Você pode passar a sua vida sem Jesus, mas vai ser terrível morrer sem Ele!!!

Você pode passar a sua vida sem Jesus, mas vai ser terrível morrer sem Ele!!!

Paulo Junior:

Loading...

quarta-feira, 20 de julho de 2011

É pecado um casal de namorados dormir junto?



É pecado um casal de namorados dormir junto? -
por Filipe Luiz C. Machado

Recentemente um irmão em Cristo perguntou-me sobre a legitimidade - ou não - para um casal de namorados poder dormir junto. Confesso que esse é um ponto delicado, mas creio que - mais uma vez - as escrituras nos revelem aquilo que devemos fazer.

É importante notarmos primeiro sobre que tipo de situação nos rodeia. Uma coisa é um casal de namorados que viaja de avião e cujo avião cai no meio da floresta, restando poucos sobreviventes e ainda por cima, estavam na estação do inverno, o que implica dizer que necessariamente todos precisam dormir juntos - para se aquecer, caso contrário morrerão. Mas é claro que essa é uma situação hipotética e nela seria perfeitamente coerente dormir junto, pois seria um pecado deixar alguém morrer de frio quando podia-se evitá-lo.

Porém, a realidade dos namorados não é esta do avião, mas é a partir do dia-a-dia que as dúvidas surgem.

Muitos namorados cristãos gostariam de dormir juntos, mas tem receio de que isso seja pecado e por isso evitam-o. Já outros, não veem pecado e deliberadamente dormem junto. Ainda há um terceiro grupo que nem cogita a possibilidade, pois sabe que é pecado.

Creio que para nos desvencilharmos dessa dúvida, é necessário olharmos alguns textos bíblicos.

1. "Abstende-vos de toda a aparência do mal" (1Ts 5.22).

Paulo está exortando aos tessalonicenses para seja sejam sóbrios e vigiem durante sua peregrinação por esse mundo (5.6). Certamente - trazendo para o nosso exemplo - que Paulo não está dizendo que o fato de um homem encostar em uma mulher seja em si errado, mas nós entendemos claramente que em certos momentos muitas coisas tornam-se potencialmente erradas, por isso se faz necessário atentarmos para que embora o dormir junto em si não seja pecado - com toda a certeza desse mundo - pode levar a algo mais danoso, isto é, o sexo antes do casamento e desejos inapropriados para o momento.

2. "Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós" (Tg 4.7).

Tiago está escrevendo a respeito da importância do viver cristão. Ele escreveu também que "Ou cuidais vós que em vão diz a Escritura: O Espírito que em nós habita tem ciúmes?", levando-nos a entender que deve haver uma diferença entre o cristão e o não-cristão. Quando ele escreve dizendo que devemos nos sujeitar a Deus, nada mais justo do que atentarmos para essas palavras e buscarmos conformidade para com ela. Também se faz notório observarmos que se devemos viver somente para a glória de Deus (1Co 10.31), é coerente que busquemos fazer somente aquilo que exauta-O.

Tiago também fala de que se resistirmos ao diabo - no poder do Espírito Santo - ele certamente fugirá de nós. Ora, não é isso que experimentamos após longos tempos na batalha contra algum pecado e que finalmente é "vencido" ou ao menos diminuído?

3. "Porque do coração procedem os maus pensamentos, mortes, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos e blasfêmias" (Mt 15.19).

No contexto desse versículo, Jesus está respondendo à objeção feita pelos fariseus de que os seus discípulos não lavavam as mãos antes de comerem (v.2). Jesus então lhes diz que não é o que entra que contamina o homem, mas o que sai - pois é fruto daquilo que está em seu coração (v.11).

É necessário que atentemos para essas palavras divinas, pois muitas vezes o desejo de se dormir junto não é motivado por nada mais, nada menos que a vontade de satisfazer os desejos da carne. Ou seja, o casal sabe que não deve dar razão ao pecado, sabe que não deve fazer sexo antes do casamento, contudo, busca chegar o mais perto que puder "sem pecar". Mas não é essa a instrução de Jesus. Ele nos diz que é do coração que brotam os maus pensamentos, por isso mesmo é que devemos evitar qualquer ação que motive nosso coração para algo contrário à sua palavra.

4. "Ora, o nascimento de Jesus Cristo foi assim: Estando Maria, sua mãe, desposada com José, antes de se ajuntarem, achou-se ter concebido do Espírito Santo" (Mt 1.18).

Talvez alguns possam objetar sobre a colocação desse versículo na questão que estamos analisando, contudo, vejamos que ele nos mostra um pequeno detalhe: "antes de se ajuntarem".

A vida de namorados como conhecemos hoje nunca existiu na narrativa bíblica. É interessante notarmos que antigamente as pessoas - algumas vezes - eram dadas em casamento, estavam prometidas para outrem, porém, não desfrutavam dos prazeres do casamento até que viessem a morar juntos. Sim, é certo que estamos falando aqui de namoro e não de sexo, mas convém que você medite nesse versículo à luz dos dois versículos anteriores.

Portanto, embora dormir junto não seja em si um pecado, não temos aval bíblico para tanto - salvo em casos extraordinários - e recomenda-se evitar a todo custo essa prática, haja vista muitas mágoas contra o próximo e principalmente ofensas à santidade de Deus serem evitadas quando nos abstemos dessa prática.