Você pode passar a sua vida sem Jesus, mas vai ser terrível morrer sem Ele!!!

Você pode passar a sua vida sem Jesus, mas vai ser terrível morrer sem Ele!!!

Paulo Junior:

Loading...

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Consequências do adultério !!

De: Ricardo Ferreira <ricardo_autogian@hotmail.com>

Davi e Bate-Seba
O pecado de adultério
  
(pdf)

Qualquer desobediência da palavra de Deus é pecado. Jamais devemos sugerir que há pecadinho e pecadão. Mas, nesta vida, alguns pecados levam a conseqüências maiores. Alguns pecados machucam outras pessoas mais profundamente do que outros. Alguns causam seqüelas desastrosas e irreversíveis. Não é por acaso que o adultério sempre se encontra entre os piores dos pecados, tanto nos olhos de Deus como entre os homens. 

Deus não nos deixa sem defesa contra este pecado destruidor de vidas. Além de várias advertências bíblicas, há diversos exemplos de como o adultério complicou a vida de pessoas que o praticaram, e de suas vítimas inocentes. Um exemplo clássico é Davi, o segundo rei de Israel. Vamos aprender as lições valiosas deste tropeço triste na vida dele. 

Erros que levaram Davi ao pecado 

Quando uma pessoa se entrega à tentação, pode se encontrar numa situação praticamente impossível, onde não tem força para resistir. É essencial aprender  como evitar essas situações difíceis. O exemplo de Davi sugere algumas coisas que vão nos ajudar. (1) Devemos nos dedicar ao papel que Deus nos deu. Davi não se ocupou com seus próprios deveres. 2 Samuel 8 e 10 mostram que Davi era um guerreiro bem-sucedido. De fato, seu papel como um dos primeiros reis era de comandante do exército de Israel. Ele corajosamente conduziu suas tropas a vitória após vitória. Mas, num determinado ano, Davi ficou para trás e mandou Joabe e seus servos à batalha (2 Samuel 11:1). Enquanto muitos dos homens de Israel arriscaram a vida na guerra, ele ficou na casa do rei em Jerusalém. Hoje, um dos fatores que contribui ao pecado é falta de ocupação e dedicação em nosso trabalho. Homens desempregados mostram uma tendência maior de se envolver numa série de pecados, incluindo adultério, abuso de álcool e outras drogas, etc. Jovens ociosos tendem a se envolver em coisas erradas, por ter muito tempo livre. Mulheres sem responsabilidade participam mais das coisas do Adversário (1 Timóteo 5:13-15). (2) Não devemos alimentar pensamentos errados. Uma vez que Davi se colocou no lugar errado, ele foi tentado. Ele viu Bate-Seba, uma mulher bonita, tomando banho (2 Samuel 11:2). Neste momento, ele deveria ter virado os olhos para outra coisa, procurando não pensar mais na imagem do corpo da mulher de outro. Nós não devemos hospedar pensamentos maus, porque levam às consequências graves (Jeremias 4:14; 6:19). O domínio próprio, uma das características fundamentais do servo de Deus, inclui a disciplina para controlar nossos próprios pensamentos (Gálatas 5:22-23; 2 Pedro 1:6; Filipenses 4:8-9; 2 Coríntios 10:4-6). É bom lembrar que um passarinho pode passar por cima da nossa cabeça, mas não temos que o convidar a fazer ninho em nossos cabelos. (3) Devemos respeitar as advertências sobre o pecado. Davi ignorou, pelo menos, três advertências contra seu pecado, antes de ter relações com Bate-Seba. Primeiro, como conhecedor da palavra de Deus, ele sabia que sua cobiça e o ato de adultério são pecados contra Deus. Mesmo entre dois solteiros, tais relações são erradas. Segundo, ele já era casado, e o compromisso de casamento deveria ter sido mais um impedimento. Quantos homens têm evitado o pecado de adultério por causa de uma aliança ou fotografia da esposa, os lembrando do compromisso matrimonial na hora de tentação? Terceiro, ele sabia, antes de a convidar para casa, que Bate-Seba era mulher casada (2 Samuel 11:3). Nós devemos sempre respeitar as advertências sobre o pecado e suas conseqüências, antes de cometê-lo. (4) Não devemos procurar circunstâncias que facilitam o pecado. Davi estava no lugar errado e pensou nas coisas erradas. Cada passo o levou mais perto do relacionamento pecaminoso que ia piorar a vida dele e de outras pessoas. Quando ele perguntou sobre Bate-Seba e a convidou para a casa dele, ele se colocou numa situação onde a tentação seria mais forte ainda. Ele já sentiu atração de longe, como resistiria quando estava a sós com ela? Há muitas lições aqui. A pessoa que sente a tentação de usar drogas deve ficar longe dos lugares onde as tem, e das pessoas que as usam. A pessoa tentada a beber deve evitar bares e festas onde servem bebidas alcoólicas. Um casal de namorados deve evitar lugares escuros e isolados, e jamais deve usar roupas sensuais ou participar de atividades que enfatizam o sexo. 

Como Davi multiplicou o seu pecado 

Uma série de erros e pecados mentais levou Davi ao ato de adultério. A Bíblia não oferece nenhuma cena romântica para justificar o erro. Simplesmente diz: "Então, enviou Davi mensageiros que a trouxessem; ela veio, e ele se deitou com ela" (2 Samuel 11:4). Muitos filmes e novelas de hoje procuram colocar o pecado no contexto de romantismo e "amor" inegável. Procuram fazer do pecado alguma coisa bonita e agradável. Mas, as Escrituras relatam os fatos. Ela veio, e eles pecaram. Neste momento, Davi deveria ter sentido remorso profundo e tristeza sincera. Mas, ele não virou para Deus naquela hora. Achou que o pecado poderia ser escondido, e as conseqüências evitadas. Foi o começo de uma série de pecados que parecem tão estranhos na vida de um homem escolhido por Deus. 

Ao adultério, Davi acrescentou mentiras. Quando soube que Bate-Seba estava grávida, ele chamou Urias para descansar em casa com a esposa. Ele achou possível esconder seu pecado, enganando o próprio marido traído. Mas Urias não facilitou o plano de Davi. Um soldado dedicado, ele recusou tirar férias quando os colegas estavam na batalha. Frustrado, Davi avançou das mentiras ao homicídio. O próprio Urias levou a carta que selou a morte dele e de mais alguns soldados. Neste plano sinistro, o rei envolveu mais uma pessoa. Joabe, o comandante do exército, serviu de cúmplice sem saber os motivos de Davi. As tentativas de esconder o pecado geralmente levam o pecador ao fundo do poço. Davi, cujo coração costumava ser dedicado ao Senhor, se entregou ao pecado e à vontade do diabo. 

Não escondeu nada de Deus 

Talvez Davi conseguiu enganar os vizinhos, e até o próprio coração. Mas, ninguém é capaz de esconder de Deus. "E não há criatura que não seja manifesta na sua presença; pelo contrário, todas as coisas estão descobertas e patentes aos olhos daquele a quem temos de prestar contas" (Hebreus 4:13). Deus mandou Natã, um profeta, para confrontar Davi com seu pecado (2 Samuel 12:1-14). Ele contou a história de um homem pobre que perdeu sua única ovelha por causa da maldade do vizinho rico. Davi ficou bravo, e demandou o castigo duro do ladrão. Falou que este homem teria que pagar quatro vezes o valor da ovelha, e que seria morto pelo crime. Natã disse a Davi: "Tu és o homem." Ele o acusou de pecados contra Deus, contra Urias, e contra Bate-Seba. Davi confessou o pecado, e Deus lhe poupou a vida. 

O arrependimento sincero 

Há algumas diferenças notáveis quando comparamos a confissão de Davi com outras famosas confissões na Bíblia. Adão e Eva procuraram culpar outras pessoas para justificar sua desobediência (Gênesis 3:12-13). Caim mentiu para Deus, tentando negar sua culpa (Gênesis 4:9). Arão apontou o dedo para o povo, e fingiu que o bezerro de ouro tinha aparecido praticamente sozinho (Êxodo 32:21-24). Saul disse que tinha obedecido a palavra de Deus. Depois, quando reconheceu sua culpa, ele se preocupou em manter sua posição de honra perante o povo, em vez de mostrar um espírito quebrantado (1 Samuel 15:13,24,30). Judas sentiu remorso e confessou sua traição, mas fugiu da presença de Jesus e se suicidou (Mateus 27:3-5). Mas o arrependimento e a confissão de Davi foram diferentes. Davi não ofereceu desculpas. Ele não perguntou sobre as conseqüências. Ele se entregou nas mãos do Deus justo, e simplesmente confessou a culpa do pecado cometido: "Pequei contra o Senhor" (2 Samuel 12:13). O Salmo 51 mostra a profundidade do remorso de Davi. Ele assumiu plena responsabilidade pelo pecado, e pediu a ajuda de Deus para renovar seu coração. É este arrependimento que Deus quer. O pecador que volta para Deus precisa reconhecer seu pecado, e não retornar fingidamente (Jeremias 3:10,13). 

Consequências do pecado perdoado 

Deus não tirou a vida de Davi. Ele foi perdoado, mas ainda tinha que sofrer muitas consequências graves. Ele foi humilhado quando um dos próprios filhos tomou algumas de suas mulheres. E, como Davi falou que o ladrão do cordeirinho deve pagar quatro vezes, ele mesmo pagou quatro vezes. Tirou a vida de Urias, e pagou com a vida de quatro de seus filhos. O filho de Bate-Seba nasceu, e morreu logo depois (2 Samuel 12:15-25). Depois, Amnom foi morto pela espada de Absalão (2 Samuel 13:23-36). Joabe matou o rebelde Absalão (2 Samuel 18:9-18). Depois da morte de Davi, Salomão mandou que Adonias fosse morto (1 Reis 2:13-25). 

As consequências do pecado de Davi mostram um fato importante. Deus pode perdoar o pecador, sem tirar todas as consequências do pecado. Há muitas pessoas arrependidas de seus pecados que ainda vão ficar muitos anos encarceradas. Há famílias destruídas por causa de pecados já confessados e perdoados por Deus. Deus pode perdoar um assassino, mas este perdão não ressuscita a vítima. Ele pode perdoar a mãe que abusou álcool ou outras drogas durante sua gravidez, mas a criança que nasceu com defeitos físicos ou mentais por causa desses vícios continua sofrendo. Deus é capaz de perdoar as mulheres e médicos que fazem abortos, mas as crianças já mortas nunca nascerão vivas. Muitos outros exemplos provam que o pecador perdoado, ou suas vítimas, podem continuar sofrendo depois do perdão. Através da fé, arrependimento e batismo, Deus lava os pecados e nos purifica. Assim, escapamos das consequências eternas do pecado. Mas, às vezes, continuamos sofrendo as consequências temporâneas dos erros do passado. 

Como Deus vê o adultério 

O adultério tem se tornado um pecado comum e até glorificado em novelas, filmes, livros e revistas. Mas, desde a criação do primeiro par de seres humanos, Deus sempre tem ensinado a mesma coisa. As relações sexuais pertencem exclusivamente ao casamento lícito. Ele sempre condena a fornicação e o adultério. A vontade de Deus para os dias de hoje é bem clara: um homem pode casar com uma mulher, e os dois terão relações normais até a morte. Estude bem as seguintes passagens: Mateus 19:4-6; Romanos 7:2; 1 Coríntios 7:1-9; Hebreus 13:4. Enfrentamos tentações, como Davi as enfrentou. O próprio Deus considerou Davi "homem segundo o meu coração, que fará toda a minha vontade" (Atos 13:22). "Aquele, pois, que pensa estar em pé veja que não caia" (1 Coríntios 10:12). Quando respeitamos a vontade de Deus, receberemos as grandes bênçãos de felicidade nesta vida, e por toda a eternidade.

por Dennis Allan


Não temas, vai piorar! EXTRA! EXTRA! ÚLTIMOS ACONTECIMENTOS.

De: BLOG CONTAGEM REGRESSIVA <pastoralexandrenasc@gmail.com>


Não temas, vai piorar!

Posted: 23 Sep 2011 09:14 AM PDT

  Ainda não sabemos o que é amar e pregar o evangelho até a morte. Assistam ao vídeo e depois leiam a matéria publicada ontem, no site da Missão Portas Abertas. É de tirar o fôlego! No último domingo, preguei em minha igreja sobre o "Não temas" que Jesus proclamou para a igreja em Esmirna. Uma das questões que meditamos foi a de que Cristo não disse: "Não temas! Sua vida vai melhorar! Sua família será restaurada! Você irá prosperar! Não Temas! A dor e a enfermidade não mais castigarão o seu corpo nem chegará a pobreza em sua casa! Seus filhos serão guardados de todo mal e nenhum dano sofrerão! Não temas! Porque eu vou te curar! Vou te dar o carro do ano, uma casa nova, um novo emprego! Não temas! Chegou a sua vez de ser feliz!". Não. Jesus não disse isso. Suas palavras foram mais ou menos assim: "Não temas, a coisa vai piorar! Não tenha medo do sofrimento que hás de passar! Não temas a tribulação e as aflições que certamente aumentarão! O inimigo de sua alma colocará alguns de vocês na prisão. Eles passarão por dez dias de tormento e provação! Muitos terão suas cabeças degoladas ao fio da espada, seus corpos serão maltratados e atravessados por lanças. Seus pequeninos filhos e bebês serão oferecidos como comida aos leões ferozes. No entanto, não temas, seja fiel, creia até a morte..." (Ap 2.10).

Bispo J.C.Ryle - Comentário de João 14:4-11

De: fernanda cf seixas




Comentário de João 14:4-11

Posted: 26 Sep 2011 05:00 PM PDT

J.C.Ryle
"Mesmo vós sabeis para onde vou, e conheceis o caminho. Disse-lhe Tomé: Senhor, nós não sabemos para onde vais; e como podemos saber o caminho?
Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. Se vós me conhecêsseis a mim, também conheceríeis a meu Pai; e já desde agora o conheceis, e o tendes visto. Disse-lhe Filipe: Senhor, mostra-nos o Pai, o que nos basta. Disse-lhe Jesus: Estou há tanto tempo convosco, e não me tendes conhecido, Filipe? Quem me vê a mim vê o Pai; e como dizes tu: Mostra-nos o Pai? Não crês tu que eu estou no Pai, e que o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo não as digo de mim mesmo, mas o Pai, que está em mim, é quem faz as obras. Crede-me que estou no Pai, e o Pai em mim; crede-me, ao menos, por causa das mesmas obras. João 14:4-11"

Deve-se notar nesses versículos quanto que Jesus fala melhor dos crentes do que eles mesmos falam de si. Ele disse a seus discípulos que eles sabiam aonde Ele ia, e conheciam o caminho. No entanto, Tomé diz "nós não sabemos para onde vais; e como podemos saber o caminho?" Essa contradição, que é mais aparente do que real, exige uma explicação. É verdade, sob certo aspecto, que os conhecimentos dos discípulos era muito pequeno. Sabiam muito pouco antes da crucificação e da ressurreição, em comparação com o que deveriam ter conhecido e com o que souberam no dia de Pentecostes. Grande e surpreendente era sua ignorância sobre o fim que que havia proposto nosso Senhor ao vir à terra, e sobre o verdadeiro significado de Sua paixão e morte. Poderia ter-se dito com razão que não conheciam senão em parte, e que eram bebês em inteligência. 

No entanto, sobre outro ponto de vista, os conhecimentos dos discípulos eram vastos. Eles sabiam mais do que a grande maioria da nação judaica, e aceitavam verdades que os escribas e fariseus rejeitavam completamente. Comparados com aqueles que os rodeavam, eram homens ilustres no sentido mais elevado da palavra. Sabiam e criam que seu Mestre era o Messias prometido, o Filho do Deus vivo, e que crer Nele era o primeiro passo até o céu. Todo mérito é relativo: em vez de menosprezar aos discípulos por conta de sua ignorância, cuidemos de não formar um juízo errado sobre o saber deles. Sabiam mais do que eles mesmo imaginavam conhecer.

Observemos , em segundo lugar, que glorioso título nosso Senhor deu a si mesmo: "Eu sou o caminho, e a verdade e a vida". Será que o homem alguma vez chegará a compreender completamente essas palavras. Qualquer exame que delas seja feito tem que ser realmente muito ligeira em seu sentido amplo.

Jesus é "o caminho" - o caminho que conduz ao céu. Não é somente guia, mestre e legislador como Moisés; mas é também O caminho pelo qual podemos nos aproximar de Deus. Por meio da expiação feita na cruz, Ele abriu o caminho que conduz a árvore da vida e que havia sido bloqueado quando Adão e Eva caíram.

Jesus Cristo é "a verdade", quer dizer, toda a essência dessa religião verdadeira que exige o entendimento humano. Sem Ele os pagãos mais sábios andaram tateando entre as trevas, e jamais chegaram a conhecer a Deus. Antes de Sua vinda até mesmo os judeus viam a verdade espiritual como que através de um espelho embaçado, e não percebiam com clareza o significado dos símbolos, emblemas e cerimonias da lei Mosaica. Cristo é a verdade e satisfaz todo desejo, anseio e aspiração da mente humana.

Jesus Cristo é "a vida": mediante Ele é que o pecador poder receber o perdão e obter um título para receber o dom da vida eterna. Ele é, alem disso, a fonte da vida espiritual e da santidade do crente, e por Ele é que esse tem segurança de sua ressurreição, O que crê em Cristo possui vida eterna. O que se junta a vide, produz muito fruto. O que confia Nele, ainda que estivera morto, viverá.

Notemos, em terceiro lugar, qual expressamente Jesus Cristo exclue todo meio de salvação que não seja o assinalado pelo Evangelho. "Ninguém vem ao Pai" Ele disse "senão por mim".

De nada serve ao homem ser inteligente, ilustre, amavél, caridoso, de bom coração, e zeloso em materia religiosa, se não se acerca a Deus implorando a mediação de seu Filho. Deus é tão santo que a Seus olhos todos os homens são culpáveis, e o pecado é em si mesmo tão mal que nehum homem  pode expia-lo. É necessário que haja entre Deus e nós um mediador, um redentor - do contrário, jamais poderemos ser salvos. Não há senão um Juiz de paz entre a terra e o céu: o Filho crucificado de Deus. O que entrar pela porta que Ele abre, se salvará; porem, ao que recusar entrar por ela, a Bíblia não oferece esperança alguma. Sem   derramamento de sangue não há remissão.

Devemos notar, por último, qual estreita e misteriosa é e união de Deus Pai e Deus Filho. Por quatro vezes nós é repetida essa verdade em palavras inequivocas. "Se vós me conhecêsseis a mim, também conheceríeis a meu Pai" e "Quem me vê a mim vê o Pai" e "eu estou no Pai, e que o Pai está em mim" e "o Pai, que está em mim, é quem faz as obras".

Expressões como essas são profundamente misteriosas. Não é possivel sondar seus significados, nosso entendimento não alcança compreendê-las, a linguagem humana não alcança expressá-las. Não podendo explicar, devemos nos contentar com crer; não podendo interpretar  devemos nos contentar em admirar e reverenciar. Nos basta saber que o Pai é Deus, e o Filho é Deus, e que, no entanto, são uma só substância, ainda que distintos em pessoa.

Não obstante, deve nos consolar a verdade de que Jesus Cristo é o verdadeiro Deus de Deus verdadeiro, igual em tudo ao Pai e Um com Ele. Ele que nos amou até ao extremo de derramar seu sangue por nós na cruz, não é um mero homem como nós, mas é Deus sobre todos, bendito para sempre. Ainda que nossos pecados forem como a escarlate, Ele pode embranquecê-los como a neve.

NOTAS:

v.4-"vós sabeis para onde vou" Jesus pronunciou evidentemente essas palavras para infundir ânimo no coração de seus discípulos, lhes recordando o que lhes havia dito repetidas vezes.

v.6-"Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho" Nenhum mestre, profeta ou apostolo empregou palavras semelhantes a essas. O que as pronunciou sabia que era Deus.

v.8-"Disse-lhe Filipe: Senhor, mostra-nos o Pai, o que nos basta" Não nos é dito o que moveu Felipe a fazer essas suplica. Quem dera, a semelhança de Moises, ele e os outros discipulos estavam animados de um piedoso desejo de obter uma revelação mais completa da glória da dinvidade, como prova da missão de seu Mestre. (Ex. 30:18) ou quem save nos tenha transmitido essa petição para que compreendamos como eram confusas as idewias que os apostolos tinham sobre a natureza de seu Mestre.

v.9-"Quem me vê a mim vê o Pai" Quer dizer 'O que me contemplou com fé, e compreendendo que sou o eterno Filho, o divino Messias, há visto ao Pai, de quem sou a expressa imagem, tanto como o homem pode ver."


10- "As palavras que eu vos digo ...o Pai, ..., é quem faz as obras." Quer dizer: ao pronunciar minhas palavras e ao executar minhas obras não prescindo do Pai. O Pai, que mora em mim, fala em mim e trabalha em mim. Minhas palavras e minhas obras me foram designadas no eterno conselho que teve lugar entre o Pai e o Filho. Tanto o falar como o fazer a obra o Pai e eu somos um - e o que eu falo, Ele fala - e o que eu obro, Ele obra.


v.11 "Crede-me, etc" O verbo está no plural. Nosso Senhor não se dirigiu a Felipe somente, mas sim a todos os apóstolos. "Crede-me, ao menos, por causa das mesmas obras" Nisso nosso Senhor manifestou sua indulgência para com os discípulos.


FONTE: Comentário ao Evangelho de João.
Tradução: Armando Marcos
Los Evangelios Explicados
Volumen Segundo, Juan
J.C. C Ryle
Libros CLIE
Galvani, 115, Terrassa (Barcelona)


O que Hitler fez a 60 anos atrás... Vai se repetir em escala global e muito, mas muito pior que isto.

Repassar esta mensagem não vai mudar em nada o que está por vir. Depois do Arrebatamento virá a Tribulação e nada vai impedir isto, as coisas daqui vão para pior e somente no final dos 7 anos é que Deus vai intervir. Mas é bom que vejam as imagens para que pensem sobre o assunto e se voltem para Deus enquanto há tempo, porque muito em breve será tarde demais e daí só te restará passar pela grande tribulação, que será mil vezes pior que as fotos abaixo. JESUS ESTÁ VOLTANDO!!!


De: Theodomiro Mendes de Carvalho

 
Exatamente, como foi, previsto há cerca de 60 anos... o que Hittler fez...
Por favor, leia até o fim!
É uma questão de História lembrar que, quando o Supremo Comandante das Forças aliadas
(Estados Unidos, Grã-Bretanha, França, etc.),
[holocausto+15.gif]
General Dwight D. Eisenhower encontrou as vítimas dos campos de concentração, ordenou que fosse feito o maior número possível de fotos, e fez com que os alemães das cidades vizinhas fossem guiados até aqueles campos e até mesmo enterrassem os mortos
[holocausto+2.jpg]
 
E o motivo, ele assim explanou:
'Que se tenha o máximo de documentação - façam filmes - gravem testemunhos - porque, em algum momento ao longo da história, algum idiota se vai erguer e dirá que isto nunca aconteceu'.
[holocausto+1.jpg]
"Aquele que se esquece do Passado está fadado a Repeti-lo!"
[holocausto+1++++.jpg]
 
'Tudo o que é necessário para o triunfo do mal, é que os homens de bem nada façam'. (Edmund Burke)
[holocausto+5.jpg]
Illuminatis querem que se repita essas cenas...
[holocausto+4.jpg]
Relembrando:
 
Ha poucos dias, o Reino Unido removeu o Holocausto dos seus currículos escolares porque "ofendia" a população muçulmana, que afirma que o Holocausto nunca aconteceu...
[holocausto+6.jpg]
 
Este é um presságio assustador sobre o medo que está a atingir o mundo, e o quão facilmente cada país se está a deixar levar.
[holocausto+13.jpg]
 
Estamos há mais de 60 anos do término da Segunda Guerra Mundial.
[holocausto+22.jpg]
Este email está a ser enviado como um alerta, em memória dos 6 milhões de judeus, 20 milhões de russos, 10 milhões de cristão, 1900 padres católicos e muitas Testemunhas de Jeová, resumindo;
(SERES HUMANOS)
[holocausto+7.jpg]
que foram assassinados, massacrados, violentados, queimados, mortos à fome e humilhados, enquanto Alemanha e Rússia olhavam em outras direcções.
[holocausto+8.jpg]
Agora, mais do que nunca, com o Irã, entre outros, sustentando que o 'Holocausto é um mito', torna-se imperativo fazer com que o mundo jamais esqueça.
[holocausto+9.jpg]
 
A intenção de enviar este email, é que ele seja lido por, pelo menos, 40 milhões de pessoas em todo o mundo.
[holocausto+12.jpg]
 
Seja voce também está ciente então ajude a enviar o email para todos que forem possíveis. Traduza-o para outras línguas se for o caso!
[holocausto+28.jpg]
Não o apague!
[holocausto+16.jpg]
Vai gastar apenas, um minuto do seu tempo a reencaminhá-lo.
[holocausto+17.jpg]
[holocausto+18.jpg]
Talvez você possa estar pensando que são imagens forte demais para repassar aos seus amigos!
[holocausto+20.JPG]
Mas elas são reais e a verdade nunca deve ser escondida, e os inocentes... jamais esquecidos!
[holocausto+21.jpg]
 
Isso que está vendo foi apenas um pouco do que aconteceu.
[holocausto+27.jpg]
Vai querer arriscar que isso tudo se repita?
[holocausto+25.JPG]
[holocausto+26.jpg]
Ainda não acabamos, tem mais de onde sairam essas...
[holocausto+29.jpg]
[holocausto+30.jpg]
[holocausto+31.JPG]
Pelos planos dos Illuminati, mais dessas ocorrencias deverão se efetuar no futuro.
[holocausto+32.jpg]
Seja sensato, divulgue a mensagem.
[holocausto+3.jpg]
[holocausto+11.jpg]
Muito Obrigado!

--
http://jesusofinaldetudo.blogspot.com/

http://jesusofinaldetudo.wordpress.com/

"E sabemos que já o Filho de Deus é vindo, e nos deu entendimento para conhecermos o que é verdadeiro; e no que é verdadeiro estamos, isto é, em seu Filho Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna" ( 1 Jo 5:20 ).

"Porque, se anuncio o Evangelho, não tenho de que me gloriar, pois me é imposta essa obrigação; e ai de mim, se não anunciar o Evangelho!"  1 Cor 9:16

Não repassem mensagens com conteúdo que desagrade a Deus (pornografias, idolatrias, etc...), vai chegar o dia em que você lamentará por ter feito isso.

"ISRAEL É O PONTEIRO NO RELÓGIO MUNDIAL DE DEUS".



Nossa casa não é aqui.


Nossa casa não é aqui

[Hb. 13.14] "Porque não temos aqui cidade permanente, mas buscamos a futura."

Há um hino do cantor Pr. Gerson Borges, que diz assim em seu refrão: "Somos estrangeiros nossa casa não é aqui, esse mundo não é nosso país. Somos forasteiros, somos viajantes, nossa pátria é bem mais feliz." Há irmão! Que verdade profunda e que vem corroborar com o texto citado acima. Nossa casa, nosso lar não é aqui, pois, o que de fato buscamos é o nosso lar futuro. Jesus um dia falou aos discípulos acerca dessa grande verdade dizendo: "Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar. E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também. (Jo. 14. 1-3) Essa é a perfeita e eterna herança que Deus preparou para todos os lavados e remidos pelo Sangue de Cristo. Esta palavra nos remete a reflexões profundas e nos faz pensar acerca das nossas motivações, que regem a trajetória de nossas vidas. O que tem pulsado em seu coração? Que projetos e sonhos pairam em sua mente? Que tipo de valores você tem pautado para sua vida? O servo de Deus não pode viver preso aos valores que o mundo apresenta e que são efêmeros. É emergente que busquemos valores que sejam eternos! Pois, são eles que determinam uma caminhada de sucessos, no cumprimento da missão, que Deus confiou à sua Igreja. É vivendo dessa forma, que glorificaremos o nome de Cristo e faremos a diferença de fato em nossa geração. Precisamos fazer do texto de Mateus 6.33 o lema prático para nossas vidas. Somente buscando o Reino de Deus e a justiça, é que a vida abundante que Cristo prometeu, será ministrada de forma sobrenatural às nossas vidas. É assim que receberemos e seremos participantes ativos, dos maravilhosos sonhos que Deus sonhou para nós antes que tivéssemos nascidos. Esse é o segredo do sucesso e caminhada para o nosso lar futuro. Um dia, estaremos para sempre com o Senhor.
Pr. Waldyr Silva do Carmo

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Abençoado ou amaldiçoado. Qual a sua realidade?


Abençoado ou amaldiçoado. Qual a sua realidade?

Posted: 26 Sep 2011 12:26 PM PDT

Texto: Jeremias 17. 5-8



Introdução:

O estudo de hoje, à luz da Palavra de Deus, visa avaliar as diferenças que são observadas no viver do homem abençoado e do amaldiçoado. No contexto da avaliação buscaremos confrontar tais verdades com nossa realidade de vida. Como servos de Deus temos vivido como abençoados ou amaldiçoados? Que esta Palavra encontre lugar em nossos corações e nos desperte para viver o melhor que Deus sonhou para nós.

VERDADES ACERCA DO HOMEM ALMALDIÇOADO

I – Ele confia no homem. V.5

O homem amaldiçoado põe sua confiança no humano. É dessa forma que é marcada sua vida. Ele confia nos políticos, nos líderes espirituais, ele confia no homem e se esquece do Soberano que Reina sobre todo o universo que é Deus. Uma vez agindo dessa forma, ele se vê distanciado de Deus e consequentemente vive sem a cobertura da bênção do Senhor.

II – Ele vive distante de Deus. V.5

Como falamos anteriormente, o resultado da confiança que se coloca no homem, trás distanciamento de Deus. Isso é marcado por uma vida fracassada e repleta de pecados. Se há distanciamento de Deus, logo, as trevas estão reinando e com isso a pecaminosidade reina. É assim que muitos estão vivendo! Eles estão longe do Senhor e obedecendo a lei do pecado. Infelizmente, nesse contexto também estão muitos servos de Deus. Eles se envolveram com o humano e o resultado foi o distanciamento de Cristo, o que resultou numa vida cheia de pecados. São crentes inativos que não estão produzindo. Na verdade, eles estão sendo em sua maioria empecilhos na vida de muitas igrejas.

III – Vive uma vida de Miséria. V.6

O texto que lemos afirma: "Porque será como a tamargueira no deserto, e não verá quando vem o bem; antes morará nos lugares secos do deserto, na terra salgada e inabitável." (v.6) Esse é resultado que é marcado por uma vida amaldiçoada. Ela confia no homem, vive distante de Deus e com a proliferação dos pecados acaba por colher a miséria. Não existem sonhos, projetos e prosperidade. Não há expectativa de melhoras, pois, nesse contexto não há a bênção do Senhor.

VERDADES ACERCA DO HOMEM ABENÇOADO

I – Ele confia no Senhor. V.7

"Bendito o homem que confia no SENHOR," – Que vitória! A palavra "bendito" significa "bem falado" daí a inferência "abençoado". O segredo da vitória está na confiança em Deus. A confiança é marcada por uma entrega total. Aquele que é abençoado entregou 100% de sua vida nas mãos do Senhor. Ele aceitou passar o controle total de sua vida para Cristo e recebeu de Deus um viver abençoado. Essa entrega se dá quando o pecador reconhece seu estado de miséria e se rende a Cristo, recebendo-o como seu único Senhor e Salvador de sua vida. Através desse ato de Fé, a graça de Deus é manifestada nessa vida outorgando a ela o direito de Salvação. Ele se torna um abençoado em Cristo.

II – Sua Esperança é o Senhor. V.7

No contexto desse grande milagre a sua esperança passa a ser o Senhor. O crente vive na viva esperança de Deus. Ele sabe que não está sozinho, pois no barco de Sua vida, Jesus está presente e tem o poder de levá-lo a um porto seguro. Ele vive o milagre pleno da vida abundante prometida por Cristo. (Jo 10.10) Vida essa que é marcada por realizações plenas na terra como servo de Deus e certeza de morada nos céus.

III – Ele Vive uma vida de prosperidade. V.8

a) Alimenta-se da Palavra de Deus. – (águas)

Você consegue imaginar uma árvore plantada junto às águas e que tem suas raízes estendidas para o ribeiro? É dessa forma que Deus compara o homem abençoado. Isso me faz lembrar o Salmo 1.3 que nos diz: "Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto no seu tempo; as suas folhas não cairão, e tudo quanto fizer prosperará." Isso é vida próspera que vem do envolvimento e do alimentar da Palavra de Deus. Esse servo se submete a obediência da Palavra do Senhor e o resultado é marcado por viver o melhor que Deus sonhou para ele.

b) É vitorioso nas lutas. ("não receia quando vem o calor")

Viver de forma abençoada e próspera não significa viver sem problemas. Esse é o estilo de vida que tem como base a pessoa de Cristo. Essa é a casa que foi fundada sobre a Rocha e não sobre a areia. Ela resiste à tempestade e fica firme. Quando o texto diz que essa árvore não receia quando vem o calor, a verdade inferida é que mesmo enfrentando lutas, o servo de Deus sabe que nunca ficará sem a resposta de Deus. Ele sabe que está seguro no Cristo que nunca o irá desamparar.

c) É um abençoador de vidas. (folhas verdes – produzem sombras)

Uma prosperidade que é marcada por uma vida abençoada e que abençoa vidas. Assim é a trajetória daquele que confia no Senhor. Ele se torna canal de bênçãos para muitos. O servo de Deus abençoa com as orações, com o seu testemunho, ministrando a Palavra, chegando junto com o amor em prática e muitos outros contextos que são vividos por ele. Em Cristo ele se torna um canal de bênçãos para muitos que precisam da manifestação da glória de Deus.

d) Mesmo que esteja no meio de um caos total, é abençoado e produz frutos

"e no ano de sequidão não se afadiga, nem deixa de dar fruto." Uma árvore enfrentando o ano de sequidão, está vivendo o caos total. Lemos que mesmo nesse drástico contexto, frutos serão dados. É assim que Deus faz na vida daquele que é abençoado. O servo de Deus mesmo no meio do caos total frutifica e glorifica o Deus que o salvou. Ele faz da oração de Habacuque o seu lema para a vitória: "Porque ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; ainda que decepcione o produto da oliveira, e os campos não produzam mantimento; ainda que as ovelhas da malhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja gado; Todavia eu me alegrarei no SENHOR; exultarei no Deus da minha salvação." (Hb 3. 17,18) Aquele que é abençoado vive na dependência plena e confiança no Deus que o salvou, pois sabe que mesmo que as circunstâncias sejam contrárias, Deus é Fiel e o fará frutificar cantando o hino da vitória.

Conclusão:

À luz do estudo que acabamos de ver não há dúvidas de que Deus quer que sejamos abençoados. Esse é o caminho da vitória que Ele tem proposto para os seus filhos. Contudo, cabe a nós servos, tomar as atitudes necessárias, e viver de fato os valores bíblicos que dizem respeito àqueles que desejam ser encontrados como abençoados diante de Deus. Não deixe para depois! Comece agora mesmo a avaliar sua vida e apresente-se diante do Pai entregando a Ele o controle total do seu viver. Não tenha medo! Ele é Fiel e através dessa parceria de bênçãos, o melhor que Deus sonhou será ministrado a você. Seja abençoado em nome de Jesus.
Pr. Waldyr do Carmo


Alguém já veio te pedir uma oração ?

Ricardo Ferreira

Alguém já veio te pedir uma oração ?

Alguém já veio te pedir uma oração, pedir para você orar por alguém, ou por alguma causa, ou por ela mesma ?
Se ainda não, pode ser que você não esteja mostrando a presença do Senhor na sua vida, por você ainda conversar, viver, como uma pessoa do mundo, com prazeres carnais, sem fazer por onde alguém te pedir tal coisa, resumindo, você não mostra a presença de Deus, não mostra que o Espírito Santo em tua vida. Será que você é o mesmo dentro da igreja, e fora dela ? Por qual motivo ainda nunca te pediram uma oração, quantas almas você já ganhou para Cristo ? Será que você tem vergonha de se revelar como um verdadeiro homem, ou mulher, Cristão ?
Pense nisso, essa é a hora, o mundo está um caos, só não ver quem não quer, essa é a hora de evangelizar, de ir para cima do diabo, Jesus está voltando, vamos ganhar almas para Cristo, vamos buscar encher nosso galardão, vamos ajudar a tirar pessoas das mãos do diabo, vamos incomodar o inferno, Deus não te escolheu para ser mais um no meio da multidão, ele te escolheu para te fazer um soldado dele. Você hoje, estaria pronto para ser arrebatado, você tem tesouros suficientes nos céus, com suas boas obras, ou simplesmente vive um mundo Cristão para sí próprio ? Você estaria pronto para voltar com Cristo para guerrear na batalha do Armagedom do jeito que você é hoje ? Só os VALENTES irão !!!!
Repense nisso, antes que seja tarde.

Deus Abençoe a todos...

Ricardo Ferreira Junior


quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Santidade ao Senhor.


Santidade ao Senhor

[Hb. 12:14] "Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor;"

Tomar a decisão de seguir a Jesus, é viver na certeza de ser encontrado na contramão de todo um sistema, que opera no mundo e que prima por distanciar os homens de Deus. É viver na certeza da opção da porta e do caminho estreito; e, nessa trajetória a guerra espiritual se estabelece contra três inimigos dos servos de Deus: A Carne, o Mundo e o Diabo. Estrategicamente o Diabo age através do mundo, para que a carne seja despertada e assim o crente cair em pecado, para ter sua comunhão com Deus quebrada. O caminho da vitória é o da santificação; e isto se faz real, quando o crente se aproxima de Deus buscando a comunhão plena. Para a concretização do milagre é preciso mortificar os desejos da carne. (Ef. 5.18) É preciso renunciar a tudo o que quebra a comunhão com o Pai. O próprio Cristo declara em sua Palavra: "Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me;" (Mt 16.24) Para seguir ao Senhor é necessário envolvimento com a Palavra. (Sl 119.11), vida de oração (Ef. 6.18) e participação efetiva na vida da Igreja. (I Co 15.58) É dessa forma que o servo de Deus estará se fortalecendo espiritualmente, para ser encontrado em condições, de sair vencedor diante dos ataques do inimigo. Esse é o caminho da santificação! É o caminho para ver a glória de Deus. É nesse processo que o Espírito Santo estará agindo, e milagres de Deus sendo realizados através desse servo. Santidade é imperativo de Deus para seus filhos. É através dela que nos aproximamos do Pai. É através da santidade vemos o Senhor e nos tornamos instrumentos úteis para o louvor de Sua glória.
Pr. Waldyr Silva do Carmo


Chamados para servir o Senhor.



Chamados para servir o Senhor

Posted: 12 Sep 2011 05:05 AM PDT

Atos 26.19

Introdução:

Estamos vivendo dias em que é emergente que se levantem servos de Deus dispostos a se envolverem com o serviço do Senhor. A tarefa é grande e Deus nos chama, para o cumprimento de nossa missão. No estudo de hoje, estaremos abordando alguns contextos, que são necessários na vida daqueles, que entendem que foram chamados para o serviço do Senhor. Que esta Palavra profética, possa frutificar em nossas vidas e nos levar ao cumprimento pleno de nossa missão como igreja viva de Deus na terra.

Fomos chamados para servir ao Senhor...

I – Com humildade (João 13)

O texto de João 13 nos apresenta a essência da humildade que foi vivida por Cristo em seu ministério terreno. Ao lavar os pés dos discípulos, Jesus apresentou a eles o segredo do sucesso e da vida vitoriosa. Tudo começa com a humildade. Cristo é o nosso maior exemplo. Não há como servir sem a humildade. Se quisermos ser bênçãos e frutificar em nossa trajetória como Igreja, é necessário viver demonstrando humildade. Esse é um dos caminhos, para nos tornarmos semelhantes a Jesus. A humildade nos leva a descer para enxergarmos a necessidade do outro. Ela nos coloca em condições de perdoar! Ela nos leva a realizar ao outro, aquilo que gostaríamos que o outro fizesse conosco. Precisamos aprender e praticá-la, pois ela é inerente do Senhor Jesus. Vivê-la é vontade plena de Deus para as nossas vidas.

II – Com amor (Mt. 22.37-39)

O amor citado no texto acima é o Ágape, "Amor de Deus". Não há serviço que seja oferecido a Cristo que não passe pelo crivo do amor. Ele é a base da nossa Fé, pois foi por amor que Deus nos livrou da morte eterna através de sua morte e ressurreição. Pergunto: Temos praticado o amor? Podemos dizer que em nossa igreja esse sentimento tem sido praticado? "Caridade" é o termo que vemos na bíblia para definir o amor em prática. É assim que Deus quer ver seus filhos! Amando na prática. Precisamos ser bênçãos na vida do outro através do amor. É assim que cresceremos! É dessa forma que deixaremos de ser apenas religiosos, para nos tornar servos que servem para a glória do Pai.

III – Com perseverança (I Co 15.58)

Um dos pontos básicos para a instauração da vitória é a "perseverança". Perseveramos quando não paramos, quando damos continuidade. Há pessoas que no início de algum projeto ou responsabilidade, se apresentam animadíssimos. Contudo, com o passar do tempo, vão se esfriando e acabam por desanimarem em seus projetos. Jesus nos fala de forma poderosa em Lucas 9.62 que "... Ninguém, que lança mão do arado e olha para trás, é apto para o reino de Deus." O que Ele está nos mostrando é que uma vez tendo se lançado nos braços do Senhor, é necessário perseverar. É desta forma que o nosso serviço será honrado pelo Pai, que tem o poder de nos galardoar.

IV – Com responsabilidade (Rm 12.1,2)

Pensar nesse texto que foi citado por Paulo, é compreender que o chamado de Deus na vida do crente é coisa séria. E como sério, implica responsabilidade. Não dá para brincar com algo tão relevante e que custou o preço de sangue de Cristo. O crente é responsável quando entende o valor de sua missão. Quando sabe que tem uma identidade – ele tem a Marca de Cristo. É também responsável quando entende que foi chamado para glorificar a Deus e anunciar a Salvação de Cristo aos perdidos. Isto é serviço! Esse é o chamado de Deus na vida de todo aquele que teve um encontro real com o Senhor Jesus.

V – Oferecendo o meu melhor (I Pe 2.9)

Ao mesmo tempo em que esse texto apresenta Cristo nos honrando e valorizando de forma esplêndida a sua Igreja, vemos também, o grande desafio que a mesma tem, de se apresentar envolvida e ativa no projeto que lhe foi confiado por Jesus.

Nesse maravilhoso processo é necessário que apresentemos...

- Nossas vidas ao serviço do Mestre

- Nossos dons e talentos ao serviço do Mestre

Você tem apresentado o seu melhor a Jesus? Tem de fato se envolvido com a obra do Senhor?

Conclusão:

Em nome de Jesus que sejamos encontrados diante de Deus vivendo a prática da humildade, do amor, da perseverança, da responsabilidade e oferecendo o nosso melhor para o Deus que nos salvou. É desta forma que Deus será louvado através de nossas vidas. É desta forma, que seremos encontrados por Ele em condições de sermos usados, para o louvor de Sua glória.

Em Cristo Jesus,
Pr. Waldyr do Carmo