ele é o único caminho de salvação para aquele que se encontra perdido. (João 14.6). É aceitando a Jesus como único Senhor e Salvador pessoal que aquele que se encontra perdido alcança a Graça de Deus em sua vida. (Ef. 2.8,9) E é desta forma que recebe também a instauração da vida abundante prometida por Jesus a todo aquele que crê. (Jo. 10.10) Em Cristo Jesus, o homem pecador têm a oportunidade ser salvo com a garantia plena de morada nos céus. (Ef. 1.13,14) Ele é o Autor e consumador da nossa Fé. (Hb 12.2)

Pr. Waldyr Silva do Carmo
IGREJA CASA DE ORAÇÃO CEHAB


terça-feira, 14 de junho de 2011

HINOS MARAVILHOSOS.... Em especial para a irmã Cristiane, que me pediu hinos.

---------- Forwarded message ----------
From: ampf27

O link é este http://www.youtube.com/watch?v=aUgw5qcrV-Q, espero que gostem


http://www.youtube.com/watch?v=aUgw5qcrV-Q


http://www.youtube.com/watch?v=PmTISvc_z7U&list=PLC41F4F37132801C9


http://www.youtube.com/user/aurisjosely#p/c/C41F4F37132801C9/1/qTyRBeWH2X0


http://www.youtube.com/user/aurisjosely#p/c/C41F4F37132801C9/6/R8ZAlotLjkc


http://www.youtube.com/user/aurisjosely#p/c/C41F4F37132801C9/7/eZe51gcsBrc


http://www.youtube.com/user/aurisjosely#p/c/C41F4F37132801C9/8/e3z8UuO07O8


Meu canal no YouTube com mais hinos. No próprio YouTube basta ir navegando e é possível ouvir hinos maravilhosos.

http://www.youtube.com/user/aurisjosely


--
http://jesusofinaldetudo.blogspot.com/

http://ofinaldetudovem.blogspot.com/


http://jesusofinaldetudo.wordpress.com/

"E sabemos que já o Filho de Deus é vindo, e nos deu entendimento para conhecermos o que é verdadeiro; e no que é verdadeiro estamos, isto é, em seu Filho Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna" ( 1 Jo 5:20 ).

"Porque, se anuncio o Evangelho, não tenho de que me gloriar, pois me é imposta essa obrigação; e ai de mim, se não anunciar o Evangelho!"  1 Cor 9:16

Não repassem mensagens com conteúdo que desagrade a Deus (pornografias, idolatrias, etc...), vai chegar o dia em que você lamentará por ter feito isso.

"ISRAEL É O PONTEIRO NO RELÓGIO MUNDIAL DE DEUS".



Este Mundo Jaz no Maligno (Onde Encontrar Sabedoria?)

---------- Mensagem encaminhada ----------
De: Este Mundo Jaz no Maligno

Este Mundo Jaz no Maligno (Onde Encontrar Sabedoria?)

Link to Este Mundo Jaz no Maligno

Onde Encontrar Sabedoria?

Posted: 13 Jun 2011 08:54 PM PDT

Sou um relapso procrastinador e tenho algo tão importante para escrever… que estou com medo!
Pelos mais diversos motivos sinto que chegou a hora de transformar as coisas que vi e vivi em livro, mas estou sem noção de como fazer isso: estilo documentário ou ficção? Material multimídia adicional em um DVD? Preparar palestras, mesmo sabendo que deverão ocorrer em hotéis (já que, por buscar a pureza bíblica, acabo me afastando das denominações e, consequentemente, dos templos…)?
   Além das atribulações cotidianas, tudo isso tem me desconcentrado e afastado de escrever. Eis o motivo de minha ausência!
   Porém não é pela ausência de novas publicações que o trabalho em defesa da fé genuína vai ficar parado: esses dias recebi duas interessantes mensagens – uma de um "após tolo" e outra de um jovem – que decidi apresentá-las a meus leitores, de modo que estes possam constatar por si próprios o estado de confusão em que a estrutura eclesiástica moderna se encontra, assim como se surpreender com… não vou antecipar.
   Acompanhem as conversas e descubram!

   Estava eu em meus dilemas quando aterrissa, sem aviso prévio, um e-mail de um tal apóstolo Ricardo com o título "O Que É O Reino Mesmo?" e o seguinte conteúdo (veio tudo num parágrafo único e eu tentei formatar e pontuar para uma melhor compreensão):
   Olá amado Teóphilo,
   Não sou ninguém que possa, de fato, ter um "profundo" conhecimento sobre as questões que você questiona ou critica no que diz respeito a Batalha Espiritual, Cura Interior e demais temas aos quais tem sido amplamente abordados nos últimos anos no meio evangélico, até porque quando nos aprofundamos sem entendimento começa a cheirar enxofre, mas entendo que quando a palavra de Deus diz em II Co 3 6 o qual também nos capacitou para sermos ministros dum novo pacto, não da letra, mas do espírito; porque a letra mata, mas o espírito vivifica."…
   A letra que mata, querido, é a letra sem direção do Espírito Santo, é a pregação vazia sem o principal elemento e essência que é a revelação da leitura da palavra ou seja o mistério que só Jesus Cristo e o Pai podem trazer a mim e a você não para pregarmos com eloquência, mas com amor e autoridade por experiência pessoal com Deus.
   E quando Paulo aqui diz que o Espírito vivifica, esta ensinando-nos a buscar do Senhor o entendimento na leitura pelo Espírito Santo, isto é, todos nós devemos parar de contextualizar a palavra e buscar no Senhor a comunhão e dependência necessária para que haja um grande avivamento no meio do Corpo de Cristo, que por falta de AMOR para com todos os que foram chamados como você, eu e a Ap. Ana Mendez, fomos arregimentados no maior Exército do mundo, não para expor nossas críticas ao trabalho de outros, mas para estabelecer por Fé e trabalho o Reino que já está dentro de nós…
   Quem nos chamou não nos obrigou mas em amor declarou em Hebreus 5-4: Ora, ninguém toma para si esta honra, senão quando é chamado por Deus, como o foi Arão. Assim também Cristo não se glorificou a si mesmo, para se fazer sumo sacerdote, mas o glorificou aquele que lhe disse: Tu és meu Filho, hoje te gerei.
   Amado Teóphilo, sou servo do Senhor como você também o é, mas creio que a obra a que o Senhor chamou a senhora Ana Mendez não tem relação com heresias ou mentiras, pois o Senhor nos chamou para o Reino, não é???
   E o que é o Reino??
   Paulo declarou em Romanos 14-17 aos que queriam "comer demais, beber demais"…  porque o reino de Deus não consiste no comer e no beber, mas na justiça, na paz, e na alegria no Espírito Santo…
   Amado vamos viver em justiça, paz e alegria de servirmos ao Rei dos reis e Senhor dos Senhores… JESUS!!!!!
   Seu amigo em Cristo Jesus,
   Apóstolo Ricardo.
   Respirei fundo e, tentando ser o mais educado e didático possível, respondi:
   Que o Senhor Deus seja benigno e complacente para todos aqueles que O amam!
   Li atentamente suas palavras e sinceramente não consegui compreender a explicação acerca do reino e do amor que está tentando me mostrar, assim como me surpreendi pela qualificação de "críticas" em minha análise de fatos versus a Palavra de Deus.
   Posso estar compreendendo mal suas palavras, mas antes de prosseguir nesse diálogo, gostaria imensamente de pedir que leia dois de meus textos, que considero que devam figurar dentre os mais importantes que eu já tenha escrito: No primeiro busquei uma definição com estrita base bíblica acerca do que seja o verdadeiro amor cristão:
   No segundo falo acerca de julgamento, coisa que muitos cristãos não compreendem e classificam como críticas:
   Após tal leitura, gostaria ainda que, se não for muito esforço, pudesse ler a questão que levanto acerca de muitos que se propõem a fazer a "obra" de Deus de forma fraudulosa:
   Agora sim, após tomar conhecimento de minha posição fundamentada estritamente na Bíblia, estou disposto a receber nova argumentação, com base mais sólida que os trechos de passagem que enviou, de modo que eu seja levado a compreender como uma mulher que fala de "mortos atuando a partir do reino dos céus" possa estar falando de um mesmo reino que o do Deus que inspirou os escritores da Bíblia e, por acaso, exatamente o reino sobre o qual tenho escrito durante já algum tempo.
   Do mesmo modo, ao receber sua mensagem, busquei por seu nome e encontrei a foto que segue em anexo (aqui devidamente substituída pela ilustração inicial do "Capitão Guapo", disfarce do atrapalhado vilão dos desenhos "Falsão", apresentado ao lado)… é mesmo você?
Tenho para mim que, após Paulo, o abortivo, não tenham sobrado oportunidades para que ninguém mais assuma o título de apóstolo sem verdadeiramente, no mínimo, saber manejar com extrema habilidade a Palavra da Verdade, já que fazer adições à ela é coisa vedada pelo próprio Senhor Deus…
   Dessa forma, informo que este e-mail está sendo enviado com algumas cópias ocultas para alguns cristãos das mais diversas denominações, mas que, antes de tudo, tem demonstrado o verdadeiro interesse na genuína integridade da Palavra de Deus (pois é somente a compreensão e obediência a ela que pode nos tornar irmãos), de modo que estes também possam testemunhar e julgar tanto o meu quanto o seu procedimento.
   Atenciosamente despeço-me e rogo que não me veja como um inimigo, mas compreenda que antes de ser amigo de qualquer um, busco ser servo fiel do Senhor Jesus Cristo.
   Como não houve resposta até hoje, decidi publicar apenas para que fique registrado o nível miserável de conhecimento bíblico de um "cristão" e questionar: quem deu o título de apóstolo a uma pessoa como essa?!

   O outro e-mail também me atingiu sem buzinar antes:
   Olá Teophilo,
   Desculpa não enviar uma pergunta tão "concreta" ou com diversos textos bíblicos, mas te peço paciência e que, se possível, não venha a publicar esse e-mail no seu site, mas que possa me respondê-lo.
   Tenho 19 anos e conheci seu site faz 2 semanas: sempre achei que alguns ensinamentos e práticas nas igrejas (inclusive na minha, que é a Igreja Batista) estivessem com alguns ensinamentos humanos e não da parte de Deus e sua palavra.
   A questão é: desde que entrei na igreja (há 3 anos) recebi alguns desses ensinos equivocados e que, no início, eu até discordava e falava para meus lideres, mas depois por uma questão de eu me achar "rebelde", parei.
   Hoje vejo minha igreja indo em direção a esses movimentos pentecostais, que o culto tem que ser "avivado", com o "fogo", muita gente falando em línguas estranhas alto, som alto, algumas profecias… e ainda temos como base para um possível avivamento a palavra de 2 Crônicas 7.14 que, como eu entendi através de um dos seus textos, era para o povo de Israel e só!
   E que possivelmente não tem mais jeito para avivamentos e coisas do tipo, se não existir um arrependimento genuíno e individual de cada cristão.
   E também tenho pensado muito em pregações apelativas aos sentimentos das pessoas, e que sempre tem uma musica para emocionar as pessoas e leva-las a uma possível conversão e arrependimento, mas isso não posso julgar, porque só Deus sabe quem realmente aceitou jesus e entendeu realmente o que seja isso.
   A questão principal é: não sei muito o que fazer, tenho para mim que tudo o que está em seus textos está correto e ainda o principal, possuem base bíblica, mas não sei como agir!
   Já pensei em mostrar seu site para o meu pastor e discipulador para ver se algo muda, mas estou meio confuso e parece que não posso confiar em mais ninguém (nem em você)!
   E para se honesto não possuo um conhecimento bíblico tão grande assim, e até eu conseguir uma boa base, talvez seja tarde demais, mas saiba que me senti muuuuuito bem direcionado a ler mais a palavra e entende-la no seu real contexto através de seu site… só quero fazer a vontade de Deus!
   Espero que você possa me ajudar.
   Espero muito que você me responda.
   Abraços.

   Quem conhece um pouco de Teóphilo sabe que eu nunca deixaria uma oportunidade como essa passar em branco:
   Vou bater muito pesado contigo, meu jovem! Te prepara!!!!
   Tem gente que pode pensar que é bobeira, mas não se escreve Jesus com letra minúscula!!!
   Aiaiai! Isso é meio que um desleixo e falta de respeito para com o Senhor Jesus Cristo!
   Preste atenção quando for tocar de novo no nome sobre todos os nomes!!!
   Pronto, meu jovem… dou graças a Deus por sua vida e seu zelo, pois essa foi a única coisa errada que eu achei em toda a extensão de sua mensagem e, sinceramente, não é motivo para condená-lo.
   Suas palavras mostram que o Espírito Santo está atuando em sua vida e que suas aflições, infelizmente, são aquelas que se abatem sobre todos os cristãos genuínos que vivem em nossos dias.
   Em sua humildade e temor juvenis você demonstrou muito mais sabedoria que muitos "líderes" desse mundo "gospel" de meia pataca: essa semana mesmo me apareceu um "apóstolo" que admitiu não conhecer a Bíblia e, para piorar, usava o termo "reino de Deus" como um sinônimo para "mercado de venda"… sério!!
   Compreendo, de verdade, sua angústia, pois vim de berço batista e sofri quase que exatamente as mesmas coisas que você. Comigo o apodrecimento da empresa eclesiástica se deu através de Rick Warren e seu pragmatismo e, caso tenha visto apenas meu blog, saiba que está quase tudo relatado em meu site principal:
   tentativa de fazer algo - http://teophilo.info/diversos/desilusao.htm
   Sei que há alguns, como o irmão José "Atalaia" Nicodemos, lutando contra os erros de todo um sistema denominacional específico, mas sei que tal ativismo exige mais adrenalina e sangue frio para confrontações pessoais do que eu possuo. Não quero te impedir e nem te desencorajar de tentar, mas muito provavelmente seu destino, caso permaneça fiel à Palavra, pode ser bastante parecido com o meu: ser rotulado de rebelde, soberbo… até mesmo de anticristo!
   Me perdoe pela intimidade, mas vou te chamar de meu querido, pois as coisas que te preocupam são comuns às minhas: meu querido irmão, faz muito bem ao não confiar em mim! Confie apenas na Palavra!!! É ela que pode te guiar nesses dias terríveis pelos quais passamos e, segundo ela mesma, ainda vão piorar!
   Sempre utilize-a como lastro para tudo o que for praticar, medite nela de dia e de noite e não se zangue muito consigo mesmo quando errar: somos falhos e a salvação vem pela graça… não pelas obras! Maldito o homem que confia na força de seu próprio braço…
   Uma experiência própria: quando erro sinto peso e a tristeza incomuns em meu coração e, sem dúvida, isso é ação do Espírito Santo. Nesses momentos revejo meus passos e busco pelo que me arrepender, consertar… veja que não estou falando de coisas que podem ocorrer no cotidiano, que é a forma mais genuína e espontânea de dar seu verdadeiro testemunho!
   Ah, meu jovem, gostaria de aconselhá-lo por muito mais tempo e para muitas outras coisas, mas nesse momento o tempo é curto para mim. Seu pedido sobre "não publicar" suas palavras até mesmo me entristece, pois poucos são os que demonstram tais qualidades… espero que realmente seja este que a mim se apresenta: um jovem de 19 anos começando a sofrer pela verdadeira batalha espiritual - a defesa do evangelho genuíno.
   Estarei orando por você e vou enviar esta resposta como cópia oculta para alguns outros irmãos em quem confio, de modo que também possam incluí-lo em suas orações. Saiba que são palavras como as suas que fazem esse meu ministério valer 100% a pena.
   Vou te dar um conselho que não é meu, mas que se aplica com perfeição a esse seu momento:
   "Conjuro-te, pois, diante de Deus, e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu reino, Que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina. Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas. Mas tu, sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério." (2 Timóteo 4:1-5)
   É isso.
   Aceita meu fraternal abraço e que o Senhor nosso Deus esteja sempre te guardando e abençoando, principalmente com a sabedoria e o discernimento necessários a esta batalha na qual está se engajando, de modo que permaneça nela até quando for necessário. Concluo com as palavras dedicadas à Igreja em Esmirna:
   "Nada temas das coisas que hás de padecer. Eis que o diabo lançará alguns de vós na prisão, para que sejais tentados; e tereis uma tribulação de dez dias. Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida." (Apocalipse 2:10)

   Não sei se é de tanto testemunhar o nível de analfabíblicos entre os "cristãos" ou a depravação generalizada que consome o resto da humanidade, mas é um e-mail como o desse garoto que me deixa com lágrimas nos olhos. Acho que estou amolecendo…
   E aos leitores (que não chamo diretamente de irmãos, pois descobri que há muitos que não o são lendo…) fica a questão: Quem demonstrou maior sabedoria? O apóstolo que quis me aconselhar ou o jovem com sua humilde questão?