Você pode passar a sua vida sem Jesus, mas vai ser terrível morrer sem Ele!!!

Você pode passar a sua vida sem Jesus, mas vai ser terrível morrer sem Ele!!!

Paulo Junior:

Loading...

domingo, 31 de julho de 2011

O fim do mandamento.

[I Tm. 1: 5] "Ora, o fim do mandamento é o amor de um coração puro, e de uma boa consciência, e de uma fé não fingida."

Quando o texto lido fala do "fim do mandamento", a orientação bíblica trata do resultado que se espera alcançar quanto à maturidade que deve ser vivida pelos servos de Deus. Pensar no Evangelho do Senhor Jesus é ter os olhos voltados para a prática dos valores do Reino, que geram crescimento e amadurecimento constantes na vida daquele que creu no Senhor Jesus. Nesta caminhada cristã, o caráter de Cristo vai sendo manifestado na vida daquele que creu, o tornando no reflexo de Cristo diante daqueles que precisam da Salvação. De forma clara vemos pelo texto, que nesse processo três valores precisam ser evidenciados para a consolidação dessa grande bênção; Paulo destaca "o amor de um coração puro" - Quando me volto para refletir sobre um coração puro me lembro do sermão da montanha, pois nele Jesus assim afirma: "Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus;" Os pobres de espírito são aqueles que após terem tido um encontro real com Cristo, conseguem se esvaziar de si mesmos. Para esses os valores que outrora eram defendidos e que primavam apenas para alimentar a carne gerando assim uma vida pecaminosa, agora no contexto da nova vida são abandonados e o ministrar pleno do Espírito Santo é gerado de forma plena. Esses são aqueles, que se encontram diante de Deus com os corações puros e que alcançam a vitória em suas vidas. Vemos também que para a bênção ser ministrada de forma plena é necessário ter "uma boa consciência". Que maravilha irmãos! Uma vez sendo achado diante de Cristo com o coração puro, haverá espaço para Ele agir e o resultado será marcado por essa boa consciência que vem de Deus; esta é a mente de Cristo que irá atuar na vida daquele que foi salvo. O fechamento do grande milagre é marcado também por "uma fé não fingida". Viver desta forma diante de Deus e dos homens é sem dúvida caminhar na verdade plena de Cristo. É ser um servo de Deus autêntico que cumpre com excelência os propósitos estabelecidos por Deus. É ter a certeza de ser um instrumento vivo nas mãos do Senhor e que faz a diferença onde se está plantado. Que estas verdades trazidas direto do coração de Deus possam ser vividas por aqueles que fazem parte da Igreja viva do Senhor Jesus.
Pr. Waldyr Silva do Carmo

Por que os políticos, artistas, e outros tantos, até mesmo as filhas do Bush, fazem o sinal da mão chifrada? Isto não é uma coincidência, acordem enquanto há tempo. Assistam o vídeo e pensem.

De: Airton da Fonseca


Mensagem original enviada: 16/07/2011 07:43

josemadeiro compartilhou um vídeo com você no YouTube:


DILMA E OUTROS TANTOS GESTICULAM SAUDAÇÃO ILLUMINATI - http://www.adnewsbrasil.com.br 

http://www.youtube.com/watch?v=0hc1qY5p2OU&feature=email

SAUDANDO À ELITE GLOBAL, DILMA ROUSSEFF SUBLIMINARMENTE REVELA QUEM SÃO OS SEUS APOIADORES NO DEBATE DA BAND.

DILMA É MAIS UM FANTOCHE QUE SE ELEGE PRESIDENTE DE UMA COLÔNIA NORTE-AMERICANA. TODAS AS EMISSORAS, SEM EXCEÇÃO, CONTRIBUIRAM PARA SUA VITÓRIA, SOBRETUDO A DO SENHOR EDIR MACEDO, QUE TEM POR PAI UM MAÇOM.

ESTAMOS NA RETA FINAL. OS SENHORES DO MUNDO, OS BILDERBERG, JÁ ESTÃO PREPARANDO A TODOS OS CIVIS PARA A ASCENSÃO DE UM GOVERNO GLOBAL, NO QUAL UM ÚNICO LÍDER GOVERNARÁ A TODA HUMANIDADE.

COMO SE NÃO BASTASSE A FARÇA DA IDA DO HOMEM À LUA (APOLO 11), DOS ATAQUES DE 11 DE SETEMBRO, A PRÓXIMA ETAPA SERÁ SIMULAR UMA EVENTUAL GERRA COM A RÚSSIA, NA QUAL A EUROPA SAIRÁ VITORIOSA. ATAQUES TERRORISTA A LONDRES, EM 2012, DURANTE AS OLIMPÍADAS, TAMBÉM CONSTAM NA AGENDA DESSES ANJOS NEGROS, QUE PORÃO NOVAMENTE A CULPA NOS MUÇULMANOS.

ESTADOS UNIDOS E EUROPA SÃO AS DUAS COLUNAS QUE SUSTENTAM O IMPÉRIO QUE 'ERA, MAS NÃO É, MAS HÁ DE VIR'.

CUIDADO PARA NÃO SER UM CIDADÃO DA NOVA ORDEM MUNDIAL. A UNIFICAÇÃO DAS NAÇÕES POR MEIO DE UM HOMEM QUE DIZ SER DESCENDENTE DE CRISTO É UM PERIGO A PRÓPRIA HUMANIDADE.

A PSEUDO INVASÃO EXTRATERRESTRE, QUE ESTÁ SENDO PREPARADA PELOS GOVERNOS DA NOVA ORDEM PARA ABAFAR O ARREBATAMENTO, SERÁ O PRETEXTO DO ANTICRISTO A FIM DE INTRODUZIR NAS PESSOAS A IDENTIFICAÇÃO GLOBAL, O CHIP COM GPS QUE IRÁ INFORMAR A LOCALIZAÇÃO DE TODOS QUE O PORTAREM. NÃO ACEITE ALGO COMO O MONDEX, TUDO NÃO PASSA DE UMA ARMADILHA PARA QUE VOCÊ SEJA UM SÚDITO DO IMPÉRIO DO MAL. DIGA NÃO A GLOBALIZAÇÃO, A ESSA TORRE DE BABEL QUE TEM POR ÚNICA FINALIDADE ATRIBUIR DIVINDADE A UM HOMEM QUE SERVIRÁ UNICAMENTE A SATANÁS.

Enviado por em 11/10/2010
INCRÍVEL: CONHEÇA A NOVA ARMA DOS EUA . DEPOIS DE A BOMBA ATÔMICA, SURGE HAARP, UMA TECNOLOGIA PARA ESTUDOS CLIMÁTICOS, PORÉM, COM FINS MILITARES. SAIBA MAIS NO NOSSO CANAL NO JUSTIN TV: http://pt.justin.tv/adnews


Aproveitando o espaço - MAIS SINAIS DO FIM:

Algas invadem praias francesas da Bretanha

Publicado em 18/07/2011 por
Problema está pior neste ano; plantas emitem gases tóxicos e prejudicam o turismo.

http://www.youtube.com/watch?v=NktkrB84Aq4&NR=1

O Clube Bilderberg – Objetivos.

Texto interessante para que conheçam os planos dos "senhores do mundo", os que querem e vão implantar a Nova Ordem Mundial, custe o que custar. Vale salientar que isto está escrito na Bíblia, que por 7 anos este mundo terá um governo mundial, o anticristo, ele entrará no poder mundial, fará o tão falado acordo de paz com Israel, assinará este acordo por 7 anos. No meu ponto de vista isto está muito perto de acontecer, penso que talvez em 2012 o mundo já verá um único homem governando o mundo todo = anticristo, e ele terá ajuda do falso profeta, que provavelmente será o último papa da igreja católica. Nos 3,5 anos primeiros ele firmará o acordo de paz com Israel, implantará uma falsa paz no mundo todo; porém nos próximos 3,5 anos ele se assentará no terceiro templo dos judeus, que será reconstruído, ele exigirá ser adorado e dirá que é Deus, e então exigirá que todos os que estiverem vivos usem uma marca, segundo a Bíblia: na mão direita ou na testa. E então ele começará a perseguir os cristãos que se voltarem para Deus nesta época, porém os que aceitarem a tal marca sofrerão com a ira de Deus que será derramada sobre este mundo. No final dos 7 anos o Senhor Jesus voltará com os que foram Arrebatados 7 anos antes, porque na minha opinião o Arrebatamento vai acontecer antes da Tribulação. Lembrando que na Bíblia está escrito que nestes 7 anos nunca houve e jamais haverá tal sofrimento sobre a face da terra, digamos então que o holocausto e todas as demais guerras foram nada perto do que virá. Por isso estamos aqui alertando, existem centenas de pessoas no mundo todo alertando que Jesus está voltando, os sinais estão todos aí, se voltem para Deus agora, porque em breve o Tempo da Graça estará terminado e não haverá mais tempo para fugir da Grande Tribulação, aí você só poderá se salvar com muito sofrimento. Já é possível ouvir os passos do Senhor Jesus. Acordem, porque em breve será tarde demais. O Final de Tudo.

Boa Noite
Retirei  essa  matéria do  blog LILICARABINA:
<http://lilicarabinabr.blogspot.com/2011/07/o-clube-bilderberg-objetivos.html>
Um bom fim de semana. Airton.

O Clube Bilderberg – Objetivos

Postado por Husc em 22 maio, 2010·
 
«O Clube Bilderberg está em busca de uma era do pós­-nacionalismo: um momento em que já não haverá países, só regi­ões e valores universais, quer dizer, só uma economia universal, um Governo Universal – designado, não eleito – e uma religião universal. Para assegurar-se esses objetivos, os membros do Clube Bilderberg defendem um enfoque mais técnico e menos conheci­mento por parte do público. Isto reduz as possibilidades de que toda a população se inteire do plano global dos donos mundiais e organize uma resistência organizada» (de Willian Shannon, em «Plans to Destroy America Are Exposed!», 2002).

O objetivo final
O objetivo final do Grupo Bilderberg é o con­trole de absolutamente tudo no mundo, em todos os sentidos da palavra. Agem como se fossem deuses na Terra. Entre seus planos pretendem estabelecer:
(1) Um único governo planetário com um único mercado globalizado, com um único exército e uma única moeda regulada por um Banco Mundial.
(2) Uma Igreja universal que canalizará as pessoas para os desejos da Nova Ordem Mundial. As outras religiões serão todas destruídas.
(3) Serviços internacionais completarão a des­truição de qualquer identidade nacional por meio da subversão a partir de dentro. Só será permitido que floresçam os valores uni­versais.
(4) O controle de toda a humanidade através de meios de manipulação mental. Esse plano está descrito no livro «Technotronic Era» [«Era Tecnotrônica»], de Zbigniew Brzezinski, membro do Clube. Na Nova Ordem Mundial não haverá classe média, só ser­vidores e governantes.
(5) Uma sociedade pós-industrial de “crescimento zero” [l ver artigos na categoria “Sustentabilidade”, neste blog], que acabará com a industrialização e a produção de energia elétrica nuclear (exceção para as indústrias dos computadores e servi­ços). As indústrias canadenses e americanas que permanecerem serão exportadas para países pobres como Bolívia, Peru, Equador, Nicarágua etc, em que existe mão-de-obra barata [leia-se: mão-de-obra escrava]. Tornar-se-á realidade, então, um dos principais objetivos do NAFTA (Acordo de Livre Comércio da América do Norte). O crescimento zero é necessário para destruir os vestígios de prosperidade e dividir a sociedade em proprietários e escravos. Quando há prosperidade, há progresso, o que torna muito mais difícil a repressão.
(6) A redução populacional das grandes cidades, segundo a experiência realizada no Cambodja por Pol Pot. Os planos genocidas de Pot foram projetados nos Estados Unidos por uma das instituições irmãs do Bilderberg, o Clube de Roma.
(7) A eliminação de quatro bilhões de pessoas – aquelas que Henry Kissinger e David Rockefeller chamam, caçoando, de «estômagos inservíveis» – por meio das guerras, da fome e de enfermidades. Isto sucederá até o ano 2050. «Dos dois bilhões de habitantes rema­nescentes, 500 milhões serão chineses e japoneses, que se salvarão graças à sua capacidade característica de obedecer à autoridade» – é o que afirma John Coleman em seu livro «Conspirator’s Hierarchy: The Story of the Committee of 300» [→ ver artigos neste blog]. John Coleman é um fun­cionário da inteligência aposentado que descobriu um relatório do Comitê dos 300 recomendando a Cyrus Vance «como realizar o genocídio». Segundo a pesquisa de Coleman, o relatório foi intitu­lado «Global 2000 Report», «aprovado pelo presidente Carter, em nome do Governo americano e referendado por Edwin Muskie, secretário de Estado». Segundo esse relatório, «a população dos Estados Unidos estará reduzida a 100 milhões até o ano 2050».
(8) Crises artificiais para manter as pessoas num perpétuo estado de desequilíbrio físico, mental e emocional. Confundirão e desmoralizarão a população para evitar que as pessoas decidam o seu pró­prio destino, até o extremo em que elas «terão demasiadas pos­sibilidades de escolha, o que dará lugar a uma grande apatia em escala geral» (John Coleman).
(9) Um controle férreo sobre a educação com o propósito de destruí-la. Uma das razões da existência da União Européia (e da futura União Americana e Asiática) é o controle da educação para “cordeirizar” as pessoas. Ainda que nos pareça incrível, esses esforços já estão dando “bons frutos”. A juventude de hoje ignora por completo a história, as liberdades individuais e o significado do próprio conceito de liberdade. Para os adeptos da globalização é muito mais fácil lutar contra oponentes sem princípios.
(10) O controle da política internacional e interna dos Estados Unidos (já realizado através do governo de Bush), Canadá (con­trolado pela Inglaterra) e Europa (através da União Européia).
(11) Uma ONU mais poderosa, e que se converta, finalmente, num Governo Mundial. Uma das medidas que conduzirão a isto é a criação do imposto direto sobre o “cidadão mundial”.
(12) A extensão do NAFTA para todo o hemisfério ocidental, como prelúdio da criação de uma União Americana similar à União Européia.
(13) Uma corte internacional de justiça com um sistema jurí­dico único. E…
(14) Um estado de bem-estar socialista onde serão recompen­sados os escravos obedientes e exterminados os não-conformistas.
Observação do Editor deste blog
Em seguida, no livro de Daniel Estulin, «A Verdadeira História do Club Bilderberg», o autor apresenta alguns exemplos da atuação do Grupo Bilderberg em episódios políticos ocorridos no mundo, para mostrar a extensão e o poder do Grupo. Reitero a sugestão, junto ao prezado Visitante Desconhecido no sentido de adquirir o livro a fim de conhecer todos os detalhes das operações realizadas pelo Grupo Bilderberg, por ser isso fundamental para que se possa, de fato, entender como esta organização atua, visto que, por motivos óbvios, não há como reproduzir neste blog, na íntegra, as palavras de Daniel Estulin.
No livro, o autor apresenta e mostra, detalhadamente, a atuação do pessoal do Bilderberg nos seguintes episódios:
♦ A Guerra das Malvinas;
♦ A humilhação de Ronald Reagan por parte do Clube;
♦ O assassinato de Aldo Moro (Itália);
♦ O assassinato de Ali Bhutto (Paquistão);
♦ A deposição do xá do Irã e o aiatolá Khomeini;
♦ O episódio Watergate e a Nova Ordem Mundial;
♦ A criação de Bill Clinton.

Outros exemplos da atuação do Clube Bilderberg
♦ O Bilderberg propôs e decidiu estabelecer relações formais com a China, antes que Nixon o fizesse.
♦ Num encontro em Saltsjöbaden, Suécia, em 1973, o Clube consentiu num aumento de 12 dólares no preço do barril de petróleo, um aumento de 350% sobre o preço anterior. A intenção era criar um caos econômico nos Estados Unidos e na Europa oci­dental para tornar esses países mais receptivos.
♦ Em 1983, o Clube conseguiu o compromisso secreto por parte do ultraconservador presidente Reagan de transferir 50 bilhões de dólares, dinheiro dos contribuintes americanos, aos países comunistas e do Terceiro Mundo através dos seus canais preferenciais, o FMI e o BIRD. Esse compromisso foi realizado e conhecido como Plano Brady.
♦ O Bilderberg decidiu também depor Margareth Thatcher como primeira-ministra britânica porque ela havia se oposto a submeter a soberania da Inglaterra ao superestado europeu pla­nejado pelo Clube. E, com incredulidade, assistimos a como seu próprio partido a aniquilou em favor de um de seus cachorrinhos de madame, John Major.
♦ Em 1985 foi ordenado aos membros do Clube Bilderberg que apoiassem completamente a Iniciativa Estratégica de Defesa (Guerra das Galáxias), antes inclusive da mesma vir a ser a política oficial do governo americano – pelo fato de que proporcionaria aos “donos do mundo” um potencial de lucros sem limites.
♦ Em seu encontro de 1990 em Glen Cove, Nova York, foi decidido que deveriam ser aumentados os impostos para pagar a dívida aos banqueiros internacionais. O Bilderberg ordenou a George Bush que incrementasse os impostos a partir daquele ano, e assistiu a como o presidente assinava a previsão orçamentária, com a subida dos impostos, a qual o faria perder as eleições.
♦ Na reunião de 1992, o Grupo debateu a possibilidade de «condicionar o público para que fosse aceita a idéia de um exército da ONU, que poderia, utilizando a força, impor sua vontade nas questões internas de qualquer Estado».
♦ A venda multimilionária da companhia de eletricidade Ontario Hydro (cujo proprietário era o governo do Canadá), foi discutida pela primeira vez na reunião do Bilderberg em King City, Toronto, em 1996. Pouco tempo depois, Ontario Hydro foi dividida em cinco empresas independentes e privatizada.
♦ Durante e depois da conferência Bilderberg de 1996, deci­diu-se reeleger Bill Clinton como presidente dos Estados Unidos porque ele seria uma marionete mais útil que Bob Dole. Este último havia sido também investigado por financiamento ilícito da campanha eleitoral.
♦ Em relação a Kosovo, os membros do Clube Bilderberg decidiram a formação de um Estado albanês independente e o desmembramento da Iugoslávia (com a entrega de sua província mais setentrional à Hungria) para criar um novo mapa que assegurasse a continuidade do conflito. A reconstrução estimada em bilhões de dólares correria a cargo dos impostos ocidentais.
♦ Indiscrições sobre o encontro de 2004 revelam que a Guerra do Iraque foi adiada até março de 2003. Todos os jornais do mundo esperavam o ataque no verão de 2002.
♦ A OTAN deu carta branca à Rússia para bombardear a Tchetchênia em 1999, como informado em 1998.
♦ Em 1999, Kenneth Clarke, membro do Parlamento; Martin S. Feldstein, presidente do Conselho Nacional de Investigação Econômica; Stanley Fisher, subdiretor do Fundo Monetário Internacional (FMI); Ottmar Issing, membro do comitê execu­tivo do Banco Central Europeu; e Jean-Claude Trichet, diretor do Banco da França – debateram sobre a “dolarização”, como passo posterior à moeda única européia.
♦ Foi planejada a formação de um bloco asiático sob a lide­rança do Japão. Seriam estabelecidos uma moeda única, o livre comércio e uma união política semelhante à União Européia.
♦ Foi planejada a formação de uma União Americana seme­lhante à União Européia.
♦ Planificou-se a divisão do Canadá para 1997, mas a ines­perada investigação do periódico Toronto Star, o jornal mais importante do Canadá, durante o encontro de 1996 em King City, obrigou os adeptos da globalização a adiar o plano para 2007.
♦ O Clube sancionou economicamente a Áustria por reali­zar eleições democráticas nas quais resultou vencedor o Partido Nacionalista de Jorg Haider.

O Clube Bilderberg pode ser desmascarado?
Thomas Jefferson, um dos fundadores da democracia americana, tinha a seguinte definição: «Certos atos de tirania podem ser atribuídos à circunstância acidental de um dia; mas toda uma série de opressões que se iniciaram num período definido e que se mantiveram inalteradas com todos os ministros [presidentes] existentes demonstram demasiado claramente que existe um plano sistemático e deliberado para reduzir-nos à escra­vidão».
Essa estratégia corporativa em sua forma global é expressa nas pala­vras que pronunciou David Rockefeller no encontro do Bilderberg em junho de 1991 em Baden-Baden, Alemanha: «A soberania supranacional de uma elite intelectual e financeira é absoluta­mente preferível à autodeterminação nacional praticada durante os séculos passados».
«Tal estrutura funciona mediante os mesmos mecanismos financeiros e comunicativos que colocaram Tony Blair e George Bush no poder, dando-Ihes a maioria de votos. As corporações transnacionais realizaram uma publicidade muito poderosa e financiaram esses líderes políticos, para assegurar-se da servidão dos Estados. Os governos já não podem governar para o interesse comum sem infringir as novas leis de comércio e investimentos de capitais que só beneficiam às corpo rações transnacionais» – é isso que se lê em «Why is There a War in Afghanistan?», de John McMurtry, no fórum sobre como o Canadá deveria responder ao terrorismo e à guerra, 09/12/2001.

Por que não reagimos?
O que me surpreende mais é: por que os demais [países e líderes nacionais] não vêem esse perigo? Deverá ser pelo fato de que o conhecimento implicaria uma responsabilidade e clamaria por uma resposta decisiva? Se formos conscientes de que, de fato, existe um poder muito mais pode­roso que a Presidência eleita democraticamente, uma autoridade “moral” mais poderosa do que o papa, mais onipotente que Deus, um poder invisível que controla o aparato militar mundial e os sis­temas de inteligência, que controla o sistema de propaganda mais eficiente da história… – devemos concluir, forçosamente, que a demo­cracia é, no melhor dos casos, uma ilusão e, no pior, o prelúdio de uma ditadura que se conhecerá como Nova Ordem Mundial e que nos conduzirá a uma escravidão total.
Michael Thomas, um banqueiro de investimentos de Wall Street que obteve fama mundial como escritor e como o analista mais incisivo do período Reagan-Bush, disse numa ocasião: «Se os bilderbergers parecem agora mais discretos que nunca, é, entre outras razões, porque suas propostas, levadas a cabo pelas agências que estão a seu serviço, como o Fundo Monetário Internacional e o Banco Mundial, causaram mais devastação nos últimos anos do que todos os desastres da Segunda Guerra Mundial juntos».
«O resultado funesto… — escreve o ex-jornalista da BBC Tony Gosling — …é uma visão da democracia ocidental subvertida, em que as pessoas que tomam decisões se põem de acordo não para coi­sas que são importantes para as pessoas comuns – justiça social, interesse comum e qualidade de vida – mas sim para reforçar a austeridade econômica e conseguir ainda maiores ganhos para a elite empresarial e política.»
Com toda a evidência nas mãos, a maioria ainda crê que já se «tem problemas pessoais demais para incomodarmo-nos com teorias conspirativas». Isto é exatamente o que Tavistock perseguia.
Encurralados pelo caos, reagimos como fez Nixon quando ficou isolado, confuso e depois destruído pelos planejadores da globalização. Desmoralizadas e confusas, com pouca auto-estima, com um futuro incerto, as pessoas estão muito mais inclinadas a aceitar o surgimento repentino de um “messias”, uma Nova Ordem que prometa a eliminação das drogas, da pornografia, da prostituição infantil, do crime, das guerras, da fome e do sofrimento, e que garanta uma sociedade bem ordenada em que as pessoas vivam em harmonia.

Um duro impasse
O problema é que essa nova “harmonia” devorará nossas liberdades, os direitos humanos, nosso pensamento independente e sua própria existência. “Harmonia” significará uma sociedade de bem-estar que nos converterá em números dentro do enorme sis­tema burocrático da Nova Ordem Mundial. Os não-conformistas, como eu mesmo, seremos varridos com um simples toque numa tecla de computador, internados num dos mais de 600 campos de concentração que já estão em pleno funcionamento na atua­lidade nos Estados Unidos, a não ser que as pessoas do mundo livre (ou o que resta dele) – a “resistência leal” – se levantem para defender os ideais nacionais, em vez de deixá-los nas mãos dos governos, dos representantes da Comissão Européia, das Nações Unidas e da realeza, que já nos traíram.
Esses elegantes e sempre finos membros das famílias reais européias, suas damas educadas e seus galhardos cavaleiros, que trocaram seus trajes reais por terno e gravata, são, na verdade, completamente impiedosos. Utilizarão o sofrimento das nações e suas riquezas para proteger suas privilegiadas formas de vida.
Essas fortunas da aristocracia estão «relacionadas e entrelaçadas de forma inextricável com o tráfego de drogas, ouro, diamantes e armas, com os bancos, o comércio e a indústria, com o petróleo, com os meios de comunicação e a indústria de entretenimento».

Como podemos verificar esses fatos?
É virtualmente impos­sível penetrar no Clube Bilderberg. Algumas das provas não estão ao nosso alcance porque a informação sai diretamente dos arqui­vos da inteligência e só uma minoria privilegiada pode vê-los. Não espere nunca que os meios de comunicação mencionem a conspiração nos telejornais da noite. A imprensa está completa­mente sob o controle das senhoras virtuosas e dos cavalheiros que dedicam a maior parte de seu tempo a empresas filantrópicas. A maioria das pessoas crê – como não se pode encontrar uma motivação atrás das coisas que descrevi, como nada disto aparece nos noticiários – que deve tratar-se de mais uma das muitas teorias de conspiração a serem desprezadas, frequentemente ridicularizadas e por fim rejeitadas.
As pessoas querem provas definitivas e isso é o mais difícil de conseguir. Isto é o que o Instituto Tavistock fez com a raça humana. A Nova Ordem Mundial neutralizou a única ameaça real que as “massas sujas” – quer dizer, nós – poderíamos opor a seus planos. Este livro pode ser uma exceção. Seu objetivo é tirar a máscara da Nova Ordem Mundial para mostrá-la como ela é realmente. Neste livro há muitos documentos e fontes que podem verificar, pelo menos, uma parte dos fatos e que deixarão o leitor inteligente perguntando-se se, por trás, não haverá mais coisas além do que se vê à primeira vista.
As informações que se seguem são fruto de muitos anos de investi­gações, de milhares de documentos e fontes consultados. Algumas pessoas incrivelmente corajosas arriscaram sua vida (e outros morreram tentando) para ter acesso a uma parte deste material em que se detalha o terrível futuro que nos espera.
Daniel Estulin

Créditos: Este post é a última parte da matéria dedicada ao Clube Bilderberg, e consta do livro de Daniel Estulin «A verdadeira História do Clube Bilderberg», o qual, para quem crê nas teorias conspiratórias (as quais, infelizmente, existem mesmo), é literatura obrigatória. Introduzi subtítulos no texto para facilitar a leitura, assim como eliminei algumas partes do texto original não fundamentais para este blog, mas que deverão ser observadas pelo prezado Visitante Desconhecido quando da leitura integral do livro.
Os principais livros a ler são: «A Verdadeira História do Clube Bilderberg», de Daniel Estulin (Editora Planeta do Brasil Ltda.); «A Corporação – A História Secreta do Século XX e o Início do Governo Mundial do Futuro», de Nicholas Hagger (Editora Pensamento-Cultrix Ltda.); «As Redes Secretas do Poder», de Pablo Allegritti (Editora Planeta do Brasil Ltda.); e «O Governo Secreto», de Jim Marrs (Madras Editora Ltda.).
Outros livros que tratam do mesmo assunto podem ser encontrados na página de “LIVROS”, deste blog.

Images: blogtok.com; e codenamejumper.files.wordpress.com.

Fonte:http://blogdoambientalismo.com/o-clube-bilderberg-parte-final/

Há quem diga que “nada acontece por acaso”… FMI - Quem é Christine Lagarde?

De: Sameiro Esteves
Portugal


Há quem diga que "nada acontece por acaso"…

Obs.: Esta mensagem tem um pps em anexo que não consigo postar no blog - A guerra das moedas, quem tiver interesse peça por e-mail que eu envio - aurisjosely@gmail.com.


Ainda há poucos anos Christine Lagarde era uma desconhecida para os franceses até ser nomeada ministro do Comercio Exterior no governo de Dominique de Villepin e mais tarde ministro da Economia. 
Agora, e depois de Dominique Strauss Kahn ter sido "eliminado" por ser demasiado "mole" e não apoiar devidamente os interesses dos grandes grupos financeiros, Lagarde, pertencendo ao restrito clube de Bilderberg, foi nomeada para a direcção do FMI. 
Como vamos ver, compreende-se porquê...

Quem é Christine Lagarde? 
Christine Lagarde é uma advogada de sucesso, especializada em direito social, em 1981 ingressa no prestigiado gabinete Baker & McKenzie em Chicago. Progride rapidamente na carreira até se tornar membro do comité executivo desse gabinete com 4400 colaboradores em 35 países do mundo. Em 2004 torna-se presidente do seu comité estratégico e no ano seguinte membro do conselho de vigilância de um dos maiores grupos financeiros mundiais, a holandesa ING Groep.


Chistine Lagarde, torna-se assim uma mulher muito influente: está na 5ª posição na classificação das mulheres de negócios europeias, segundo o Wall Street Journal e na  76ª posição nas mulheres mais poderosas do mundo, segundo a revista Forbes.

Nos bastidores dos negócios.
Uma das facetas menos conhecida do grande público é o facto de Lagarde pertencer ao Center for Strategic & International Studies (CSIS) americano. Este é um "think tank" sobre a influência e estratégia americana no mundo do ponto de vista político, económico, tecnológico e em matéria de segurança. Nele encontramos no conselho administrativo, Henry Kissinger, mas também Zbigniew Brzezinski com o qual Lagarde partilhava a comissão de Acção USA/EU/Polónia, mais precisamente o grupo de trabalho das indústrias de defesa USA-Polónia.
Foi durante as comissões presididas por Christine Lagarde que Bruce Jackson conseguiu o contrato do século para a americana Lockheed com a venda de 48 caças F-16 à Polónia no valor de 3,5 mil milhões de dólares. Esta encomenda foi paga pelo governo polaco com os fundos da União Europeia destinados à preservação do sistema agrícola da Polónia.

Uma americana em Paris.
Em 2007 o jornal satírico francês "Le Canard Enchaîné" revela para grande espanto de todos que o ministro da economia Christine Lagarde escreve e obriga os seus colaboradores a escrever em língua inglesa. No dia 16 de outubro de 2010, o deputado Brard faz uma pergunta a Lagarde, na Assembleia Nacional, em inglês!
O presidente da Assembleia Nacional Francesa atrapalhado decidiu que essa intervenção deveria ser retirada do relatório da sessão por a única língua oficial da república ser o francês.
Estes episódios caricatos revelam que a actual ministra francesa da economia e nova responsável do FMI trabalha (e faz trabalhar os seus colaboradores próximos) em língua inglesa, para facilitar as suas relações políticas e económicas com o seu grande aliado, os Estados Unidos. Os americanos não poderiam sonhar ter um melhor defensor dos seus interesses no FMI.
Dos grandes amigos de Christine Lagarde constam: Brzezinski, fundador da comissão Trilateral em 1973 juntamente com David Rockfeller, ou então Dick Cheney que dispensa qualquer apresentação: ele é o ex vice-presidente que desencadeia guerras para entregar a reconstrução dos países bombardeados à sua empresa, a Halliburton.

sábado, 30 de julho de 2011

Você que anda desanimado, pois a luta é grande, mas a vitória é maior ainda.

Muitas pessoas escrevem dizendo que estão desanimadas, com problemas de todos os tipos, cansadas, doentes, etc..., eu me incluo nessa lista, com certeza, porque estamos neste mundo, vivenciando coisas horríveis demais, cada dia pior. Então recebi a mensagem abaixo e acho que vale a pena repassar e postar no blog, porque tenho certeza que servirá para muitos. Que Deus o abençoe irmão Carlos, por tão sábias palavras.

De: Carlos krte


Boa noite irmã amada!
Bom você sempre ajuda as pessoas, com videos, extras extras, mensagens de fé, trechos biblicos, bem agora chegou a minha vez, não vou fazer igual a você, recortar noticias e te enviar, mais vou alimentá-la um pouco com a palavra de Deus. Você falou que anda desanimada, pois a luta é grande, mas a vitória é maior ainda. No sermão profético de Jesus Cristo no Monte das Oliveiras Ele disse aos discípulos... texto Mateus 24. "12. E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos se esfriará. 13. Mas aquele que perseverar até o fim será salvo." então irmã não fique triste e não desanime, leia e releia a Bíblia, pois ela é .... A mente de Deus, a condição do homem, o caminho da salvação, a condenação dos pecadores, e a felicidade dos cristãos. Suas doutrinas são santas, seus preceitos são justos, suas histórias verdadeiras e suas decisões imutáveis. Leia-a para ser sábia, creia nela para estar segura e pratique-a para ser santa. Ela contém luz para dirigi-la, alimento para sustê-la, e consolo para animá-la. É o mapa do viajante, o cajado do peregrino, a bússola do piloto, a espada do soldado e o guia do cristão. Por Ela o paraíso é restaurado, os céus abertos e as portas do inferno descobertas. Cristo é o seu grande tema, nosso bem o seu intento, e a glória de Deus a sua finalidade. Deve encher a mente, governar o coração e guiar os pés. Leia-a lenta e frequentimente e em oração. É uma mina de riqueza, um paraíso de glória e um rio de prazer. É lhe dada em vida, será aberta no dia do julgamento e lembrada para sempre. Ela envolve a mais alta responsabilidade, recompensará o mais árduo labor e condenará a todos quantos menosprezam seu grande conteúdo. Você disse que erra muito, mais até nisso Jesus nos ensina.....Marcos 12. "27. Orá, Deus não é de mortos, mais sim é Deus de vivos. Por isso, vós errais muito. Sim, é bem verdade que esse é um texto de Jesus ensinando sobre ressurreiçao para os saduceus, mais podemos aprender muito com essa passagem. Fica com Deus e seja como Josué: não importa o que aconteça e qual situação você possa estar passando, mas fale como Ele dizendo sempre... "Eu e minha casa serviremos ao senhor"..... A paz de Cristo esteja contigo hoje e sempre.... Amém!    Irmão Carlos.

A grande batalha.

De: fernanda cf seixas

A Grande Batalha

Tratado escrito por
J. C. Ryle
Escrito em Helmingham, Suffolk, Inglaterra.


Todos os homens devem amar a paz. A guerra é um mal imenso, embora seja um mal necessário às vezes. As batalhas são acontecimentos sangrentos e angustiantes, apesar de que, as vezes as nações não podem manter os seus direitos sem as mesmas. Mas todos os homens devem amar a paz. Todos devemos orar por uma vida tranquila.

Tudo isso é verdade,  e ainda há uma guerra que vale a pena  lutar; uma batalha que deveríamos estar sempre lutando. A batalha da qual falo é a batalha contra o mundo, a carne e o diabo. Com estes inimigos nunca devemos estar em paz; desta guerra homem nenhum deve  procurar estar desencarregado, enquanto ele estiver vivo.


Leitor, dê-me sua atenção por alguns minutos, e eu vou lhe contar algo sobre a grande batalha.

Todo cristão é soldado de Cristo. Ele é chamado, através de seu batismo, a lutar na batalha de Cristo contra o pecado, o mundo e o diabo.  O homem que não faz isso, quebra sua promessa: ele é inadimplente espiritualmente;  não cumpre o compromisso feito por ele próprio. O homem que não faz isso, está praticamente renunciando ao Cristianismo. O fato de que ele pertence a uma Igreja, frequenta um lugar de adoração e chama a si mesmo de cristão, é uma declaração pública de que ele deseja ser reconhecido como  um soldado de Jesus Cristo.

A armadura é fornecida para o cristão, somente se ele for usá-la.  "Portanto, tomai toda a armadura de Deus", diz Paulo aos Efésios, "estejam, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça e calçados os pés na preparação do evangelho da paz; tomando sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno. Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus." (Efésios 6:13-17). E não menos importante, o cristão tem o melhor dos líderes, Jesus - o Capitão da salvação,  através do qual podemos ser mais que vencedores e podemos ter o melhor das provisões, o pão e a água da vida, e o melhor pagamento prometido a nós,- um eterno peso de glória.

Tudo isso é remoto. Eu não quero me deter em explicá-las agora. O ponto em que eu quero chegar  é esse: que, se você quer ser salvo, você não deve ser apenas um soldado, mas um soldado vitorioso.Você deve não apenas confessar lutar ao lado de Cristo contra o pecado, o mundo e o diabo, mas você deve, de fato, lutar e vencer.

Esta é a grande marca que distingue os verdadeiros cristãos. Alguns homens, talvez gostariam de se alistar no exército de Cristo; outros são preguiçosos e fracos na busca pela coroa da vida; mas só o verdadeiro cristão é quem faz o trabalho de um soldado. Somente ele conhece bem os inimigos de sua alma, verdadeiramente luta contra eles, e nessa batalha, os supera.

Leitor, uma grande lição que eu espero que você aprenda  hoje é que, se você é nascido de novo e  vai para o Céu, você será um soldado vitorioso de Cristo. Se você souber que não tem nenhum direito às promessas preciosas de Cristo, combaterá o bom combate pela causa de Cristo, e nessa luta, então você vencerá.

A vitória é a única evidência suficiente de que você tem uma religião salvadora. Você gosta de bons sermões, talvez; você respeita a Bíblia e até a lê ocasionalmente; você faz orações, noite e dia; você faz orações em família, e faz doações. E eu agradeço a Deus por isto; de fato, tudo isso é muito bom. Mas como vai a batalha? Como está o grande conflito em todo esse tempo? Você está superando o amor ao mundo e o medo do homem? Você está superando as paixões, o temperamento e as concupiscências do seu próprio coração? Você está resistindo ao diabo, e fazendo-o fugir de você? Como você está nessa questão? Meu querido irmão ou irmã, você deve se controlar, ou servir ao pecado e ao diabo e ao mundo. Não há meio termo. Ou você vence  ou está perdido.

Eu sei bem que é uma dura batalha  que você deve lutar, e eu quero que você saiba isso também. Você deve lutar o bom combate da fé, e suportar dificuldades, se quiser ter a vida eterna; você deve preparar a sua mente para uma luta diária, se quiser chegar ao Céu. Pode haver estradas curtas para o Céu inventadas pelo homem, mas o Cristianismo antigo, a velha e boa maneira, é o caminho da cruz: o caminho do conflito. O pecado, o mundo e o diabo devem estar realmente mortificados, resistidos, e superados.

Este é o caminho que os santos de antigamente pisaram, e deixaram seu registro nas alturas. Quando Moisés recusou os prazeres do pecado no Egito, e escolheu a aflição com o povo de Deus,  isto foi superação: ele superou o amor ao prazer. Quando Miqueías se recusou a profetizar coisas agradáveis ​​ao rei Acabe, apesar de que ele sabia que seria perseguido se ele falasse a verdade - isto foi superação: ele superou o amor à vontade.  Quando Daniel se recusou a desistir de orar, mesmo sabendo que a cova dos leões estava preparada para ele,  isto foi superação: ele superou o medo da morte. Quando Mateus desprendeu-se do recebimento de impostos, por amor ao nosso Senhor, ele deixou tudo e O seguiu, isto foi superação: ele superou o amor ao dinheiro. Quando Pedro e João se levantaram corajosamente perante o Conselho e disseram: "Nós não podemos deixar de falar das coisas que temos visto e ouvido",  isto foi superação: eles superaram o medo do homem. Quando Saulo, o fariseu, desistiu de todas as suas perspectivas de honra entre os Judeus, e pregou sobre aquele Jesus, a quem ele mesmo, havia perseguido - isso foi superação: ele superou o amor ao louvor dos homens.

Leitor, o mesmo tipo de coisa que estes homens fizeram você também deve fazer, se você quer ser salvo. Eles eram homens com as mesmas paixões que vocês, e ainda assim eles as superaram; eles tinham tantas provações quantas qualquer um de vocês pode ter, e mesmo assim eles venceram. Eles lutaram, combateram, se esforçaram muito; você deve fazer o mesmo.

Qual foi o segredo da vitória deles? Sua fé. Eles acreditaram em Jesus, e acreditando, eles foram fortalecidos. Eles acreditaram em Jesus, e acreditando, foram levantados. Em todas as suas batalhas eles mantiveram seus olhos em Jesus, e Ele nunca os deixou ou abandonou. Eles venceram pelo sangue do Cordeiro, e pela palavra de Seu testemunho, e assim você também pode vencer.

Leitor, eu coloco essas verdades diante de você: peço-lhe para deixá-las ir ao coração. Decida, pela graça de Deus, ser um cristão melhor.  Eu temo por muitos cristãos professos: Eu não vejo neles nenhum sinal de luta, muito menos de vitória; pois eles nunca venceram uma batalha ao lado de Cristo. Eles estão em paz com seus inimigos: eles não têm nenhuma briga com o pecado. Leitor, eu advirto-lhe, isso não é cristianismo: este não é o caminho para o céu.

Homens e mulheres que ouvem o Evangelho regularmente, eu geralmente temo muito por vocês. Temo que vocês se tornem tão familiarizados com as doutrinas do evangelho, que insensivelmente vocês se tornem mortos para o poder dele. Temo que a sua religião afunde em uma conversa vaga sobre sua própria fraqueza e corrupção, e algumas expressões sentimentais a respeito de Cristo, enquanto a prática real de lutar ao lado de Cristo seja completamente negligenciada. Oh, cuidado com este estado de espírito! "Sede cumpridores da Palavra, e não somente ouvintes." Sem vitória – sem coroa! Lutar e vencer!

Jovens, homens e mulheres, e especialmente aqueles que foram educados em famílias religiosas, temo muito por vocês. Temo que vocês tenham o hábito de dar lugar a toda tentação. Temo que vocês tenham medo de dizer "Não!" ao mundo e ao diabo, - e quando os pecadores te quiserem seduzir, vocês achem que é menos problema consentir. Cuidado, eu imploro a vocês, não dêem lugar. Cada concessão vai fazer vocês mais fracos. Vão pelo mundo decididos a lutar na batalha de Cristo, e lutem nesse caminho.
Crentes no Senhor Jesus, de cada Igreja e classe de vida, eu sinto muito por vocês. Eu sei que o curso de vocês é difícil: eu sei que é uma batalha árdua que vocês têm que lutar; eu sei que vocês muitas vezes são tentados a dizer: "É inútil", e abaixar suas armas completamente.

Animem-se, queridos irmãos e irmãs: confortem-se, peço-lhes; olhem para o lado bom de sua posição. Sejam encorajados a lutar: o tempo é curto, o Senhor está bem perto, a noite já foi gasta. Milhões tão fracos quanto vocês lutaram a mesma luta, nem um sequer, de todos aqueles milhões, foram levados cativos por Satanás. Poderosos são os seus inimigos, mas o Capitão de sua salvação é mais forte ainda: Seu braço, Sua graça e Seu Espírito devem segurá-los. Animem-se: não sejam derrubados.

E se vocês perderem uma batalha ou duas? Vocês não devem perder todas. E se vocês enfraquecerem algumas vezes? Vocês não devem ficar abatidos. E se vocês cairem sete vezes? Vocês não devem ser destruídos. Vigiem contra o pecado, e o pecado não terá domínio sobre vocês. Resisti ao diabo, e ele fugirá de vós. Saiam corajosamente do mundo e o mundo será obrigado a deixá-los ir. No final, vocês devem encontrar-se mais do que vencedores: você devem superar.

Leitor, deixe-me tirar de todo o assunto algumas palavras de aplicação, e então eu terei terminado.

Por um lado, deixe-me avisar a todos os legalistas e hipócritas que tomem cuidado para que não sejam enganados. Vocês gostam de achar que vão para o céu porque vocês vão regularmente à igreja; vocês têm uma expectativa de vida eterna, porque vocês estão sempre à mesa do Senhor, e nunca faltam em seus bancos na igreja. Mas onde está o seu arrependimento? Onde está a fé de vocês? Onde estão suas evidências de um novo coração? Onde está a obra do Espírito? Onde estão as provas de que vocês estão lutando a grande batalha? Oh, cristãos formais, considerem estas questões! Tremam: tremam, e se arrependam.

Por outro lado, deixe-me avisar todos os membros descuidados das Igrejas para tomar cuidado para que não desperdicem suas almas no inferno. Vocês vivem ano após ano como se não houvesse nenhuma batalha a ser travada contra o pecado, o mundo e o diabo; vocês passam pela vida sorrindo, gargalhando, como cavalheiros ou damas, e se comportam como se não houvesse diabo, céu ou inferno. Oh, "homem da igreja" descuidado, ou dissidente descuidado, Episcopal descuidado, Presbiteriano descuidado, Independente descuidado, Batista descuidado, despertem e vejam as realidades eternas na sua verdadeira luz! Acordem, e vistam a armadura de Deus! Acordem, e lutem duro pela vida! Tremam: tremam, e se arrependam.

Leitor, a grande batalha deve ser combatida por todos os que querem ser salvos. E mais do que isso, ela deve ser vencida.

FONTE:
Todo direito de tradução protegido por lei internacional de domínio público
Original em inglês: The Great Battle
Tradução: Patrícia Geiger e Hellen Rodrigues
Revisão: Armando Marcos

Bispo J.C.Ryle – Anunciando a verdade evangélica
Projeto de tradução de sermões, tratados e livros do bispo anglicano John Charles Ryle, mais conhecido como J.C.Ryle, para glória de Deus em Cristo Jesus, pelo poder do Espírito Santo, para edificação da Igreja e salvação e conversão de incrédulos de seus pecados.