Você pode passar a sua vida sem Jesus, mas vai ser terrível morrer sem Ele!!!

Você pode passar a sua vida sem Jesus, mas vai ser terrível morrer sem Ele!!!

Paulo Junior:

Loading...

sábado, 13 de agosto de 2011

Mais alguns "mistérios" que presenciamos e ficaram sem respostas: Peixes, aves e outros animais aparecem mortos em vários países.


Última atualização: 21/07/2011

Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada.
Porque a ardente expectação da criatura espera a manifestação dos filhos de Deus.
Porque a criação ficou sujeita à vaidade, não por sua vontade, mas por causa do que a sujeitou,
Na esperança de que também a mesma criatura será libertada da servidão da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus.
Porque sabemos que toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora.
E não só ela, mas nós mesmos, que temos as primícias do Espírito, também gememos em nós mesmos, esperando a adoção, a saber, a redenção do nosso corpo” (Rm 8:18-23)
Não podemos afirmar se os fatos descritos neste post são sinais dos tempos ou são conseqüências da intervenção humana, como diz em Romanos 8:20 “a criação ficou sujeita à vaidade … por causa do que a sujeitou”. Sabe-se que o homem é o grande destruidor de toda obra da criação de Deus e não estou me referindo só ao ecossistema, mas também  à sociedade como um todo.
A morte maciça de peixes e aves – e agora outros de animais – apesar de já terem sido apresentadas várias hipóteses, continua um mistério.
Tentarei colocar as notícias em ordem cronológica e atualizar conforme outros casos continuem ocorrendo.
***

Mortandade marítima nas praias da Flórida


As autoridades americanas estão investigando a causa da morte de centenas de peixes e animais marinhos – incluindo tubarões – que, nos últimos dias, têm dado à costa nas praias do sudoeste da Flórida.
As altas temperaturas e os dias nublados e chuvosos podem causar a morte dos peixes, um fenómeno natural que habitualmente não pressupõe perigo permanente para o ecossistema“, explicou esta terça-feira a Comissão de Conservação de Pescas e Vida Selvagem da Flórida.
De qualquer modo, o organismo solicitou, através de um comunicado, colaboração para que seja dado seguimento ao caso e se detecte se o fenômeno se estende também aos lagos naturais e estuários da zona a fim de se “determinar se se verificam problemas nos ecossistemas que exijam investigações e medidas“.
Os peixes e animais marítimos apareceram mortos nos últimos dias em diversas praias da Flórida, entre elas a de Naples, considerada uma das melhores do país, com 16 quilómetros de areal e águas cristalinas.
Em investigações preliminares foi detectada a presença de dois tipos de algas que, apesar de não serem tóxicas, podem estar na origem da redução da presença de oxigénio na água até ao ponto de forçar os peixes e animais marítimos a darem à costa, o que levou a que morressem asfixiados.
Mais em:
http://www.naplesnews.com/photos/galleries/2011/jul/18/offshore-fish-some-dead-show-naples-beaches/185523/
http://geracaomaranata.com.br/2011/03/milhares-de-peixes-e-aves-aparecem-mortos-em-varios-paises/
Bem, já ninguém fala nisto no derrame de crude verificado há mais de um ano, após a explosão duma plataforma exploração petrolífera da BP. Não há dúvida que a memória humana é curta…
Para que conste:  http://economico.sapo.pt/noticias/derrame-de-petroleo-no-golfo-do-mexico-pode-demorar-meses_87896.html
Após o desastre está para se saber quais as consequências para a Vida Selvagem?
Para o Ecossistema?
E para toda uma cadeia alimentar?
Será que este problema ambiental tem impacto só na região (Golfo do México ou na Flórida) ou será que devido às correntes marítimas toda a água do Oceano está contaminada?
Será que o ciclo da água também estará comprometido?
***
600 pinguins aparecem mortos no Uruguai

08/06/2011 – Fonte: http://www.news.com.au/breaking-news/dead-penguins-wash-up-in-uruguay/story-e6frfku0-1226071644958
Cerca de 600 pinguins foram achados mortos no Uruguai
Especialistas estão tentando determinar o que matou os animais.
Um comunicado da Marinha diz que o último lote é de 200 pingüins mortos foi descoberto na costa em La Paloma cerca de 200 km a leste de Montevidéu.
Um grupo de salvamento de animais marinhos relatou que carcaças de 400 pinguins foram encontrados em torno do balneário de Piriápolis, juntamente com tartarugas, golfinhos e albatrozes, todos mortos. O resort está a meio caminho entre Montevidéu e La Paloma.
Especialistas dizem que é comum aparecer pinguins mortos nesta época do ano, mas não em tão grande quantidade.
***
Filipinas: 800 t de peixes mortos são encontradas em lago

29/05/2011 – Fonte: http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI5155462-EI8143,00-Filipinas+t+de+peixes+mortos+sao+encontradas+em+lago.html#tarticle
Mais de 800 toneladas de peixes morreram e foram encontradas em estado de putrefação em uma fazenda perto de Manila, capital das Filipinas, segundo autoridades do país, que culpam a queda brusca de temperatura pelo ocorrido. Um representante do governo, Rose del Mundo, disse neste domingo que a mortandade começou na semana passada no Lago Taal, na província de Batangas, mas que havia diminuído.
Del Mundo diz que uma investigação inicial mostrou que as mortes tenham sido causadas pela mudança de temperatura, especialmente por ser esta uma estação chuvosa, iniciada depois de um verão escaldante, que havia esgotado os níveis de oxigênio no lago.
Funcionários dizem que a venda do peixe foi proibida. Eles estão sendo coletados com a ajuda de caminhões e serão enterrados.
***
Centenas de peixes foram encontrados mortos em Ventura Harbor


18 de abril de 2011 - Fonte:  http://abclocal.go.com/kabc/story?section=news/local/ventura_county&id=8081041
Esta é a segunda mortandade de peixes no sul da Califórnia neste ano. Desta vez, centenas de peixes apareceram mortos flutuando na Ventura Harbor.
Barqueiros já estavam observando um grande número de peixes mortos flutuando na água. Um oficial disse que no ano passado, esse fenômeno aconteceu três ou quatro vezes, e nos últimos dias, ele estava preocupado que isso ia acontecer de novo.
Mais uma vez, algo suspeito está acontecendo ao longo da nossa costa sul da Califórnia: Outros peixes mortos estão no porto de Ventura.
“Parece que a maioria deles são anchovas e sardinhas”, disse Pat Hummer, patrulheiro o porto. “Estamos falando de milhares de peixes.”
Hummer acha que os peixes provavelmente morreram por falta de oxigênio.
***
Centenas de estrelas-do-mar aparecem mortas no Reino Unido


24 de março de 2011 - Fonte:  http://www.bbc.co.uk/news/uk-wales-north-west-wales-12845262
Centenas de estrelas-do-mar mortas foram encontradas em uma praia no Norte do País de Gales.
Barry Davies, do Conselho Marítimo, disse que é comum estrelas-do-mar serem levadas para terra durante as marés de sizígia (nas luas nova e cheia, as forças gravitacionais do Sol estão na mesma direcção das da Lua, produzindo marés mais altas) mas não ficou claro por que elas haviam migrado até o litoral.
O presidente da comissão Barmouth, disse ser necessária abrir uma investigação.
“O que eu gostaria é de um relatório completo sobre o que causou as mortes destas estrelas-do-mar”, disse o vereador Trefor Roberts.
Já Davies não vê nada de suspeito nas mortes das estrelas. Ele disse que é comum encontrar estrelas-do-mar em torno da costa do Reino Unido, pois elas se alimentam de moluscos e outros crustáceos e por enquanto não há nenhuma razão clara por que as estrelas migraram até ao longo da costa. Um dos motivos pode ser a escassez de alimentos.
“Estamos confiantes de que a causa não está relacionada com a poluição ou dragagem de navio, descartou ele.
Embora seja um triste espectáculo de ver, ele disse que as estrelas do mar não representam perigo e, provavelmente, serão consumidas por gaivotas.
***
400 baleias-piloto encontradas mortas nas Ilhas Malvinas
Centenas de baleias-piloto mortas às margens da Ilha Speedwell (Foto Chris Maio)
19 de março de 2011 - Fonte:  http://en.mercopress.com/2011/03/19/falklands-reports-grounding-of-a-pod-of-400-pilot-whales
As baleias, aparentemente, morreram depois de ficar encalhadas na ilha desabitada de Speedwell a sudoeste das Ilhas Malvinas e foram descobertas por Cristóvão de Maio, um criador de ovelhas local.
Chris May disse ao MercoPress que descobriu as baleias encalhadas no dia 12 de março, quando ele visitou sua fazenda de ovelhas na Ilha Speedwell  no leste sul das Malvinas.
Ele estimou que elas já estavam mortas há 10 dias, quando ele descobriu e que muitas delas foram encontradas flutuando na água.
As baleias mediam entre 20-25 metros e a menor em torno de 5 metros de comprimento.
Foi agendada uma visita à ilha pela equipe da Conservação das Malvinas para coletar informações e fazer um relatório sobre a situação.
A ilha de Speedwell tem uma área de 51,1 quilômetros quadrados e é geralmente de baixa altitude e tem sido utilizada como uma fazenda de ovelhas por mais de cem anos. Ela é separada da Lafonia (Malvinas Oriental) e pela Eagle Passage, que leva o nome do antigo nome da Ilha.
A ilha é a maior do arquipélago, que inclui a Ilha George, a Ilha Barren e a Ilha Annie.
***
Morte de golfinhos aumenta na costa do Golfo do México
25 de fevereiro de 2011 – http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,morte-de-golfinhos-aumenta-na-costa-do-golfo-do-mexico,684560,0.htm

O número de golfinhos mortos encontrados ao longo da costa dos Estados Unidos no Golfo do México desde o mês passado subiu e já chega a quase 60, disse uma cientista que agora busca entender a causa da morte dos mamíferos marítimos.
O órgão do governo norte-americano responsável pelos oceanos considerou as mortes dos golfinhos “um evento incomum de mortalidade”, disse a porta-voz da entidade Blair Mase à Reuters.
“Por causa dessa declaração, muitos recursos devem ser atribuídos para a investigação desse fenômeno”, disse ela.
Apesar de nenhuma das carcaças demonstrar sinais de contaminação por petróleo, todos estavam sendo examinados para possíveis traços dos petroquímicos que vazaram no Golfo do México, após a explosão da plataforma de petróleo da BP em abril de 2010, disseram autoridades.
Onze trabalhadores morreram na explosão, e uma quantidade estimada de 5 milhões de barris de petróleo bruto vazou para o Golfo do México durante mais de três meses.
Até quinta-feira, os restos mortais dos 59 golfinhos, aproximadamente metade deles recém-nascidos ou natimortos, haviam sido descobertos desde 15 de janeiro em ilhas, pântanos e praias ao longo do litoral de cerca de 300 quilômetros de Louisiana até Gulf Shores, no Alabama, disseram autoridades.
***
Misteriosa morte de peixes assusta habitantes do norte da Turquia

Mortes de peixes em massa na região do Mar Negro, Turquia apareceram repentinamente e de modo ainda inexplicável.  Moradores estão preocupados com a segurança do seu abastecimento de água e pedem aos funcionários que resolvam esse mistério.
Quando os moradores da província de Mescitli Gümüşhane observaram pela primeira vez vários peixes mortos no córrego Harşit, há 15 dias atrás, eles acharam que os peixes haviam morrido de causas naturais, disse Cenk Ince:  ”No entanto, quando percebemos que o número de peixes mortos havia subido, chamamos as autoridades responsáveis. Havia dois quilômetros de peixes mortos ao longo da costa.
As autoridades de saúde, floresta, meio ambiente e agricultura recolheram amostras dos peixes mortos para análise.
Os habitantes locais acreditam que as mortes são devido à poluição. “Os peixes morreram devido à poluição produzida pelas pessoas”, disse um morador.
A aldeia nunca tinha visto nada parecido com a morte dos peixes antes, disse o morador Tacettin Ince.
Diretor do Ministério da Saúde, Öztürk Osman, disse que o ministério está encarregado de investigar as implicações da morte dos peixes para a saúde humana, mas que os impactos ambientais devem ser analisados também. “A poluição pode ter causado as mortes em massa”, disse ele, acrescentando que as instalações de pesca na Torul e reservatórios Kürtün devem ser advertidos também.
***
Alarmante enigma dos mares: Milhares de peixes mortos nas praias dos EUA
16 de fevereiro de 2011 - http://www.dailymail.co.uk/news/article-1354522/Alarming-riddle-seas-thousands-dead-fish-wash-U-S-beach-latest-mass-death-mystery.html

Milhares de peixes foram encontrados mortos numa praia em Sebastian Inlet State Park na Florida. Um incidente similar ocorreu em Port Orange o mês passado.
Pescadores em Sebastian Inlet State Park foram os primeiros a descobrir as mortes na sexta-feira.
“Vi os peixes saltando por aí e pensei que seria um dia muito bom para a pesca, e logo percebi que na margem da praia estavam todos mortos”, disse Jeff Johnson, pescador.
O que causou a morte dos peixes neste último incidente ainda não é conhecida, mas os biólogos acreditam que podem ter sido devido a uma falta de oxigênio na água.
***
Milhões de Medusas aparecem mortas na Flórida
09 de fevereiro de 2011 – http://gatewaytoheaven.ning.com/video/foxnews-thousands-of-dead-and
Veja o Vídeo

***
Mortes misteriosas de aves estão sendo investigadas próximo à Dacono (Colorado)
20 de janeiro de 2011 - http://denver.cbslocal.com/2011/01/20/mysterious-bird-deaths-investigated-near-dacono/

Colorado esta agora na lista de estados onde as aves estão morrendo misteriosamente.
A Repórter da CBS4 Stacia Shane enviou várias imagens de aves mortas.  As aves foram encontradas próximo a Dacono.
Centenas de aves foram encontradas e a maioria delas estavam sob as arvores.
Investigadores da Saúde recolheram as aves para análise para determinar como morreram.
***
Misteriosa infecção está matando Salmões em Vaucouver, Canada
20 de janeiro de 2011 - http://www.theglobeandmail.com/news/national/british-columbia/mysterious-infection-is-killing-bc-salmon/article1869440/
Um grande número de salmão-vermelho estão morrendo no rio Fraser, antes da desova, por causa de um vírus misterioso, sugere nova pesquisa.
Os registros históricos mostram que alguns peixes sempre morrem a caminho de seus locais de desova, mas desde o início de 1990 o problema tornou-se cada vez mais aguda – com mais de dois milhões de peixes morrendo em alguns anos. Os pesquisadores estão muito intrigado com o que esta causando a morte de peixes aparentemente saudáveis, e de repente, parar de nadar e virar de barriga para cima.
Uma grande equipe de pesquisadores do Departamento Federal de Pesca e Oceanos e três universidades canadenses tem encontrado agora a maioria dos peixes que morrem antes de desova tem uma “assinatura genômica” comum – ou um padrão que mostra as mudanças ocorridas em uma variedade de genes ativado para combater a infecção.
“Nossa hipótese é que o sinal genômicas associadas com a mortalidade elevada é em resposta a um vírus que infecta os peixes antes da entrada do rio e que persiste até as áreas de desova”, diz o relatório publicado na revista Science na quinta-feira.
Estudos sobre a desova mostram que mais de 70 por cento dos salmões que morreram antes de desova tinha a assinatura genômica.
Professor Tony Farrell, presidente de pesquisa da Universidade British Columbia do departamento de zoologia, disse que a pesquisa aponta para um vírus desconhecido, mas a causa específica não foi confirmado ainda.
“Não pode ser um vírus … mas a hipótese é que seja”, disse ele. “Precisamos descobrir se é um vírus – e se for pego em algum lugar, precisamos descobrir onde … ainda há um mistério aí.”
Prof Hinch Scott, do departamento de ciências florestais da UBC, disse que o trabalho já está em andamento para tentar determinar onde na sua fase de vida do peixe começar a infecção.
Ele disse que amostras de peixes juvenis estão a ser examinadas, para ver se eles poderiam ter a “assinatura de mortalidade relacionadas com” no início da vida, antes de deixar água doce, e as amostras também foram coletadas de salmão no mar, durante a fase de meados dos anos de vida.
A pesquisa foi realizada por 15 cientistas da UBC, Universidade Simon Fraser e da Universidade de Carleton. Foi conduzido por Kristina Miller, chefe de secção DFO genética molecular.
Carla Costa, porta-voz da Comissão Federal de Inquérito sobre a decadência do Sockeye salmão no rio Fraser, disse que o estudo é de interesse, mas a decisão ainda não foi feita como se a chamar os investigadores a depor.
(Texto traduzido pelo Google)
***
Notícias anteriores
Em plena Piracema, milhares de peixes aparecem mortos no Pantanal
31-01 2011 – Fontes:  http://www.edicaoms.com.br/noticias e http://noticias.r7.com/cidades/noticias/

Cardumes de pintados, pacus, dourados, cacharas e até arraias estão boiando mortos pelo rio Negro, em Aquidauana, no Pantanal, em Mato Grosso do Sul. A Polícia Militar Ambiental estima a mortandade em várias toneladas, acrescentando que ainda não tem a dimensão exata da quantidade. Segundo moradores ribeirinhos, as baías e margens do rio estão forradas de peixes mortos.
O biólogo Roberto Gonçalves Machado, do Instituto Estadual de Meio Ambiente, constatou pela manhã desta segunda-feira (31) a ocorrência do fenômeno considerado de grande proporção, depois de voar sobre a região da sub-bacia do Rio Negro. A pesca é proibida no local, por ser considerado um dos berçários de reprodução de peixes pantaneiros.
Ainda são desconhecidas as causas da morte de milhares de peixes no curso do Rio Negro, um dos mais conhecidos na região do Pantanal do Mato Grosso do Sul.
A partir de uma denúncia, a equipe exclusiva do Site O Pantaneiro, em companhia de pecuaristas da região onde foram constatadas a mortandade dos peixes, esteve registrando o grande desastre ambiental ocorrido nos últimos dias.
As primeiras informações sobre o desastre foram repassadas pelo Sr. Urbano Vilalba, pantaneiro que há mais de 30 anos mora no Pantanal e há pelo menos 30 deles administra a Fazenda Santa Sophia, de propriedade de aquidauanenses.
De acordo com o pantaneiro, os peixes começaram a aparecer mortos, boiando no rio, desde o dia 26 de janeiro, em uma localização de aproximadamente 1 quilômetro acima da passagem da Fazenda Rio Negro, conhecida nacionalmente por sediar a novela “Pantanal”.
Para Urbano, o fenômeno não pode ser considerado natural como a decoada (acontecimento natural da região que provoca a deterioração da qualidade da água dos rios e conseqüentemente, a mortandade de peixes no Pantanal). “Nunca vimos nada igual”, confirmou Urbano.
No local podem ser vistos mortos todas as espécies de peixes do Pantanal: Pintado, Cachara, Dourado, Piranha, Tuvira, Sardinha e inclusive Arraias, Pacú, que são os últimos a morrerem devido ao seu hábito de circularem em águas mais profundas.
O que causa ainda mais comoção nos moradores da região é que o fato está acontecendo no auge da Piracema – período de desova dos peixes, onde se é proibido a pesca nos rios do Mato Grosso do Sul.
Conforme algumas fotos podem constatar, amostras da água do Rio Negro foram coletadas e serão levadas a laboratórios, onde será realizada análise para a constatação da causa das mortes por especialistas.
Hipóteses levantadas por especialistas:
1) Envenenamento causado pela derramada de produtos tóxicos na água;
2) Técnicos acreditam que seja consequência do grande volume de cinzas produzidas pelas queimadas, que são levadas pelas enxurradas para o leito dos rios pantaneiros.  Essa teoria seria devido ao modo de como os peixes morreram: ficam agonizando com a cabeça fora de água em busca de ar;
3)  Outra possibilidade é a ‘dequada’ que é um fenômeno natural caracterizado pela alteração das características da água, como cor, odor, oxigênio dissolvido, gás carbônico dissolvido, pH, condutividade elétrica, nutrientes (nitrogênio, fósforo, carbono), demanda bioquímica de oxigênio, dentre outros. Segundo especialistas, há grande quantidade de matéria orgânica nos rios, possivelmente levada pelas chuvas, os microorganismos que vivem lá consomem mais oxigênio para degradá-la. Consequentemente, diminui a quantidade do gás para os peixes e toda a fauna aquática. E muitos dos peixes que morreram não são tão resistentes à falta de oxigênio.
***
Mortandade de peixes na Colômbia é atribuída aos “fenômenos sobrenaturais”
27-01 2011 – Fonte: http://www.eluniversal.com/2011/01/25/int_ava_muerte-de-peces-en-c_25A5042971.shtml – Http://www.rcnradio.com/noticias/25-01-11/mortandad-de-peces-en-barrancabermeja-es-atribuida-fen-meno-sobrenatural
O caso ocorreu na aldeia de El Llanito,  na cidade de Barrancabermeja, segundo a imprensa local, muitos moradores dizem ter visto um OVNI.

Bogotá .- Moradores de uma cidade no nordeste da Colômbia dizem que cerca de 2.000 peixes foram encontrados mortos desde a semana passada depois de um estranho objeto voador e luz intermitente ter sido visto por alguns segundos em um pântano da região.
O caso ocorreu na aldeia de El Llanito, sob a jurisdição da cidade de Barrancabermeja, segundo a imprensa local, muitos moradores dizem ter visto um OVNI, segundo informou a DPA.
Pouco depois de peixes mortos apareceram flutuando no pântano, mas ao contrário de casos semelhantes atribuídos à falta de oxigênio, desta vez, o que chamou a atenção dos habitantes de El Llanito foi que os peixes apresentaram queimaduras nas escamas.
De acordo com Magaly Gutierrez, líder de uma organização comunitária, o fenômeno durou cerca de 20 segundos e foi visto por muitas pessoas.
O Departamento Municipal de Meio Ambiente diz que as mortes estão relacionadas à falta de oxigênio nas águas do pântano, mas a Associação de Pescadores rejeitou essa hipótese, alegando que nunca houve uma mortandade de peixes, como foi registrado, agora, em Barrancabermeja. Além disso, não há nenhuma razão conhecida para esta suposta falta de oxigênio na água. Uma comissão liderada pelo secretário do Meio Ambiente, Isaac Lopes irá inspecionar o pântano, a fim de apurar as reais causas do fenômeno.
A rádio RCN disse que os moradores da aldeia próxima de Ponte de Sogamoso, no município de Puerto Wilches, relatou ter visto um objeto voador redondo no mesmo dia que começaram a morte de peixes no Llanito.
O presidente da Associação dos Pescadores de El Llanito, Juan Tercero, disse que os peixes mortos apresentavam queimaduras e começaram a flutuar desde as “estranhas luzes no pântano”, segundo declarações publicadas pelo jornal Vanguardia Liberal de Bucaramanga.
As autoridades ambientais de Barrancabermeja se deslocaram em direção ao pântano para recolher amostras para revelar o que causou a morte de peixes, de acordo com a RCN.
***
Peixes mortos lotam praia de Mongaguá – SP

26-01 2011 – Fonte: http://www.band.com.br/jornalismo/cidades/conteudo.asp?ID=100000392956
A orla da praia de Mongaguá, litoral sul de São Paulo, foi tomada por peixes mortos no fim da tarde desta segunda-feira (24).
Mesmo após a limpeza ainda era possível ver e sentir o mau cheiro dos peixes. Os animais retirados da praia do Centro quase encheram um caminhão basculante.
A causa das mortes ainda é desconhecida.
***
Milhares de búfalos e vacas mortas no Vietnã
21-01-2011 – Fonte: www.huffingtonpost.com/2011/01/21/10000-cattle-dead-vietnam_n_812224.html
Na última de uma série de mortes em massa de animais, cerca de 10.000 búfalos e vacas morreram no Vietnã.
O Ministério de Agricultura e Desenvolvimento Rural do Vietnã, confirmou a notícia esta semana que mais de 10.000 vacas e búfalos morreram em todo o país devido às condições climáticas adversas.
O gado foi morrendo ao longo do Vietnã, que teve um inverno particularmente intenso. A montanhosa província de Cao Bang foi a mais atingida com 2.260 animais mortos. Alguns disseram que o número total de animais mortos pode chegar a 13 mil .
Mortes de animais em massa são notícias ultimamente. Centenas de aves foram encontradas mortas em Dakota do Sul no início desta semana, pássaros foram encontrados mortos na Itália e os pássaros caíram do céu em Arkansas, entre outros incidentes .
Algumas das mortes em massa têm sido explicadas – por exemplo, a indigestão pode ser a causa na Itália, o governo dos EUA admitiu o envolvimento no caso South Dakota. Mas outros continuam em debate .
***
Pequim relatos de mortes de aves em massa
21-01-2011 – Fonte: http://vikno.eu/eng/events/events/tens-dead-birds-are-found-in-china.html
No subúrbio de Pequim, a destruição em massa de aves selvagens é fixo. Dezenas melros, patos selvagens e magpies foram encontrados mortos ao longo do rio Sjaotsin.
Os moradores locais temem que as aves poderiam ser portadores de qualquer doença. Mas o funcionário do centro local de controle da epidemia-sanitária declarou que as aves não tinham sinais de gripe aviária ou outras doenças infecciosas.
Epidemiologistas não descartam que as aves poderiam ter morrido de fome. No entanto ornitólogos negam esta hipótese, garantindo que as aves podem suportar a fome por muito tempo, desde que nas proximidades exista água potável. Água no rio Sjaotsin, ao longo do qual as aves mortas foram encontradas, é bastante adequada para beber.
Veremos que este caso de destruição em massa de aves – não é muito comum no mundo ultimamente. No início de janeiro no norte da Itália, na cidade de Faentsa foram encontrados mortos mais de quatrocentas rolinhas. Os cientistas locais têm assumido que as aves poderiam estar envenenadas com produtos químicos: as rolinhas foram encontradas próximo à fábrica de produtos químicos.
***
Dezenas de peixes e focas mortas no Canadá
19-01-2011 – Fonte: http://www.rpp.com.pe/2011-01-19-aparecen-decenas-de-focas-y-peces-muertos-en-canada-noticia_328499.html
Pelo menos 20 focas e centenas de peixes e animais marinhos, como ouriços, medusas e estrelas do mar foram encontrados mortos nas margens de Boat Harbour, Terra Nova, Canadá.
“Eu nunca vi nada parecido em toda a minha vida. Isto é inacreditável e muito triste”, disse Wallace Woodward, um pescador da comunidade de Saint Anthony, que viu como nas últimas semanas as focas apareceram mortas na praia, de acordo com o jornal Northern pen.
Woodward disse que os peixes pareciam desnutridos, então, presumivelmente, podem ter morrido por falta de comida.
As autoridades locais disseram ter recebido várias queixas sobre os animais mortos na costa e investigam as causas deste estranho fenômeno
Centenas de focas mortas no Canadá
17-01-2011 – Fonte: www.cbc.ca/canada/newfoundland-labrador/story/2011/01/17/nl-dead-seals-117.html
Um oficial em conservação do governo da região Inuit, estima que, neste inverno, centenas de focas adultas e jovens morreram  semana passada na região entre Hopedale e Makkovik.
O Departamento de Pesca e Oceanos (DFO) está analisando o ocorrido, mas muitas pessoas na região acreditam que o DFO não agiu com rapidez suficiente.
Normalmente, nesta época de focas anos estão no sul do mar de gelo da Hopedale, mas segundo o oficial Ian Wintershá, há muito pouco gelo lá agora.
No mês passado, várias pessoas no norte do Labrador encontram corpos de filhotes de foca na costa. Na época, um pesquisador federal disse que o nascimento precoce de filhotes de foca em Labrador pode ser uma indicação que a população de focas na área tem crescido muito.
O pesquisador do DFO, Garry Stenson, disse que o crescimento da população de focas pode levar a problemas reprodutivos. “O que você espera em uma população que está começando a se auto-regular, com baixas e variáveis taxas reprodutivas, mas também com uma maior mortalidade de filhotes e focas jovens”, disse segunda-feira em St. John’s.
Desde a virada do ano novo, a morte em massa de aves têm sido relatadas em Arkansas, Alabama , Kentucky , Louisiana , Carolina do Norte , Texas e Flórida .
Mortes em massa de peixes e caranguejos , também foram relatados.
Mortes inexplicáveis de animais também têm sido relatados em Ontário, Canadá , Itália ,Brasil , Suécia , Filipinas , Grã-Bretanha , Haiti , Austrália e Nova Zelândia .
O número de casos de aves mortas e peixes nos EUA e a nível mundial tem sido acompanhado por diferentes explicações sobre a causa das mortes.
As causas mais citadas são fogos de artifício, granizo localizado, linhas de energia, ou outros fenômenos temporários.
No entanto, isso não explica por que eventos similares estão ocorrendo em diferentes regiões do país ou mesmo do mundo e sem falara na questão das mortes em massa de outros animais
***
Centenas de vacas são encontradas mortas
17 de janeiro de 2011 – Fonte: www.dailymail.co.uk/…/Wisconsin-cattle-death-Up-200-cows-dead-mass-death-U-S-disease-thought-killed-them.html
Preocupações sobre mortes de animais em massa continuam a crescer com a notícia de que cerca de 200 vacas têm sido misteriosamente encontrado mortas em Wisconsin (EUA), a hipótese é a contaminação por algum tipo de vírus ou baixas temperaturas.
Como as autoridades ainda não conseguiram identificar a causa exata, foram enviadas amostras para análise em laboratórios em Madison.
***
Pássaros que morreram na Romênia seriam vítimas do álcool, diz veterinário
12-01-2011 – Fonte: http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/internacional/2011/01/12/passaros-que-morreram-na-romenia-seriam-vitimas-do-alcool-diz-veterinario.jhtm
Não havia nada de misterioso nas mortes de um conjunto de pássaros na Romênia na última semana, eles simplesmente estavam bêbados (!), afirma um veterinário local.
Moradores da cidade de Constança, às margens do mar Negro, alertaram as autoridades no sábado após encontrarem dezenas de pássaros mortos, temendo de que eles tivessem sido infectados com gripe aviária, doença que desencadeou muitas mortes em populações aviárias entre 2004 e 2006.
“Testes em cinco aves indicaram moelas cheias de bagaço de uva, que causou a morte”, disse à Reuters Romeu Lazar, chefe do departamento veterinário da cidade, referindo-se a um subproduto da fabricação de vinho. “Isso também se aplica a dois corvos mortos que examinamos”.
“As aves não são acostumadas a ingerir álcool, mas o rigoroso inverno e a neve impediram que os pássaros encontrassem outra comida”, explicou.
Estima-se que o bagaço de uva seja de uma vinícola, mas o veterinário disse não poder indicar qual seria.
Tem havido uma série de inexplicáveis mortes de pássaros em vários países ao redor do mundo nas últimas semanas, inclusive nos Estados Unidos e Suécia.
Centenas de aves mortas foram descobertas em Louisiana neste mês e cinco milno Arkansas no Ano Novo. As autoridades suecas também estão investigando a morte de 100 gralhas encontradas em uma rua de Falkoping.
Especialistas dizem que as tempestades, granizo, raios ou colisões com aviões ou linhas de energia estão entre as possíveis causas das mortes das aves.
***
Pessoas estão morrendo de câncer em Maryland – mesmo local de mortes de peixes e aves
Posted: 11 Jan 2011 – Fonte: http://beforeitsnews.com/story/344/100/Not_Just_Birds_and_Fish_But_People_Dropping_Like_Flies.html
Pessoas têm morrido de câncer em grande quantidade na mesma região onde tiveram as mortes de peixes e aves nos EUA, ainda não se tem nada conclusivo a respeito.
***
Mais de 100 pássaros mortos encontrados em estrada de Sonoma na Califórnia
11 de janeiro de 2011 – Fonte: http://www.pressdemocrat.com/

Policial do Departamento da Vida Selvagem da Califórnia inspeciona a área onde cerca de 100 aves foram encontradas mortas no sábado (08/01).
Policiais do Departamento de Vida Selvagem da Califórnia estão tentando descobrir o que causou a morte de mais de 100 aves encontradas agrupadas perto da Highway 101.
O jornal Santa Rosa Press Democrat informou que os agentes da Patrulha Rodoviária da Califórnia encontraram as aves mortas perto da pista no sábado e chamaram a Secretaria Estadual de Caça e Pesca para investigar.
Os policiais que encontraram as aves descreveu-as como pequenas, com penas marrons e pretas. Elas estavam intactas e não haviam sido baleadas.
Os informes são como os outros de mortes de aves maiores, que foram relatados em Arkansas, Louisiana e outros estados.
Cientistas dizem que uma mortandade em massa de animais selvagens acontece regularmente, e geralmente são independentes e não informadas.
***
México tem misteriosa morte de pássaros
08 Jan 2011 – Fonte: http://www.prensa-latina.cu
O México foi incluído junto à Suécia entre os países que têm registrado misteriosas mortes em massa de pássaros, fenômeno que iniciou em Arkansas e Louisiana, nos Estados Unidos.
O legislador central do estado de Guanajuato, Carlos Chacón, do Partido Verde Ecologista, disse que nesse local, registrou nos últimos três meses, a morte de umas quatro mil aves distintas. O que se presumia como causa das mortes eram as baixas temperaturas.
O deputado de Guanajuato disse que especialistas do Instituto Estatal de Ecología consideram que o botulismo é a causa das mortes das aves, que em muitos casos elas já vêm doentes dos lugares de migração.
Chacón acredita que a bactéria -denominada Clostridium Botulinum- presente nas comidas contaminadas que os pássaros ingerem, seja a causa da morte.
Além de Arkansas e Louisiana, onde foi reportado  a morte em massa de mais de cinco mil pássaros, autoridades suecas informaram que na pequena cidade de Falköping foram encontradas centenas de aves mortas, sem que também não se confirmasse a causa.
***
40.000 caranguejos morrem de frio na Grã-Bretanha
05 – 01 – 2011 – Fonte: http://economictimes.indiatimes.com – www.cbsnews.com/8301-503543_162-20027655-503543.html

LONDRES: Mais de 40.000 caranguejos mortos serão levados para a costa da Grã-Bretanha,  especialistas em meio ambiente dizem que a causa é o clima frio.
Os 40000 siris Velvet mortos ou também conhecidos como caranguejos diabo estão ao longo da praia de Palm Bay, onde também é possível encontrar esponjas, búzios e anêmonas em número menor.
Segundo especialistas, a morte em massa foi provocada pelas baixas temperaturas na Grã-Betanha (temperaturas que são as mais baixas em 120 anos). Segundo o jornal Daily Mail a Agência Ambiental chegou a instaurar um inquérito sob a suspeita de que um vírus poderia ser o culpado, mas a conclusão do inquérito levou ao resultado de hipotermia.
Os caranguejos mortos, em menor número, também foram encontrados em praias em Westbrook, Cliftonville e Kingsgate, estes também serão levados para Broadstairs e Ramsgate.
É o segundo ano consecutivo que temperaturas geladas matam grande quantidades de criaturas do mar.
Em 2010, a Agência do Meio Ambiente instaurou um inquérito, pois temia que um vírus poderia ser a causa. Mas concluíram que as mortes estavam ligadas ao clima frio.
***
Serviço tem 30 indicações de locais onde o fenômeno ocorreu recentemente
Redação Galileu
Depois dos recentes anúncios de mortes massivas de aves e peixes, o serviço Google Maps disponibilizou uma listagem com trinta locais onde os fenômenos ocorreram e links com notícias sobre o assunto.
Logo no início do ano, mais de 5 mil aves de uma só espécie foram encontradas mortas com hemorragia interna, no Arkansas, EUA. Alguns dias depois, no mesmo Estado norte-americano, 100 mil peixes mortos também da mesma espécie foram vistos mortos no leito de um rio a cerca de 200 km do primeiro incidente.
Para especialistas, as mortes não estão relacionadas. Entre as aves, suspeita-se que a causa sejam os fogos de artifício do ano novo. No caso dos peixes, eles descartam a presença de toxinas porque os animais mortos eram todos da mesma espécie, e a presença de agentes nocivos na água teria afetado mais tipos de animais.
No Brasil, inclusive, centenas de sardinhas, bagres, corvinas e pescadinhas apareceram boiando na Baía de Paranaguá, cidade portuária do Paraná. Estima-se que cerca de 100 toneladas de peixes tenham morrido. As causas ainda são desconhecidas. Profissionais seguem afirmando que as mortes em massa de animais ao redor do mundo são comuns e não estão relacionadas(??).

(Click para no mapa para ampliar)
***
Polícia Ambiental encontra várias espécies de peixes mortos em rio de Minas Gerais
06.01.2011 – Fonte: http://www.jornaldeuberaba.com.br/?MENU=CadernoA&SUBMENU=Policia&CODIGO=40927
Segundo o capitão PM Reginaldo Corrêa Silva, comandante do 5º Pelotão de Polícia do Meio Ambiente de Araxá, eles receberam uma denúncia no último dia 2, de moradores de ranchos nas proximidades do município de Ibiá (MG). Uma equipe de policiais da Polícia Ambiental compareceu durante a noite às margens do rio Quebra Anzol e avistou alguns peixes “boiando”.
No dia 3, eles retornaram no rio e avistaram mais peixes que estavam mortos e na tarde de anteontem, os policiais foram em uma embarcação e percorreram cerca de sete quilômetros do rio. Após chegarem próximo ao rio São João Da Argenita, eles encontraram 23 espécies de peixes mortos.
Acredita-se que o grande volume de chuvas pode ser um dos fatores que provocaram a morte dos animais.
***
As aves mortas achadas no Tennessee
06.01.2011 – Fonte: http://www.tennessean.com/article/20110106/NEWS01/110106023/1002/Swarms+of+dead+birds+discovered+in+Middle+TN
Bandos de aves mortas foram encontradas no Tennessee, bem como em alguns estados vizinhos, com centenas encontrados em Davidson, Montgomery e Condado de Wilson, de acordo com TWRA.
O departamento de vida selvagem confirma que as mortes em massa em geral não são uma ocorrência rara, mas é raro o fenômeno se repetir em tão pouco tempo e em tantas regiões do país.
“Tudo que realmente sabemos é que havia algo em torno de 150 aves mortas pouco na beira da estrada”, disse Russell Skoglund, biólogo.
***
Cerca de 100 toneladas de peixes mortos são encontrados em Paranaguá (PR-Brasil)
05 Jan 2011 – Fonte: Paraná Online

Levantamento feito pela Federação das Colônias de Pescadores do Paraná, em Paranaguá, no litoral do Estado, aponta que pelo menos 100 toneladas de peixes (sardinha, bagre e corvina) já apareceram mortas desde quinta-feira passada no litoral paranaense.
No domingo, técnicos do Instituto Ambiental do Paraná (IAP), da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sema), colheram amostras para verificar a razão das mortes. O relatório será divulgado hoje.
O presidente da Federação das Colônias de Pescadores do Paraná, Edmir Manoel Ferreira, conta que, entre Paranaguá e Guaraqueçaba, pelo menos 2,8 mil pescadores dependem diariamente dos frutos do mar.
“Na quinta-feira começamos a perceber muito peixe morto. Só uma comunidade chegou a enterrar 15 toneladas. Estamos vivenciando uma situação muito triste no litoral”, relata.
Além de Paranaguá, Ferreira afirma que os peixes mortos estão começando a aparecer em outras cidades do litoral. “O peixe morto está indo para Antonina, Guaraqueçaba e Pontal do Paraná. Precisamos de uma solução urgente para isso”, alerta.
O capitão Edson Oliveira Ávila, coordenador regional da Defesa Civil do Paraná na região, acredita que existem três hipóteses para a morte dos peixes. “Vamos aguardar para saber o que aconteceu, mas as especulações apontam que os peixes podem ter morrido devido um desequilíbrio ambiental, descarte de um barco de pesca ou vazamento de produtos químicos”, diz.
Por meio de sua assessoria de imprensa, a prefeitura de Paranaguá informou que a venda de frutos do mar está, por precaução, temporariamente suspensa na região.
“Não está proibido, mas orientamos que as pessoas não comprem ou consumam esses produtos para evitar qualquer problema. Não existe nenhum indício de que alguém tenha passado mal”, disse Ávila.
O assunto foi discutido ontem, em uma reunião envolvendo a prefeitura de Paranaguá, IAP, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama) e Defesa Civil do Paraná.
Questionado, o IAP afirmou que só irá se pronunciar hoje, após ter o resultado do laudo. As amostras foram encaminhadas para o Centro de Estudos do Mar (CEM), da Universidade Federal do Paraná (UFPR).
***
Chuva de pássaros mortos também se registrou no Louisiana
Encontrados 500 pássaros mortos em estado vizinho ao Arkansas
Chuva de pássaros mortos volta a cair nos EUA
05 Jan 2011 – Fonte: AFP

O veterinário Brandon Ross realiza testes para descobrir a causa da morte de quase 5.000 melros no Estado americano do Arkansas
Após morte de 5.000 aves no Arkansas, fenômeno macabro se repete na Louisiana
Uma nova chuva de pássaros mortos caiu nesta terça-feira (4) no sul dos Estados Unidos, desta vez no Estado de Luisiana. Cerca de 500 aves caíram sobre o Distrito de Pointe Coupee, disse Olivia Watkins, do Departamento de Vida Silvestre de Luisiana.
Há poucos dias, 5.000 aves da espécie melros morreram no Estado vizinho de Arkansas. Watkins afirmou que há uma investigação em curso sobre a causa destas mortes.
- Enviamos amostras para um laboratório em Missouri e estamos esperando os resultados.
No Arkansas também são esperados os resultados para descobrir a causa da “chuva” de aves sobre o pequeno povoado de Beebe, pouco depois da meia-noite do Ano-Novo.
No rio Arkansas, a 160 km dali, entre 80 mil a 100 mil peixes apareceram flutuando sem vida.
Fogos podem ter causado mortes
A Comissão de Caça e Pesca do Arkansas afirma não acreditar que as mortes dos peixes e dos pássaros estejam relacionadas.
Funcionários da entidade apostam que algum distúrbio – possivelmente os fogos de artifício do Ano-Novo – pode ter levado os pássaros a voar durante a noite.
Os melros têm pouca visão noturna e provavelmente morreram ao se chocar contra casas ou árvores por causa do medo.
Os testes preliminares, realizados pela equipe do veterinário Brandon Doss, não mostram sinais de doenças nos pássaros. Os primeiros resultados apontam que as mortes foram causadas por “trauma físico agudo”.
***
Depois dos EUA, Suécia tem “chuva” de pássaros mortos
05 Jan – Fonte: www1.folha.uol.com.br

Após milhares de pássaros caírem mortos do céu sobre Beebe, cidade americana do estado de Arkansas na noite de ano novo, na segunda-feira passada (03/01/2011) outros 500 pássaros apareceram mortos na localidade de Pointe Coupee, no sulista estado americano da Louisiana:
Depois de ser registrada em ao menos dois Estados americanos, uma estranha chuva de pássaros mortos atingiu na noite desta terça-feira a pequena cidade de Falkoping, na Suécia.
Segundo a imprensa local, entre 50 e cem gralhas caíram do céu sobre a cidade no sudoeste da Suécia. Os veterinários investigam nesta quarta-feira o que pode ter causado a morte em massa dos animais.
A área atingida foi isolada, segundo o funcionário dos serviços de emergência Perry Malmberg declarou à TV sueca.
Nos EUA, o evento teve proporções ainda maiores. Cerca de 500 aves caíram mortas nas ruas do distrito de Pointe Coupee, em Louisiana, apenas alguns dias após 5.000 pássaros negros mortos terem caído do céu da pequena cidade de Beebe, em Arkansas.
Biólogos investigam a causa da morte dos pássaros em Arkansas. Cientistas acreditam que o estresse causado por fogos de artifício do Ano-Novo pode ter causado a morte dos pássaros, mas autoridades reconhecem que provavelmente não conseguirão determinar uma causa exata.
Autoridades acreditam que o estresse deve ser uma causa mais provável do que chuvas de granizo ou relâmpagos, já que não havia tempo ruim na região na noite do Réveillon.
As autoridades de Arkansas também estão tentando determinar o que causou as mortes de até 100 mil peixes em uma área do rio Arkansas perto de uma represa em Ozark, descobertas no dia 30 de dezembro.
***
O mistério dos pássaros que morrem subitamente continua a alastrar
05/01 – Fonte EURO NEWS
Depois da morte súbita de milhares de pássaros no estado norte-americano do Arkansas, no início da semana, agora o mesmo fenômeno aconteceu no estado do Louisiana.
Terça-feira, na cidade de Morganza milhares de pássaros de várias espécies foram encontrados mortos.
“O que é transversal a estes casos é que os pássaros morrem rapidamente. Eles parecem estar bem, depois começam a enfraquecer e vacilar, e acabam por morrer num curto período de tempo,” afirma o veterinário Jim Lacour, do estado da Luisiana, que investiga a ocorrência.
Também na Suécia o estranho fenômeno dos pássaros mortos já se registrou. Foi na noite de terça-feira, no Sudeste do país, que foram encontradas aproximadamente 100 gralhas mortas.
A zona foi isolada para a realização de uma inspeção veterinária, mas, para já, continua por determinar a causa da morte dos animais.
***
Brasil, Suécia e Nova Zelândia atingida por fenômenos estranhos
5 de janeiro de 2010 – Fonte: http://www.prisonplanet.com/mass-bird-fish-die-offs-go-global-spark-end-times-panic.html
A morte em massa de aves e peixes que têm afetado parte dos EUA durante a última semana é global. A Suécia, Brasil e Nova Zelândia, são os últimos países a experimentar esse fenômeno que tem suscitado tanto intriga científica e de pânico apocalíptico em igual medida.
Após a morte repentina de milhares de aves que caiu sobre Beebe Arkansas na Véspera de Ano Novo, além de 100 mil peixes mortos são encontrados ao longo de uma milha trecho 20 entre a Barragem de Ozark e da Auto-estrada 109 Bridge no condado de Franklin, 500 melros mortos e estorninhos foram posteriormente descoberto em Pointe Coupee Parish, Louisiana.
Um grande número de aves mortas também foi encontrado em Kentucky por volta do Natal e outras mais foram encontradas no dia seguinte. No início desta semana, dezenas de milhares de pequenos peixes foram encontrados lavou-se na área da Baía de Chesapeake. Apesar de sua morte ser atribuída a uma onda de frio, os especialistas estão perplexos que os peixes não nadam para águas mais quentes, como seria a sua resposta normal.
Em um relatório separado, enviado para nós por um ouvinte Alex Jones Show, mais pássaros mortos foram vistos perto de St. Louis, Missouri (mais de cem melros mortos no dia de Natal). Isso foi cerca de 30 quilômetros ao sul de St. Louis.
O fenômeno é global, com gralhas mortas caindo em toda região central da Suécia, pouco antes da meia-noite de terça-feira.
Na Nova Zelândia, centenas de peixes mortos nas praias de Coromandel. O fator clima e fome foram descartados.
“As pessoas no Little Bay e Waikawau Bay, no nordeste da península, ficaram surpresos quando as crianças saíram do mar com os braços cheios de peixes e em poucos minutos a praia estava cheia com eles”, relata o jornal Sydney Morning Herald.
Enquanto isso, no Brasil, 100 toneladas de peixe (corvina sardinha e peixe-gato) apareceram mortas no litoral do Paraná.
“Além de Paranaguá (Edmir Manoel) Ferreira disse que os peixes mortos estão começando a aparecer em outras cidades costeiras”, informa Paraná Online. “Os peixes mortos estão indo para Antonina e Guaraqueçaba. Precisamos de uma solução urgente para isso “, alertou.
O número de casos de aves e peixes mortos em torno dos EUA e a nível mundial tem sido acompanhado por uma miríade de diferentes explicações sobre a causa de sua morte. Enquanto algumas teorias estão enraizadas na verborragia científica, outros assumiram um conjunto, um contexto espiritual e apocalíptico.
As causas mais citadas como são os fogos de artifício, granizo localizado, linhas de energia, ou outros fenômenos temporários que causaram o pânico nas aves. No entanto, isso não explica por que eventos similares estão ocorrendo em diferentes regiões do país ou mesmo do mundo e não abordar a questão da mortalidade de peixes em massa.
Os principais suspeitos provavelmente são os governos dado o fato de que eles têm rotineiramente envolvidos em testes secretos de armas biológicas e eletromagnéticas que têm impactado negativamente os seres humanos e animais.
Outros apontam a zona de Nova Madrid como culpada devido ao derramamento de óleo BP e uma série de terremotos que atingiu Illinois, Indiana, Missouri, Arkansas, Kentucky, Tennessee e Mississippi .Por isso seria precedida por mortes de aves em massa, não está devidamente explicado.
Alguns cristãos temem que a mortandade em massa marca o início de uma série de catástrofes.
***
Vários Artigos encontrados em pesquisas no Google:
12 Jan 2011: PÁSSAROS CONTINUAM A MORRER – Centenas de aves mortas no Alabama/EUA
Um motorista viaja ao longo da Interstate 65, em Limestone County, Alabama, quando fez uma descoberta terrível esta manhã. Centenas de pássaros pretos foram encontrados mortos ao lado da estrada.  As aves foram encontradas perto da saída da Browns Ferry Road. Especialistas acreditam que um grande veículo, provavelmente um veículo com 18 rodas, atingiu o grande bando de pássaros.
11 Jan 2011: AVES MORTAS NA ROMÊNIA – Bucareste – Dezenas de aves encontradas mortas no leste da Romênia.
Veterinários do departamento sanitário local afirmam que os pássaros beberam água e comeram bagaço remanescente do processo de vinificação até a morte. A causa da morte foi determinada após exame no conteúdo da moela das aves
11 Jan 2011: PEIXES MORTOS NO LAGO MICHIGAN – Peixes mortos apareceram em um lago de Chicago/EUA. São milhares, reportam as testemunhas.
9 Jan 2011: Surgem pássaros mortos, aos milhares, em mais Países, como: Reino Unido, Japão, Brasil, Tailândia, …
‎06/01/2011 Midiacon -‎ Chuva de pássaros lembra filme de terror e traumatiza crianças nos EUA. No último dia de 2010, cerca de 5.000 pássaros negros caíram mortos sobre a cidade de Beebe, no Estado americano de Arkansas. Um dia antes, 100 mil peixes …
06.01.2011 Frio mata milhares de peixes nos EUA, Brasil e Nova Zelândia. O frio especialmente intenso estará a causar a morte a milhares de peixes nos Estados Unidos, Brasil e Nova Zelândia. No Reino Unido, 40 mil caranguejos mortos cobrem as praias de Kent.
6 Jan 2011: Carolina do sul, centenas de milhares de peixes mortos.
‎05/01/2011 Lisboa –  ‎ Nova ‘chuva’ de pássaros mortos nos EUA  - Diário de Notícias – Os investigadores também já recolheram cadáveres de alguns pássaros mortos no Luisiana e está também em investigação a morte em série de 100 mil peixes num …
‎05/01/2011  I Informação – Mais um caso de pássaros mortos nos Estados Unidos  - A causa da morte destas aves não foi ainda revelada, mas os cientistas descartaram já a hipótese de envenenamento. De acordo com os investigadores, as aves …
05/01/2011 Jornal Agora  ‎- Suécia tem “chuva” de pássaros mortos ‎ – Cerca de 500 aves caíram mortas nas ruas do distrito de Pointe Coupee, em Louisiana, apenas alguns dias após 5.000 pássaros negros mortos terem caído do céu …
05/01/2011‎  Yahoo – ‎Dezenas de pássaros aparecem mortos na Suécia – Dezenas de pássaros apareceram mortos nas ruas da localidade sueca de Falköping, por causas ainda desconhecidas, informam nesta quarta-feira imprensa local. .
5 Janeiro: Surgem casos de aves mortas em Kentucky, na Suécia e no Japão.
5 Janeiro: Dois Milhões de peixes mortos em Maryland. Milhares de caranguejos mortos em Inglaterra.
04/01/2011 R7 – Chuva de pássaros mortos volta a cair nos EUA ‎ – Um nova chuva de pássaros mortos caiu nesta terça-feira (4) no sul dos Estados Unidos, desta vez no Estado de Luisiana. Cerca de 500 aves caíram sobre o …
04/01/2011‎ Estadão – Pássaros mortos intrigam autoridades em Arkansas, EUA
04/01/2011‎ Diário do Grande ABC – ‎Estranha chuva de pássaros mortos volta a cair nos EUA. – “Não acreditamos que (as mortes dos peixes e dos pássaros) estejam relacionadas”, disse Nancy Ledbetter, da Comissão de Caça e pesca do Arkansas. …
‎04/01/2011 – Correio do Brasil ‎ Além de pássaros, 100 mil peixes aparecem mortos nos EUA – Exemplares dos peixes e das aves foram levados para estas instalações eo resultado das análises deverá ser divulgado dentro de um mês, segundo Stephens …
04/01/2011 Último Segundo – iG – ‎‎ – Morte misteriosa de milhares de pássaros gera teorias nos EUA. Rowe acredita que o número de melros mortos em Beebe “é facilmente maior que 3 mil aves”. A Comissão de Caça e Pesca do Arkansas estima em seu site que mais …
4 Janeiro : Surgem Notícias de mais aves mortas, então noutro Estado: Louisiana.
4 Jan 2011: Ontario, centenas de peixes mortos.
4 Jan 2011: Florida: Milhares de peixes mortos.
03/01/2011‎ Expresso – ‎EUA: Milhares de peixes e pássaros aparecem mortos. Fogo de artifício do Ano Novo ou chuva de granizo podem ter provocado morte das aves. Depois de uma “chuva” de pássaros mortos ter afetado a cidade de Beebe …
03/01/2011‎  A Bola – ‎EUA: cem mil peixes aparecem mortos no Rio Arkansas. – Mais de cem mil peixes apareceram mortos no Rio Arkansas, perto de Ozark, depois de uma chuva de pássarosmortos ter afectado a cidade de Beebe, …
03/01/2011 – Diário IOL – ‎‎ EUA: 100 mil peixes aparecem mortos em rio do Arkansas. Keith Stephens, da comissão de Caça de Pesca do Arkansas, salientou que, apesar de surgirem peixes mortos frequentemente, não é habitual acontecer a esta …
03/01/2011 Último Segundo – iG – Laboratórios buscam respostas para a morte de 3 mil aves nos EUA ‎ – De maneira ainda não explicada, os animais caíram mortos sobre casas, carros e no chão. As carcaças das aves foram enviadas para a Comissão de Aves e …
‎03/01/2011 Globo Rural – Após chuva de pássaros mortos, mais de 100 mil peixes sem vida são … ‎ – Apenas um dia após assistir a uma chuva de pássaros mortos, a região ganhou novamente as manchetes. Desta vez, cerca de 100 mil peixes foram encontrados sem …
03/01/2011 G1.com.br – ‎‎Após pássaros, estado americano do Arkansas tem morte de peixes
03/01/2011 Band – ‎Pássaros e peixes morrem misteriosamente em cidade dos EUA ‎ – Depois que milhares de pássaros apareceram mortos no réveillon, agora milhares de peixes surgiram boiando num rio. Cinco mil pássaros da espécie melro de …
3 Jan 2011: Canadá: em Manitoba encontraram 10 mil pássaros mortos,China: Vários pássaros mortos
03/01/2011 – Zero Hora – ‎‎Investigação sobre pássaros mortos gera expectativa em Beebe, nos …
03/01/2011 – Ciência Hoje –  Chuva de pássaros mortos no Arkansas – Alguns peixes já foram recolhidos para serem analisados. Foi aberta uma investigação para apurar a “chuva deaves”
2 Jan 2011: Milhares de pássaros mortos no Chile
1 Janeiro : Milhares de aves morreram no Arkansas.
31 Dez 2010: 150 Toneladas de peixes mortos no Vietname
30 Dez 2010 : Cem toneladas de peixes mortos no Paraná, Brasil.

**Geração Maranata** Cite a fonte de for copiar

Nenhum comentário:

Postar um comentário